Percepções da história e da crítica literárias acerca dos desdobramentos do Gótico na literatura brasileira do século XIX e o despontar do século XX

Maurício Menon

Resumo


Nas últimas décadas parece estar surgindo um interesse maior em torno do estudo da literatura gótica e de seus desmembramentos, como a literatura de terror e a de horror, bem como da forma como se manifestaram em terra brasileira. Este artigo pretende traçar um breve mapeamento sobre as percepções de alguns dos principais historiadores e críticos literários sobre tais manifestações na literatura brasileira. Seja no silêncio a respeito do assunto, seja nos comentários muitas vezes econômicos, as ideias desses estudiosos se revelam e fornecem pistas sobre autores e obras que incorporaram elementos do Gótico europeu e de seus derivados, revelando possíveis caminhos para pesquisas que busquem aprofundar a matéria, bem como revelar seu perfil. Selecionou-se um recorte de tempo, para este estudo, que prioriza o século XIX, pelo fato de a tradição crítica e canônica brasileira não apontar muito para essa época, quando se trata do tema aqui estudado. Neste estudo, busca-se também elencar, ao longo do texto, uma série de obras, algumas das quais foram relegadas a um segundo plano ou que sequer estiveram em evidência em nossa história literária. Não se pretende aqui trazer respostas dirigidas a estudiosos dessas espécies de narrativa, mas sim contribuir, mesmo que parcialmente, com possíveis estudos sobre formação do cânone nacional.


Palavras-chave


gótico; cânone; história literária; Brasil;

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/soletras.2014.11270

Licença Creative Commons

SOLETRAS online - ISSN 2316 8838

Revista do Departamento de Letras

Faculdade de Formação de Professores da UERJ

Rua Dr. Francisco Portela, 1470 - Patronato - São Gonçalo - RJ

Cep: 24435-005 - e-mail: soletrasonline@yahoo.com.br