CELEBRIDADE E ANONIMATO: UMA ANÁLISE DOS DISPOSITIVOS DE CONSTRUÇÃO DA IMAGEM SÓCIO-PROFISSIONAL DO MAGISTÉRIO

Paula Perin Vicentini

Resumo


O presente texto articula-se em torno de dois planos: ao mesmo tempo em que reúne breves observações acerca de produções mais recentes relativas à imagem social do magistério, analisa um corpus de fotografias publicadas, por ocasião do Dia do Professor, pela grande imprensa carioca entre os anos 1950 e 1960, cujo exame permite apreender a permanência de elementos que representam a profissão de maneira fortemente idealizada, privilegiando a dimensão afetiva da relação pedagógica e a nobreza da missão educativa, relegando a um segundo plano as condições de trabalho. Ao se propor a análise de fotografias de professoras publicadas por jornais de perfis diversos e em momentos bastante distintos da história brasileira, acredita-se poder contribuir para ampliar a compreensão que os professores (sobretudo os que estão em processo de formação inicial) têm do modo como representam o próprio trabalho, favorecendo a capacidade de questionar as formas pelas quais são construídos os significados que os identificam socialmente.

Palavras-chave


profissão docente, fotografia, representações sobre o magistério.

Texto completo:

Texto completo [PDF]

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1518-5370 [impresso] • 1982-0305 [eletrônico]
Teias, uma publicação eletrônica do Programa de Pós-Graduação em Educação – ProPEd/UERJ
Qualis/Capes - A2 (2017/2018) 
DOI: 10.12957/teias

 

Licença Creative Commons

Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional