A POLÍTICA DE BÔNUS PARA OS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO NO ESTADO DO ACRE: CONCEPÇÃO E NORMATIZAÇÃO

Lúcia de Fátima Melo, Débora Maria Pinto Braidi

Resumo


O estudo avalia a política de pagamento de bônus na educação pública e suas implicações na valorização do trabalho dos profissionais da educação básica acriana. Vincula-se aos resultados finais de pesquisa que investiga as repercussões das políticas educacionais no trabalho dos diretores e professores no Estado do Acre. É fruto de revisão de literatura e pesquisa documental, dividindo-se em dois momentos. No primeiro, discute a concepção que orienta as políticas de bônus e no segundo, examina a normatização que define critérios para sua concessão. Parte do entendimento do bônus-mérito numa visão de totalidade política em suas múltiplas dimensões. Os aspectos conclusivos do estudo revelam que o bônus se caracteriza como um instrumento de regulação na tentativa de melhoria do desempenho do sistema.

 

Palavras-Chave: Política Educacional; Bônus; Valorização dos Profissionais do Magistério.


Palavras-chave


Política Educacional; Bônus; Valorização dos Profissionais do Magistério.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/teias.2018.37804

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1518-5370 [impresso] • 1982-0305 [eletrônico]
Teias, uma publicação eletrônica do Programa de Pós-Graduação em Educação – ProPEd/UERJ
Qualis/Capes - B1 - Educação
DOI: 10.12957/teias

 

Licença Creative Commons

Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional