A CONTENTIO DO LIVRO I DA UTOPIA DE MORUS

Ricardo Hiroyuki Shibata

Resumo


Para grande parte da fortuna crítica da Utopia, de ThomasMorus, a questão central desse diálogo quinhentista reside tão somentena configuração da república perfeita segundo os parâmetrosda filosofia especulativa de matriz platônica, reposta e reinterpretadano inicio do século XVI, em seu viés político e governativo. A partirdaí, muito se disse a respeito da administração do Estado, da relaçãoentre os vários atores sociais, do sistema de leis e da justiça, e damuita paz e sossego da ilha de Utopia – descrita em pormenor no LivroII – se comparada à imperfeição notória dos reinos temporais edos ilimitados interesses humanos.

Texto completo:

PDF


Licença Creative Commons

SOLETRAS online - ISSN 2316 8838

Revista do Departamento de Letras

Faculdade de Formação de Professores da UERJ

Rua Dr. Francisco Portela, 1470 - Patronato - São Gonçalo - RJ

Cep: 24435-005 - e-mail: soletrasonline@yahoo.com.br