Virgílio Várzea, escritor naturalista

Leonardo Mendes, Alexandre Amaral Ferreira

Resumo


Esse trabalho estuda a trajetória do escritor catarinense Virgílio Várzea (1863-1941)e sugere sua inclusão no rol dos escritores naturalistas brasileiros. Trazemos evidência daimprensa contemporânea de que nos anos de 1880 a 1910 Várzea era associado ao naturalismoliterário. Tradicionalmente a historiografia reduz o naturalismo ao “romance científico”. Apesquisa, entretanto, aponta para existência de outros naturalismos no Brasil, especialmenteaquele ligado ao descritivismo e ao decadentismo, pouco conhecido da historiografia.Propomos desse modo uma expansão do corpus naturalista brasileiro, assim como umaconcepção ampliada da estética, multifacetada e paradoxal.

Palavras-chave


Virgílio Várzea, naturalismo, historiografia literária

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/soletras.2014.10409

Licença Creative Commons

SOLETRAS online - ISSN 2316 8838

Revista do Departamento de Letras

Faculdade de Formação de Professores da UERJ

Rua Dr. Francisco Portela, 1470 - Patronato - São Gonçalo - RJ

Cep: 24435-005 - e-mail: soletrasonline@yahoo.com.br