A ESCOLA E O CINEMA: ALGUMAS REFLEXÕES E APREENSÕES FRENTE À LEI 13.006/14

Adriana Mabel Fresquet, Bruno Teixeira Paes

Resumo


Este trabalho apresenta reflexões sobre a lei do audiovisual (lei 13.006/14) para a educação básica. A sua sanção no ano de 2014 mobilizou alguns setores interessados, movimentando debates entre distribuidores, cineastas, professores e especialistas da área de cinema e educação. A proposta é pensar que prioridades estão postas em cena. O interesse é fomentar o acesso, ou, explorar um nicho de mercado? Neste artigo apresentamos alguns dos pontos de vista de realizadores, produtores e educadores a respeito dos possíveis impactos, entraves e possibilidades do uso obrigatório do cinema nacional nas escolas brasileiras.

Palavras-chave


educação e cinema, Lei 13.006/14, formação docente

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/teias.2016.24585

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1518-5370 [impresso] • 1982-0305 [eletrônico]
Teias, uma publicação eletrônica do Programa de Pós-Graduação em Educação – ProPEd/UERJ
Qualis/Capes - A2 (2017/2018) 
DOI: 10.12957/teias

 

Licença Creative Commons

Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional