DE SONHOS E DEVANEIOS: UM OLHAR SOBRE AS METÁFORAS DO AMOR NA MPB E NO POP ROCK

Luciana Marino do Nascimento

Resumo


A escrita como construtora de uma realidade, assemelha-se aotraçado da viagem, exatamente por levar o leitor a um cenário, que éerguido pela palavra. Lembremos a frase bíblica “no princípio era overbo”. Assim o é a poesia, “filha da palavra”, conforme nos ensinaOctavio Paz. Paixão e desejo são temas recorrentes ao longo da culturae da literatura ocidentais e, sem dúvida, percorrem a MPB e PopRock envolto nas mais variadas metáforas e representações.Se a Ciência Médica na Grécia Antiga já postulou que o amore a paixão nascem no fígado, posteriormente afirmou-se que nascemno cérebro, através do olhar, que envia estímulos para o primeiro(SCLIAR, 1996). Seja como for, a ideia de amor encontra-se tão presentena literatura, no cinema, no teatro, na telenovela, como na músicae ao longo da tradição ocidental encontra seus primeiros ecosnos Diálogos de Platão (1979). Nos postulados do Filósofo Grego, oAmor era filho da Penúria e da Abundância – algo que escapava aoplano imediato das coisas deste mundo, como é descrito em O banquete,no qual entram em cena Eros e o desejo de continuação dosentimento e também o amor contemplativo nas palavras sublimes dasacerdotisa Diotima.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/soletras.2010.7040

Licença Creative Commons

SOLETRAS online - ISSN 2316 8838

Revista do Departamento de Letras

Faculdade de Formação de Professores da UERJ

Rua Dr. Francisco Portela, 1470 - Patronato - São Gonçalo - RJ

Cep: 24435-005 - e-mail: soletrasonline@yahoo.com.br