A metáfora conceptual como fator relevante para mudanças construcionais: um olhar sobre as microconstruções alto lá e toma lá dá cá

Flávia Saboya da Luz Rosa

Resumo


No presente artigo, objetiva-se traçar relações de duas metáforas conceptuais reconhecidas nos estudos cognitivistas, DISCUSSÃO É GUERRA e DISCUSSÃO DEFINE UM CAMINHO, com os processos que resultam em mudanças construcionais das microconstruções alto lá e toma lá dá cá. A pesquisa fundamenta-se na Linguística Cognitivo-Funcional (TOMASELLO, 1998) ou Linguística Funcional Centrada no Uso (adaptação de BYBEE, 2010). Este trabalho tem como base, sobretudo, a abordagem construcionalista de Traugott e Trousdale (2013) compatibilizada aos estudos sobre metáfora conceptual de Lakoff e Johnson (2003). Para a investigação pancrônica de alto lá (ROSA, 2019) valemo-nos do Corpus do Português e Corpus Tycho Brahe (século XIII ao XX), Diário do Congresso Nacional (séculos XX e XXI) e publicações contemporâneas da Web. Para o estudo sincrônico de toma lá dá cá (recorte de projeto em estágio inicial) foram coletados textos de 2000 a 2020 com uso da pesquisa avançada do Google. Por meio das análises dos contextos de mudança das microconstruções em foco, verifica-se o surgimento de novos conteúdos semânticos associados a conceptualizações socioculturalmente compartilhadas. Conclui-se, portanto, que a metáfora conceptual pode ser parte importante, junto a outros fatores tais como os históricos e os estruturais, nos processos de mudança e estabelecimento de construções linguísticas.

Palavras-chave


Metáfora conceptual; Mudança construcional; Construção; Funcionalismo; Cognitivismo

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/soletras.2021.56165

Licença Creative Commons

SOLETRAS online - ISSN 2316 8838

Revista do Departamento de Letras

Faculdade de Formação de Professores da UERJ

Rua Dr. Francisco Portela, 1470 - Patronato - São Gonçalo - RJ

Cep: 24435-005 - e-mail: soletrasonline@yahoo.com.br