Teoria na sala de aula: uma reflexão sobre a leitura na universidade

Marcia Lisboa

Resumo


Resumo: O artigo discute a resistência à teoria e suas repercussões nas práticas de leitura desenvolvidas na universidade. Busca-se construir perfis tipológicos dos professores de literatura, tomando como referência a clássica dicotomia entre estudo intrínseco e estudo extrínseco da literatura. Esses tipos de professores são definidos pela metodologia que desenvolvem e pelas concepções implícitas em sua atuação pedagógica. Para concluir, retoma-se a etimologia da palavra teoria para propor um ensino que harmonize teoria e sensibilidade, cujo objetivo seja a intensificação da fruição literária.

Palavras-chave: Teoria. Ensino. Leitura. Reflexão.



Theory in the classroom: a reflection on reading in the university


Abstract: The article discusses the resistance to theory (De Man, 1989) and its effects on reading practices developed at the university. Typological profiles of teachers of literature are built, taking as reference the classic dichotomy between the intrinsic and extrinsic study of literature. These types of teachers are defined by their methodology and implicit in their pedagogical performance. In conclusion, it is considered the etymology of the word theory to propose an education which harmonizes sensitivity and theory, whose goal is the intensification of literary enjoyment.


Key words: Theory. Teaching. Reading. Reflection.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/soletras.2012.3836

Licença Creative Commons

SOLETRAS online - ISSN 2316 8838

Revista do Departamento de Letras

Faculdade de Formação de Professores da UERJ

Rua Dr. Francisco Portela, 1470 - Patronato - São Gonçalo - RJ

Cep: 24435-005 - e-mail: soletrasonline@yahoo.com.br