OS DESAFIOS DA DOCÊNCIA NO CONTEXTO DA PANDEMIA DA COVID-19: ESTUDO DE CASO DE FLORIANÓPOLIS

Autores

DOI:

https://doi.org/10.12957/redoc.2022.66556

Palavras-chave:

Docência. Políticas Educacionais, Pandemia da Covid-19, Florianópolis

Resumo

Este estudo de caso teve como objetivo investigar as políticas educacionais do ensino fundamental no âmbito da Rede Municipal de Ensino de Florianópolis (RMEF), no período pandêmico inicial, e seus principais efeitos na docência. De cunho bibliográfico e documental, a investigação se ancorou na abordagem do Policy Cycle Approach, proposto por Ball e colaboradores. Baseando-nos nos contextos analíticos do processo político, mapeamos e analisamos as principais diretrizes, concepções, interesses, tensões e atores que atuaram na arena política no período. As evidências indicam que no contexto da RMEF a implantação das aulas remotas e a criação do Portal Educacional, com o protagonismo dos docentes no seu desenvolvimento, foram as principais medidas adotadas. Tais medidas foram marcadas por tensionamentos políticos e pedagógicos entre diferentes segmentos da sociedade. Nesta tessitura, foi emblemático o engajamento dos docentes na reformulação das práticas curriculares, por meio da reorganização dos tempos e espaços educativos (preponderantemente virtuais) e no uso de artefatos tecnológicos digitais nos processos de ensino e aprendizagem que resultaram em mudanças significativas no âmbito da docência. Diante disto, concluímos ser crucial a criação de um conjunto orgânico de programas educacionais, com financiamento robusto, que articulem o ensino, a pesquisa e a extensão de modo a investigar os efeitos do ensino remoto, forjando uma ciência pedagógica que dialogue com o vivido e que possa subsidiar medidas efetivas em favor do direito à educação.

Biografia do Autor

Vânio Cesar Seemann, Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC) e Observatório de Práticas Escolares (OPE)

É Orientador Educacional na Secretaria Municipal de Educação de Florianópolis. Doutorando em Educação na linha Políticas Educacionais, Ensino e Formação (PPGE/FAED/UDESC), Mestre em Educação e graduação em Pedagogia - Orientação Educacional. Pesquisador integrante do Observatório de Práticas Escolares (OPE) no PPGE/FAED/UDESC.

Geovana Mendonça Lunardi Mendes, Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC). Observatório de Práticas Escolares (OPE)

Doutora em Educação pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). Coordenadora do Observatório de Práticas Escolares (OPE), bolsista produtividade em pesquisa do CNPq  e presidente da Anped (2019-2024). É professora titular no quadro permanente do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE) do Centro de Ciências Humanas e da Educação (FAED) na Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), em Florianópolis, no estado de Santa Catarina, Brasil.

Referências

AGAMBEN, Giorgio. et al. Sopa de Wuhan. e-book. ASPO, 2020. Disponível em: <https://bit.ly/sopadewuhan>. Acesso em: 12 jul. 2020.

ANPED. Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação. Posicionamento sobre o Parecer do CNE que trata da Reorganização dos Calendários Escolares durante a pandemia. 2020. Disponível em: <http://www.anped.org.br/news/posicionamento-sobre-o-parecer-do-cne-que-trata-da-re organizacao-dos-calendarios-escolares>. Acesso em: 04 set. 2020.

APARICI, Roberto (org.). Trad. Luciano Menezes Reis. Educomunicação: para além do 2.0. São Paulo: Paulinas, 2014.

BALL, Stephen J. Education reform: A critical and post-structural approach. Busckingham: Open University Press, 1994.

BALL. Stephen J.; MAGUIRE, Meg; BRAUN, Annette. Como as escolas fazem as políticas. Atuação em escolas secundárias. Ponta Grossa: UEPG, 2016.

BAUMAN, Zygmunt. Do peregrino a turista, o una breve história de la indentidad. In: HALL, Stuart: DU GAY, Paul. (orgs). Cuestiones de identidade cultural. Buenos Aires: Amorrortu, 2003.

BIERNATH, André. Quais as semelhanças entre a Covid-19 e outras pandemias do passado. VEJA, Saúde, São Paulo, 23 mar. 2020. Disponível em: <https://saude.abril.com.br/blog/tunel-do-tempo/semelhancas-covid-pandemias-passado/>. Acesso em: 05 set. 2020.

BOWE, Richard; BALL, Stephen J.; GOLD, Anne. Reforming education & changings schools: case studies em Policy Sociology. London: Routledge, 1992.

CEESC. Conselho Estadual de Educação de Santa Catarina. Resolução CEE/SC n. 009/2020, de 19 de março de 2020. Dispõe sobre o regime especial de atividades escolares não presenciais no Sistema Estadual de Educação de Santa Catarina, para fins de cumprimento do calendário letivo do ano de 2020, como medida de prevenção e combate ao contágio do Coronavírus (COVID-19). 2020a. Disponível em: <http://www.cee.sc.gov.br/index.php/legislacao-downloads/educacao-basica/outras-modalidades-de-ensino/educacao-basica/educacao-basica-ensino-especial-resolucoes/18 12-resolucao-2020-009-cee-sc-2>. Acesso em: 06 jul. 2020.

CEESC. Conselho Estadual de Educação de Santa Catarina. Resolução CEE/SC n. 049/2020, de 22 de junho de 2020. Dá nova redação ao art. 2º e revoga o § 4º do art. 3º da Resolução CEE/SC nº 009/2020 e aplica ao Sistema Estadual de Educação de Santa Catarina o disposto no Parecer CNE/CP nº 5/2020. 2020b. Disponível em: <http://www.cee.sc.gov.br/index.php/downloads/documentos-diversos/normas-de-enfrentamento-ao-covid-19/1850-resolucao-200-049-cee-sc>. Acesso em: 06 jul. 2020.

CIMERMAN, Sérgio. et al. Profundo impacto do COVID-19 na saúde da América Latina: o caso do Brasil. Braz J Infect Dis, Salvador, v.24, n.2, p. 93-95, mar./abr. 2020. Disponível em: <https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1413-86702020000200093&script= sciarttext>. Acesso em: 06 set. 2020.

CMEF. Conselho Municipal de Educação de Florianópolis. Facebook, 04 set. 2020. Disponível em: <https://www.facebook.com/conselhoeducacaoflorianopolis/photos/a.1675601659376706/2687425341527661/>. Acesso em: 08 set. 2020.

CMF. Câmara Municipal de Florianópolis. Lei Municipal n. 10.701, de 22 de abril de 2020. Autoriza o regime especial de atividades de aprendizagens não presenciais para a educação básica da rede municipal de ensino de Florianópolis, para fins de validação da carga horária mínima anual exigida para o cumprimento do ano letivo de 2020, em consonância com a prevenção da pandemia do coronavírus (covid-19) e dá outras providências. Diário Oficial Municipal, Florianópolis, n. 2675, p. 1, 22 abr. 2020.

CURY, Carlos Roberto Jamil. A questão Federativa e a Educação Escolar. In: OLIVEIRA, Romualdo Portela de; SANTANA, Wagner (orgs.). Educação e Federalismo no Brasil: combater as desigualdades, garantir a diversidade. Brasília: UNESCO, 2010. p. 149-169. Disponível em: <https://crianca.mppr.mp.br/arquivos/File/publi/unesco/educacao_federalismo.pdf>. Acesso em: 22 jul. 2020.

FERREIRA, Guilherme. A crise do Multilateralismo e as lições para os processos de integração regional. Observatório de Regionalismo, Campinas, 16 out. 2019. Disponível em: <http://observatorio.repri.org/2019/10/16/a-crise-do-multilateralismo-e-as-licoes-para-os-processos-de-integracao-regional/>. Acesso em: 04 set. 2020.

FLORIANÓPOLIS. Gabinete do Prefeito. Decreto Municipal n. 21.340, de 13 de março de 2020. Dispõe sobre as medidas para enfrentamento da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente da infecção humana pelo novo coronavírus (covid-19) e dá outras providências. Diário Oficial do Município, Florianópolis, n. 2646, p. 2-3, 13 mar. 2020a.

FLORIANÓPOLIS. Decreto Municipal n. 21.347, de 16 de março de 2020. Altera o decreto nº 21.340, de 2020, que dispõe sobre as medidas para enfrentamento da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente da infecção humana pelo novo coronavírus (covid-19) e dá outras providências. Diário Oficial do Município, Florianópolis, n. 2647, p. 1-4, 16 mar. 2020b.

FLORIANÓPOLIS. Decreto Municipal n. 21.352, de 17 de março de 2020. Declara situação anormal, caracterizada como situação de emergência no município de Florianópolis, em razão da pandemia decorrente da infecção humana pelo novo coronavírus (covid-19), o avanço das infecções no brasil e dá outras providências. Diário Oficial do Município, Florianópolis, n. 2648, p. 3-4, 17 mar. 2020c.

FLORIANÓPOLIS. Decreto Municipal n. 21.354, de 18 de março de 2020. Aprimora as medidas de enfrentamento ao covid-19, altera o decreto nº 21.340, de 2020, suspende os efeitos do decreto nº 12.374, de 2013, e dá outras providências. Diário Oficial do Município, Florianópolis, n. 2649, p. 10-11, 18 mar. 2020d.

FLORIANÓPOLIS. Decreto Municipal n. 21.368, de 27 de março de 2020. Prorroga as medidas de enfrentamento ao covid-19 e dá outras providências. Diário Oficial do Município, Florianópolis, n. 2657, p. 2, 27 mar. 2020e.

FLORIANÓPOLIS. Decreto Municipal n. 21.444, de 12 de abril de 2020. Prorroga as medidas de enfrentamento ao covid-19, altera o Decreto n. 21.340, de 2020, suspende os efeitos do decreto n. 12.374, de 2013, e dá outras providências. Diário Oficial do Município, Florianópolis, n. 2667, p. 2, 12 abr. 2020f.

FLORIANÓPOLIS. Decreto Municipal n. 21.569, de 15 de maio de 2020. Consolida as medidas para enfrentamento da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente da infecção humana pelo novo coronavírus (covid-19) e dá outras providências. Diário Oficial do Município, Florianópolis, n. 2690, p. 5-9, 15 maio. 2020g.

FLORIANÓPOLIS. Decreto Municipal n. 21.692, de 30 de junho de 2020. Fortalece medidas de enfrentamento ao covid-19 dispostas no Decreto n. 21.569, de 2020 e alteradas pelo Decreto n. 21.673 e 21.674, de 2020. Diário Oficial do Município, Florianópolis, n. 2722, p. 1-2, 30 jun. 2020h.

FREIRE, Paulo. Extensão ou comunicação? Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2013.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido. 12. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1987.

GATTI, Bernadete Angelina. Possível reconfiguração dos modelos educacionais pós-pandemia. Estudos avançados, v. 34, n. 100, p. 21.49, 2020. Disponível em: <https://www.scielo.br/j/ea/a/7M6bwtNMyv7BqzDfKHFqxfh/?lang=pt&format=pdf>. Acesso em: 18 mar. 2021.

GRANDFPOLIS. Associação dos Municípios da Grande Florianópolis. Institucional. 2020. Disponível em: <https://www.granfpolis.org.br/cms/pagina/ver/ codMapaItem/43178>. Acesso em: 04 set. 2020.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Cidades. 2020. Disponível em: <https://cidades.ibge.gov.br/brasil/sc/florianopolis/pesquisa/13/5908>. Acesso em: 07 set. 2020.

INEP. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Sinopse estatística do Censo Escolar. Brasília: INEP, 2019. Disponível em: . Acesso em: 07 set. 2020.

ISTO É. Macron declara “guerra” ao coronavírus e impõe confinamento quase total na França. 16 mar. 2020. Disponível em: <https://www.istoedinheiro.com.br/macron-declara-guerra-ao-coronavirus-e-impoe-confinamento-quase-total-na-franca/>. Acesso em: 05 set. 2020.

LAURINDO, Jean. Florianópolis registra primeiro caso de coronavírus em pessoa que se cadastrou por QR Code. Saúde. NSC Mais, Florianópolis, 09 mar.2020. Disponível em: <https://www.nsctotal.com.br/noticias/florianopolis-registra-primeiro-caso-de-coron avirus-em-pessoa-que-se-cadastrou-por-qr-code>. Acesso em: 07 set. 2020.

LÉVY, Pierri. A inteligência coletiva: por uma antropologia do ciberespaço. 4. ed. São Paulo: Loyola, 2003.

MARTINS, Valéria.; MÜLLER, Paulo. Envio de SMS para avisar quem mora perto de pessoas com coronavírus começa a funcionar em Florianópolis. G1 SC, 01 abr. 2020. Disponível em: <https://g1.globo.com/sc/santa-catarina/noticia/2020/04/01/envio-de-sms-para-avi sar-quem-mora-perto-de-pessoas-com-coronavirus-comeca-a-funcionar-em-florianop olis.ghtml>. Acesso em: 06 set. 2020.

ND NOTÍCIAS. Florianópolis: TV Câmara começa a exibir conteúdos didáticos aos alunos da rede municipal de ensino. Florianópolis, 24 ago. 2020. Disponível em: <https://ndmais.com.br/educacao/florianopolis-tv-camara-comeca-a-exibir-conteudo s-didaticos-aos-alunos-da-rede-municipal-de-ensino/>. Acesso em: 08 set. 2020.

NÓVOA, Antonio. A pandemia de Covid-19 e o futuro da Educação. Revista Com Censo, v. 7, n. 3, ago.; 2020. Disponível em: <http://periodicos.se.df.gov.br/index.php/comcenso/article/view/905/551>. Acesso em: 22 mar. 2022.

OLIVEIRA, Erik Cunha; SANTOS, Vera. Adoecimento mental docente em tempos de pandemia. Brazilian Journal of Development, Curitiba, v.7, n.4, p. 39193-39199, abr. 2021. Disponível em: <https://www.brazilianjournals.com/index.php/BRJD/article/view/28307/ 22408>. Acesso em: 30 mar. 2022.

OLIVEIRA, João Batista Araújo e; GOMES, Matheus; BARCELLOS, Thais. A Covid-19 e a volta às aulas: ouvindo as evidências. Ensaio - Avaliação de Políticas Públicas Educacionais, Rio de Janeiro, v.28, n.108, p. 555-578, jul./set. 2020. Disponível em: <https://www.scielo.br/pdf/ensaio/v28n108/1809-4465-ensaio-28-108-0555.pdf>. Acesso em: 17 set. 2020.

OLIVEIRA, Maria Marly de. Como fazer pesquisa qualitativa. Petrópolis: Vozes, 2007.

PALHARES, Isabela. Fechadas a três meses, escolas repensam formato para retomar aulas. Folha de São Paulo, São Paulo, 13 jun. 2020. Equilíbrio e Saúde. Disponível em: <https://www1.folha.uol.com.br/educacao/2020/06/fechadas-ha-tres-meses-escolas-repen sam-formato-para-retomar-aulas.shtml>.Acesso em: 07 jul. 2020.

PARAIZO, Lucas. Prefeituras estudam protocolos e volta às aulas na Grande Florianópolis ainda é incerta. NSC Total. Educação. 10 set. 2020. Disponível em: <https://nsctotal.com.br/noticias/prefeiuras-estudam-protocolos-e-volta-as-aulas-na-grand e-florianopolis-ainda-e-incerta>. Acesso em: 16 set. 2020.

PRIETO CASTILLO, Daniel. Construir nossa palavra de educadores. In: APARICI, Roberto (org.). Trad. Luciano Menezes Reis. Educomunicação: para além do 2.0. São Paulo: Paulinas, 2014. p. 45-58

RAPOSO, Marco. Covid- 19 e o necessário fim do ano letivo. Terapia Política, 03 jul. 2020. Disponível em: <https://terapiapolitica.com.br/2020/07/03/covid-19-e-o-necessario-fim-do-ano-letivo/?fbclid=IwAR16WjE_Hlm4AdCSuxCym_yy94mieOrIIK KSkS4Z1Sp6kn MOa4ACaVf0InY>. Acesso em: 08 jul. 2020.

R7. Santa Catarina confirma dois casos de coronavírus; Brasil tem 83. Saúde. 12 mar. 2020. Disponível em: <https://noticias.r7.com/saude/santa-catarina-confirma-dois-casos-de-coronavirus-brasil-tem-83-12032020>. Acesso em: 07 set. 2020.

SÁ-SILVA, Jackson Ronei; ALMEIDA, Cristóvão Domingues de; GUINDANI, Joel Felipe. Pesquisa documental: pistas teóricas e metodológicas. Revista Brasileira de História & Ciências Sociais, Rio Grande, n. 1, p. 1-15, jul. 2009. Disponível em: <https://periodicos.furg.br/rbhcs/article/view/10351/0>. Acesso em: 12 jul. 2020.

SINTRASEM. Sindicato Dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal de Florianópolis. Gean se aproveita dos ACTs para tentar atropelar conselho de educação. Prefeitura ignora CME e quer aprovar projeto que condiciona emprego dos ACTS ao trabalho remoto. 2020. Disponível em: <https://www.facebook.com/sintrasem/photos/a.1409375102675055/2716257778653441>. Acesso em: 07 jul. 2020.

SMEF. Secretaria Municipal de Educação de Florianópolis. Portaria SME n. 156/2020, de 01 de abril de 2020. Dispõe sobre a codificação de frequência para os profissionais do magistério e civil da secretaria municipal de educação de Florianópolis conforme decreto 21.347/2020, normatiza as atividades não presenciais e dá outras providências. Diário Oficial Municipal, Florianópolis, n. 2662, p. 7, 03 abr. 2020a.

SMEF. Secretaria Municipal de Educação de Florianópolis. Portal Educacional. 2020b. Disponível em: <https://sites.google.com/sme. pmf.sc.gov.br/portaleducacional/espa%C3%A7o-do-pr ofes sor?authuser=0>. Acesso em: 17 set. 2020.

SOUZA, Christiane Maria Cruz de. Dossiê gripe espanhola no Brasil. História, Ciências, Saúde, Rio de Janeiro, v. 12, n. 1, p. 71-99, jan./abr. 2005. Disponível em: <https://www.scielo.br/pdf/hcsm/v12n1/05.pdf>. Acesso em: 06 set. 2020.

UJVARI, Stefan Cunha. Pandemias. A humanidade em Risco. São Paulo: Contexto, 2011.

VALADARES, Marcelo. Coronavírus faz educação a distância esbarrar no desafio do acesso à internet e da inexperiência dos alunos. O Globo, São Paulo, 23 mar. 2010. Educação. Disponível em: <https://g1.globo.com/educacao/noticia/2020/03/23/ coronavirus-faz-educacao-a-Distancia-esbarrar-no-desafio-do-acesso-a-internet-e-da-ine xperiencia-dos-alunos.ghtml>. Acesso em: 05 jul. 2020.

VASCONCELOS, Paula Martins Farias; ASTIGARRAGA, Andréa Abreu. Prática Docente, Experiência Formadora, Ensino Remoto em Tempos de Covid-19. Ensino em Perspectivas, Fortaleza, v. 2, n. 1, p. 1-11, 2021.

WERNECK, Guilherme Loureiro; CARVALHO, Marilia Sá Carvalho. A pandemia de COVID-19 no Brasil: crônica de uma crise sanitária anunciada. Cadernos de Saúde Pública, São Paulo, v. 36, n. 25, p. 1-4, 2020. Disponível em: <https://scielosp.org/pdf/csp/2020.v36n5/e00068820/pt>. Acesso em: 04 set. 2020.

YIN, Robert K. Estudo de caso. Planejamento e métodos. 2. ed. Porto Alegre: Bookmann, 2001.

Downloads

Publicado

2022-10-06

Como Citar

SEEMANN, Vânio Cesar; LUNARDI MENDES, Geovana Mendonça. OS DESAFIOS DA DOCÊNCIA NO CONTEXTO DA PANDEMIA DA COVID-19: ESTUDO DE CASO DE FLORIANÓPOLIS. Revista Docência e Cibercultura, [S. l.], v. 6, n. 5, p. 351–373, 2022. DOI: 10.12957/redoc.2022.66556. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/re-doc/article/view/66556. Acesso em: 21 jul. 2024.