UMA EXPERIÊNCIA FORMATIVA NO ENSINO REMOTO: POSSIBILIDADES PARA PENSAR O PROCESSO DE FORMAÇÃO DOCENTE PARA O USO DAS TECNOLOGIAS DIGITAIS

Autores

DOI:

https://doi.org/10.12957/redoc.2022.66564

Palavras-chave:

Formação docente. Processo formativo. Tecnologias digitais.

Resumo

A pandemia provocou uma busca por instrumentalização técnica e estratégias didáticas que pudessem contribuir com a prática dos professores. Com base neste cenário, o presente estudo, de abordagem qualitativa e natureza exploratória, tem por objetivo refletir a respeito da formação docente oferecida pelo grupo de estudos e pesquisas DidaTic, como alternativa para pensar o processo formativo no período pandêmico. Este estudo trata especificamente da formação realizada no ano de 2021 de forma online com o tema “Classroom para a educação básica”. Os dados foram coletados por meio de um questionário online realizado ao final da formação, além de observação participante, na tentativa de encontrar indicadores que pudessem subsidiar reflexões para se pensar o processo formativo de professores para o uso didático das tecnologias. Para isso, os aspectos considerados foram: o desenho didático, a natureza dos encontros, as contribuições dos encontros para a prática educativa e o acompanhamento sistematizado das atividades realizadas. Os resultados revelam que os encontros formativos se configuraram como espaço coletivo de aprendizagem, de comunicação e de interatividade entre os participantes e formadores. Ainda, os resultados demonstraram que o processo formativo favoreceu o pensar e repensar das práticas pedagógicas relativas ao uso das tecnologias digitais e se constituiu em uma alternativa de formação docente diferenciada.

Biografia do Autor

Renata Melissa Boschetti Cabrini, Universidade Estadual de Londrina

Mestranda em educação. Possui graduação em Pedagogia - Licenciatura Plena pela Universidade Estadual de Maringá 2005, Pós Graduação em Avaliação pela Universidade Estadual de Londrina 2009 e em Mídias Integradas na Educação pela Universidade Federal do Paraná 2011. Participou do Programa de desenvolvimento Educacional - PDE 2014. Professora pedagoga da Rede de Ensino Estadual do Paraná em exercício 2005.

Camila Fernandes de Lima Ferreira, Universidade Estadual de Londrina

Doutoranda pelo Programa de Pós-Graduação em Educação - PPEDU, da Universidade Estadual de Londrina-UEL. Mestre em Educação (2014) pela Universidade Estadual de Londrina (2012). Possui graduação em Pedagogia pela Universidade Norte do Parana (2007). Pós-graduação - Especialização em Informática na Educação pela Universidade Estadual de Londrina (2010). Atualmente é Coordenadora Acadêmica Geral da EAD do Centro Universitário Filadélfia - UniFil. Atua, também como Docente na mesma instituição. Já coordenou os cursos de Licenciatura em Pedagogia e de Pós-graduação em Docência do Ensino Superior, na mesma instituição. Compõe o Banco de Avaliadores de Curso e de Avaliadores Institucional do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior - BASis Possui experiência na área de Educação, atuando nos seguintes temas: Formação de Professores, Tecnologias e aprendizagem, Educação a Distância e Avaliação da Aprendizagem. Possui ainda experiência na regulação do ensino superior, participando de processos de autorização/reconhecimento de cursos. Membro do Grupo de Pesquisa Didatic - didática, aprendizagem e tecnologia e do Grupo de Pesquisa Travessias Luso-Brasileiro na Educação da Infância

Dirce Aparecida Foletto de Moraes, Universidade Estadual de Londrina - UEL

Doutora em Educação pela FCT/UNESP de Presidente Prudente.

Professora do Programa de pós-graduação em Educação do departamento de educação da Universidade Estadual de Londrina/UEL, atua nas áreas de didática, tecnologia educacional, avaliação e formação de professores.

Diene Eire de Mello, Universidade Estadual de Londrina

Doutora em Educação pela UEM (2010). Pós doutora em Educação com foco em e-learning pela Universidade Aberta de Portugal (2015). É docente do Programa de pós-graduação em Educação (PPEDU-UEL), com ênfase em formação de professores, atuando principalmente nos seguintes temas de pesquisa: formação de professores, ensino, educação, tecnologias e aprendizagem e educação a distância. Coordenadora do NDE (Núcleo de Desenvovimento Estrututurante) do Curso de Pedagogia. Editora chefe da Revista Educação em Análise. Coordenadora do Grupo de Pesquisa DidaTic. Site do Grupo de Pesquisa: https://ueldidatic.wixsite.com/website. Coordenadora do NDE do Curso de Pedagogia. Membro representante do Curso de Pedagogia no FOPE-UEL (Fórum Permanente das licenciaturas). Coordenadora do Curso de Especialização em Docência na Educação Superior (CEMAD- UEL). Coordenadora do GT-11 - Comunicação e Educação- Anped Sul.

Referências

BADIA, A.; MONERO, C. Ensino e Aprendizado de estratégias de aprendizagem em ambientes virtuais, In: COLL, C.; MONEREO, C. (Orgs.). Psicologia da educação virtual: aprender e ensinar com as tecnologias da informação e comunicação. Porto Alegre: Artmed, 2010.

BELLONI, M. L. Educação a distância e inovação tecnológica. Trabalho, Educação e Saúde,v.3 n.1,p.187-198, 2005.

BRUNO, A. R. Formação de professores na cultura digital: aprendizagens do adulto, educação aberta, emoções e docências. Salvador: Edufba, 2021. 188 p.

CASTRO, L. H. M. de.; SANTOS, R. dos. Ambiências formativas em tempo de novas educações: o que aprendemos ensinamos com a pandemia. Revista artes de educar, Rio de janeiro, v.6 2020. Disponível em: https://doi.org/10.12957/riae.2020.52284 Acesso em: 28 de out. 2021.

COLL, C.; MONEREO, C. (orgs.). Psicologia da educação virtual: aprender e ensinar com as tecnologias da informação e da comunicação. Porto Alegre: Artmed, 2010.

FANTIN, M.; RIVOLTELLA, P. C. Cultura digital e escola: pesquisa e formação de professores. Campinas, SP: Papirus. 2012.

FREIRE, P. Extensão ou comunicação? Prefácio de Jacques Chonchol. 7. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1983

FREITAS, M. T. D. A. Janela sobre a utopia: computador e internet a partir do olhar da abordagem histórico-cultural. In: Reunião anual da associação nacional de pós-graduação e pesquisa em educação. Caxambu: ANPEd. p.1-14. 2009.

GATTI, B. A. Professores do Brasil: novos cenários de formação. Brasília: UNESCO, 2019.

GIL, A.C. Como elaborar projetos de pesquisa. 5 ed. São Paulo: Atlas, 2010.

KENSKI, V. M. A urgência de propostas inovadoras para a formação de professores para todos os níveis de ensino. Rev. Diálogo Educ., Curitiba, v. 15, n. 45, p. 423-441, maio/ago. 2015.

LUCENA, S; SANTOS, S. V. C. de A.; MOTA, G. M. da. Formação continuada de professores com as tecnologias móveis digitais. Educ. foco, Juiz de Fora, v. 25, n. 2, p. 315-338, jan/abr 2020.

MORAES, D. A. F. de; OLIVEIRA, D. E. de M. B.; BROIETTI, F. C. D.; STANZANI, E. de L. O uso de tecnologias digitais por professores da escola básica: realidades do contexto educativo. Boletim Técnico do Senac. Rio de Janeiro, v. 41, n. 2, p. 48-63, maio/ago. 2015.

MOREIRA, D. & BARROS, D. (2020) Como estruturar atividades para o ensino online: orientações para a prática síncrona e assíncrona. Disponível em: https://repositorioaberto.uab.pt/handle/10400.2/9592. Acesso em 27 mar 2022.

NÓVOA, António. Firmar a posição, afirmar a profissão docente. Cadernos de Pesquisa. V. 47 n. 166 p. 1106-1133 out/dez. 2017.

NÓVOA, António. Escolas e Professores: proteger, transformar, valorizar. Salvador: Sec/Iat, 2022. 116 p. Colaboração de Yara Alvim.

PEIXOTO, Joana. Relações entre sujeitos sociais* e objetos técnicos** uma reflexão necessária para investigar os processos educativos mediados por tecnologias. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, v. 20, n. 61, p. 317-332, 2015. Trimestral. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S1413-24782015206103. Acesso em: 25 set. 2021.

PIMENTEL, Mariano. Princípios do desenho didático da educação online. Revista Docência e Cibercultura, Rio de Janeiro, v. 2, n. 3, p. 33-53, 10 jan. 2019. Trimestral. Universidade de Estado do Rio de Janeiro. Disponível em: https://doi.org/10.12957/redoc.2018.36409Bxk1NQAV58dbhRg. Acesso em: 13 abr. 2022.

PRETO, N. Escolas Muradas. Anuário TIC Educação 2014. São Paulo, SP: CETIC, 2015.

SANAVRIA, C. Z. Cultura Digital e Educação: A formação de professores no atual contexto informacional. Perspectivas em Diálogo, Naviraí, v. 7 n. 12 (especial), p. 8-27, 2019.

SANTOS, E.; SILVA, M. O desenho didático interativo na Educação Online. Revista Iberoamericana de Educación. [s. l], v. 2, n. 49, p. 267-287, 2009. Quadrimestral.

SANTOS, E. Pesquisa-formação na cibercultura. Teresina: EDUFPI, 2019.

SANTOS, J. F. dos. O que é pós-moderno. São Paulo: Brasiliense, 1987.

SANTOS, R. dos; SANTOS, E. O. dos. Docência na contemporaneidade: práticas e processos da cibercultura. In: FERREIRA, G. M. dos S. (org.). Educação e tecnologia: parcerias. Rio de Janeiro: Editora Universidade Estácio de Sá, 2012. p. 11-223. Disponível em: https://www.academia.edu/9547299/Educa%C3%A7%C3%A3o_e_tecnologia_parcerias. Acesso em: 20 maio 2021.

SANTOS, T.; SÁ, R. A. de. O olhar complexo sobre a formação continuada de professores para a utilização pedagógica das tecnologias e mídias digitais. Educar em Revista, Curitiba, v. 37, p. 01-20, 2021. Disponível em: https://doi.org/10.1590/0104-4060.72722. Acesso em: 11 jun. 2021.

SILVA, Bento. D. DA, & RIBEIRINHA, T. (2020). Cinco lições para a educação escolar no pós covid-19. v. 10 n. 1 (2020): Educação -Número temático - cenários escolares em tempo de covid-19, p.194–210. Disponível em: https://periodicos.set.edu.br/educacao/article/view/9075. Acesso em: Jun. de 2021.

SILVA, M. Interatividade na educação híbrida. In: PIMENTEL, M.; SANTOS, E.; SAMPAIO, F. F. (orgs.). Informática na educação: interatividade, metodologias e redes. Porto Alegre: Sociedade Brasileira de Computação, 2021. (Série Informática na Educação, v.3). Disponível em: <https://ieducacao.ceie-br.org/interatividade>

UNESCO [UNITED NATIONS EDUCATIONAL, SCIENTIFIC AND CULTURAL ORGANISATION] COVID-19 Educational disruption and response. Disponível em: http://www.iiep.unesco.org/en/covid-19-educational-disruption-and-response-13363. Acesso em: 19 mar. 2022.

Downloads

Publicado

2022-10-06

Como Citar

CABRINI, Renata Melissa Boschetti; FERREIRA, Camila Fernandes de Lima; MORAES, Dirce Aparecida Foletto de; MELLO, Diene Eire de. UMA EXPERIÊNCIA FORMATIVA NO ENSINO REMOTO: POSSIBILIDADES PARA PENSAR O PROCESSO DE FORMAÇÃO DOCENTE PARA O USO DAS TECNOLOGIAS DIGITAIS. Revista Docência e Cibercultura, [S. l.], v. 6, n. 5, p. 177–193, 2022. DOI: 10.12957/redoc.2022.66564. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/re-doc/article/view/66564. Acesso em: 21 maio. 2024.