EXPERIÊNCIAS DO LABORATÓRIO DE MATEMÁTICA EM CASA PARA A LICENCIATURA EM PEDAGOGIA: UM OLHAR SOB O CONTEXTO REMOTO

Autores

DOI:

https://doi.org/10.12957/redoc.2023.70292

Palavras-chave:

Ensino Emergencial Remoto. Material Dourado Pessoal. TRRS.

Resumo

Este trabalho apresenta análises de produções de estudantes do curso de licenciatura em Pedagogia, elaboradas a partir de um conjunto de atividades desenvolvidas para facilitar a compreensão do Sistema Numérico Decimal com o uso de material dourado, no contexto do Ensino Emergencial Remoto. O objetivo geral deste trabalho foi o de analisar, dentro da Teoria dos Registros de Representação Semiótica (TRRS), as representações utilizadas pelos participantes na resolução das atividades propostas. Os objetivos específicos do presente trabalho foram: compreender o papel de iniciativas que estimulam o uso de materiais concretos pessoais na superação de limitações impostas pelo ensino remoto emergencial na aprendizagem de Matemática e analisar a congruência das produções dos(as) estudantes envolvidos na aula supracitada. A metodologia de coleta de dados envolveu o envio de fotos com as produções dos(as) estudantes e a metodologia de análise consistiu na categorização das produções por semelhança e na produção de inferências subsidiadas pela TRRS. Como resultados, observamos que o material dourado pessoal auxiliou, não obstante o obstáculo da interação direta da docente, na transposição da dificuldade de interação com materiais concretos no ensino remoto. O uso, organizado, relacionando elementos significantes na mesma ordem e com elementos de chegada com entendimento único, de diferentes representações semióticas, facilitou a comunicação das intencionalidades pedagógicas e matemáticas dos(as) estudantes envolvidos(as), indicando alcance da compreensão do conceito proposto (noésis) de forma congruente e que isto se coaduna a teoria utilizada como subsídio da análise feita.

Biografia do Autor

Abel Rodolfo Garcia Lozano, Universidade do Estado do Rio de Janeiro - UERJ

Departamento de Matemática - Faculdade de Formação de Professores

Daniela Mendes Vieira da Silva, Universidade do Estado do Rio de Janeiro - UERJ

Departamento de Matemática - Faculdade de Formação de Professores

Fabio Menezes da Silva, Universidade do Estado do Rio de Janeiro - UERJ

Departamento de Matemática - Faculdade de Formação de Professores

Marcele Câmara de Souza, Universidade do Estado do Rio de Janeiro - UERJ

Departamento de Matemática - Faculdade de Formação de Professores

Priscila Cardoso Petito, Universidade do Estado do Rio de Janeiro - UERJ

Departamento de Matemática - Faculdade de Formação de Professores

Referências

DUVAL, Raymond. Semiósis e pensamento humano – Registros semióticos e aprendizagens intelectuais (fascículo 1) 1º Ed. São Paulo. Livraria da Física. 2009.

DUVAL, Raymond. Registros de representações semióticas e funcionamento cognitivo da compreensão em Matemática. In: Silvia Dias Alcântara Machado (org). Aprendizagem em Matemática – Registros de Representação Semiótica. Campinas, SP. Papirus 2013.

GUERRA, Gerusa Cabral et al. Educação em tempos pandêmicos: o uso do aplicativo whatsapp como proposta de comunicação em aulas remotas. Revista Docência e Cibercultura, [S.L.], v. 5, n. 4, p. 273-285, 17 dez. 2021. Universidade de Estado do Rio de Janeiro. http://dx.doi.org/10.12957/redoc.2021.53827. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/re-doc/article/view/53827. Acesso em: 12 set. 2022.

MOREIRA, J. António. TRINDADE, Sara Dias. O WhatsApp como Dispositivo Pedagógico para a criação de ecossistemas educomunicativos. In: WhatsApp e Educação: entre mensagens, imagens e sons. Porto, Cristiane. Oliveira, Kaio Eduardo. Chagas, Alexandre (org). Salvador: EDUFBA, 2017.

NÓVOA, Antônio. Escolas e Professores proteger, transformar, valorizar. Salvador: SEC/IAT, 2022.

RICHARDSON, Roberto Jarry. Pesquisa Social: métodos e técnicas. São Paulo: Atlas, 2012.

SILVA, Daniela Mendes Vieira; ESQUINCALHA, Agnaldo da Conceição. Novelos de interações caóticas em uma comunidade virtual de prática de professores que ensinam matemática. Revista Docência e Cibercultura, v. 6, n. 3, p. 15–37, 13 set. 2022.

SILVA, Daniela Mendes Vieira; ESQUINCALHA, Agnaldo da Conceição. A tessitura do conhecimento em grupos de WhatsApp. Revista Brasileira de Aprendizagem Aberta e a Distância, v. 20, n. 1, p. 1-27, mar. 2021. Disponível em: http://seer.abed.net.br/index.php/RBAAD/article/view/465.

https://doi.org/10.17143/rbaad.v20i1.465. Acesso em: 23 set. 2022.

Downloads

Publicado

2023-07-05

Como Citar

LOZANO, Abel Rodolfo Garcia; DA SILVA, Daniela Mendes Vieira; DA SILVA, Fabio Menezes; DE SOUZA, Marcele Câmara; PETITO, Priscila Cardoso. EXPERIÊNCIAS DO LABORATÓRIO DE MATEMÁTICA EM CASA PARA A LICENCIATURA EM PEDAGOGIA: UM OLHAR SOB O CONTEXTO REMOTO. Revista Docência e Cibercultura, [S. l.], v. 7, n. 1, p. 01–23, 2023. DOI: 10.12957/redoc.2023.70292. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/re-doc/article/view/70292. Acesso em: 17 abr. 2024.