A ESCOLA VAI AO CINEMA: CONSIDERAÇÕES ACERCA DA PARCERIA ENTRE O SESC E O CINEDUC PARA FORMAÇÃO AUDIOVISUAL

Milene de Cássia Silveira Gusmão, Marcelo Costa Lopes

Resumo


Resumo: As reflexões a seguir apresentadas resultam do percurso de pesquisa ancorado na linha Memória, Cultura e Educação, do Programa de Pós-Graduação em Memória: Linguagem e Sociedade, da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia. Tributário da pauta de investigações do projeto temático Memória, cinema e processos de formação cultural, o artigo toma como eixo analítico as ações do projeto A Escola Vai ao Cinema, realizado em parceria entre o SESC e o Cineduc, de 2001 a 2007, para compreender a proposição de formação cinematográfica e audiovisual que se desenvolveu mediante sessões de cinema e oficinas destinadas a professores e alunos de diversas escolas no país. Faz isto considerando a atualidade do debate acerca das relações entre cinema e educação, especialmente no que diz respeito à aprovação da Lei 13.006/2014.

Palavras-chave


Cinema, Educação, Arte, SESC, Cineduc

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/teias.2016.24582

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1518-5370 [impresso] • 1982-0305 [eletrônico]
Teias, uma publicação eletrônica do Programa de Pós-Graduação em Educação – ProPEd/UERJ
Qualis/Capes - A2 (2017/2018) 
DOI: 10.12957/teias

 

Licença Creative Commons

Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional