OS DESAFIOS DA IMPLEMENTAÇÃO DOS ENSINOS REMOTO E HÍBRIDO NA PANDEMIA DA COVID-19 EM UMA ESCOLA PÚBLICA DO DISTRITO FEDERAL

Autores

DOI:

https://doi.org/10.12957/redoc.2022.66552

Palavras-chave:

Educação. Organização do Trabalho Pedagógico. Pandemia. Escola.

Resumo

O presente estudo teve por objetivo versar sobre os desafios da implementação dos ensinos remoto e híbrido na pandemia da COVID-19 em uma escola pública de anos iniciais do Ensino Fundamental em Ceilândia, Distrito Federal, Brasil. Empreendeu-se um apanhado da realidade educacional de professores e estudantes no período pandêmico, ressaltando as medidas tomadas pelos gestores da Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal, com foco na Organização do Trabalho Pedagógico – ação implementada no biênio 2020-2021. Como investigação de caráter qualitativo, promoveu-se um estudo de caso único, com análise documental, observação participante, questionário aplicado a professores, coordenadores e gestores, além da utilização de pesquisa bibliográfica. Como referencial teórico fez-se uso de Veiga (2013), Lorenzet e Zitkoski (2017), Villas Boas (2017), Silva (2020), entre outros. Constatou-se que, no âmbito coletivo, as ações pedagógicas estabelecidas pela escola contribuíram para melhor entendimento do desenvolvimento de uma proposta pedagógica pautada na colaboração entre os pares, promovendo a comunicação e a interação para a melhoria das aprendizagens.

 

Biografia do Autor

Daniela Pereira dos Santos, Universidade de Brasília

Mestranda em Educação pela Universidade de Brasília (UNB); Prof.ª da Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal (SEEDF). Membra do grupo de pesquisa “Currículo e Processo Formativo: inovação e interdisciplinaridade”. 

Afonso Wescley de Medeiros Santos, Universidade de Brasília

Mestrando em Educação pela Universidade de Brasília; Prof.º da Secretaria de Estado de educação do Distrito Federal (SEDF); Membro do grupo de pesquisa “Currículo e Processo Formativo: inovação e interdisciplinaridade”. 

Mara Rúbia Rodrigues da Cruz, Universidade de Brasília

Mestranda em Educação pela Universidade de Brasília (UnB), modalidade profissional; Prof.ª da Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal (SEEDF); Professora Assistente III do Centro Universitário do Distrito Federal (UDF); Membra do grupo de pesquisa “Currículo e Processo Formativo: inovação e interdisciplinaridade”. 

Francisco Thiago Silva, Universidade de Brasília

Professor adjunto do Departamento de Métodos e Técnicas da Faculdade de Educação – Universidade de Brasília (UnB), na área de Currículo, Didática e Avaliação; Professor credenciado ao Programa de Pós-Graduação em Educação – Modalidades: Acadêmica (PPGE) e Profissional (PPGEMP) na UnB; Doutor e Mestre em Educação e Currículo pela UnB; Licenciado em História e em Pedagogia; Líder do Grupo de Pesquisa do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPQ) “Currículo e Processo Formativo: inovação e interdisciplinaridade”; Membro da Associação Brasileira de Currículo (AbdC); Investigador na área de Currículo, Didática e Formação de Professores, Educação das Relações Étnico-Raciais, Direitos Humanos, Currículo Integrado, Interdisciplinaridade e Ensino de História; Atuou como professor da Secretaria de Educação do Distrito Federal (SEEDF) entre 2005-2018. 

Referências

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Brasília, 1988. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.htm>. Acesso em: 12 abr. 2022.

BRASIL. Decreto Legislativo n. 6, de 20 de março de 2020. Reconhece, para os fins do art. 65 da Lei Complementar n. 101, de 4 de maio de 2000, a ocorrência do estado de calamidade pública, nos termos da solicitação do Presidente da República encaminhada por meio da Mensagem n. 93, de 18 de março de 2020. Brasília, 2020a. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/portaria/DLG6-2020.htm>. Acesso em: 12 abr. 2022.

BRASIL. Lei n. 13.979, de 6 de fevereiro de 2020. Dispõe sobre as medidas para enfrentamento da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente do coronavírus responsável pelo surto de 2019. Brasília, 2020b. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2019-2022/2020/lei/l13979.htm#view>. Acesso em: 12 abr. 2022.

BRASIL. Lei Complementar n. 101, de 4 de maio de 2000. Estabelece normas de finanças públicas voltadas para a responsabilidade na gestão fiscal e dá outras providências. Brasília, 2000. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/lcp/lcp101.htm>. Acesso em: 12 abr. 2022.

BRASIL. Medida Provisória n. 934, de 1º de abril de 2020. Estabelece normas excepcionais sobre o ano letivo da educação básica e do ensino superior decorrentes das medidas para enfrentamento da situação de emergência de saúde pública de que trata a Lei n. 13.979, de 6 de fevereiro de 2020. Brasília, 2020c. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2019-2022/2020/mpv/mpv934.htm>. Acesso em: 12 abr. 2022.

BRASIL. Mensagem n. 93, de 18 de março de 2020. Brasília, 2020d. Disponível em: <https://www.camara.leg.br/proposicoesWeb/prop_mostrarintegra?codteor=1867428>. Acesso em: 12 abr. 2022.

DETERMINANTES SOCIAIS DA SAÚDE – DSS. Insegurança alimentar e COVID-19 no Brasil. 14 abr. 2021. Disponível em: <https://dssbr.ensp.fiocruz.br/inseguranca-alimentar-e-covid-19-no-brasil/>. Acesso em: 12 abr. 2022.

DISTRITO FEDERAL. Decreto n. 40.509, de 11 de março de 2020. Dispõe sobre as medidas para enfrentamento da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente do novo coronavírus, e dá outras providências. Brasília, 2020a. Disponível em: <http://www.buriti.df.gov.br/ftp/diariooficial/2020/03_Mar%C3%A7o/DODF%20025%2011-03-2020%20EDICAO%20EXTRA/DODF%20025%2011-03-2020%20EDICAO%20EXTRA.pdf>. Acesso em: 12 abr. 2022.

DISTRITO FEDERAL. Portaria n. 158, de 14 de julho de 2020. Aprova os calendários escolares reorganizados para o ano letivo de 2020. Brasília, 2020b. Disponível em: <http://www.sinj.df.gov.br/sinj/Norma/4711927a23b24e1fa89e7fe821d8db34/Portaria_158_10_07_2020.html>. Acesso em: 12 abr. 2022.

DISTRITO FEDERAL. Secretaria de Estado de Educação. Diretrizes Pedagógicas para Organização Escolar do 2º Ciclo para as Aprendizagens: BIA e 2º. Bloco. Brasília: SEEDF, 2014.

ESCOLA CLASSE 43 DE CEILÂNDIA – EC 43. Brasília, 2022a. Disponível em: <https://sites.google.com/edu.se.df.gov.br/ec43ceilandia>. Acesso em: 12 abr. 2022.

ESCOLA CLASSE 43 DE CEILÂNDIA – EC 43. Proposta Pedagógica. Brasília, 2022b.

FERREIRA JR., Amarilio; BITTAR, Marisa. A educação na perspectiva marxista: uma abordagem baseada em Marx e Gramsci. Interface – Comunicação, Saúde, Educação, v. 12, n. 26, p. 635-646, jul./set. 2008.

LORENZET, Deloize; ZITKOSKI, Jaime José. Contribuições pedagógicas em Institutos Federais: o supervisor escolar, o orientador e o pedagogo técnico-administrativo. Educação, Porto Alegre, v. 40, n. 3, p. 459-468, set./dez. 2017. Disponível em: <https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/faced/article/view/23946/16537>. Acesso em: 12 abr. 2022.

MARCONI, Marina de Andrade; LAKATOS, Eva Maria. Fundamentos de Metodologia Científica. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2007.

MINAYO, Maria Cecília de Souza (Org.). Pesquisa social: teoria, método e criatividade. 33. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2014.

SILVA, Francisco Thiago. Currículo de transição: uma saída para a educação pós-pandemia. Revista EDUCAmazônia – Educação Sociedade e Meio Ambiente, Humaitá, AM, a. 13, v. XXV, n. 1, p. 70-77, jan./jun. 2020. Disponível em: <https://periodicos.ufam.edu.br/index.php/educamazonia/article/view/7666/5363>. Acesso em: 12 abr. 2022.

UNITED NATIONS INTERNATIONAL CHILDREN'S EMERGENCY FUND – UNICEF. Cenário da Exclusão Escolar no Brasil: um alerta sobre os impactos da pandemia da COVID-19 na Educação. [S. l.]: CENPEC Educação, 2021.

VEIGA, Ilma Passos Alencastro (Org.). Projeto Político-Pedagógico da escola: uma construção possível. 29. ed. Campinas, SP. Papirus, 2013.

VILLAS BOAS, Benigna M. de Freitas (Org.). O dia a dia do trabalho pedagógico: contribuições para a formação do professor e dos estudos. In: Avaliação: interações com o trabalho pedagógico. Campinas, SP: Papirus, 2017.

Downloads

Publicado

2022-10-06

Como Citar

DOS SANTOS, Daniela Pereira; DE MEDEIROS SANTOS, Afonso Wescley; RODRIGUES DA CRUZ, Mara Rúbia; SILVA, Francisco Thiago. OS DESAFIOS DA IMPLEMENTAÇÃO DOS ENSINOS REMOTO E HÍBRIDO NA PANDEMIA DA COVID-19 EM UMA ESCOLA PÚBLICA DO DISTRITO FEDERAL. Revista Docência e Cibercultura, [S. l.], v. 6, n. 5, p. 230–251, 2022. DOI: 10.12957/redoc.2022.66552. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/re-doc/article/view/66552. Acesso em: 21 jul. 2024.