A teoria de Basil Bernstein e algumas de suas contribuições para as pesquisas sobre políticas educacionais e curriculares

Jefferson Mainardes, Silvana Stremel

Resumo


Este artigo apresenta um panorama da teoria de Basil Bernstein e suas principais contribuições para a pesquisa sobre políticas educacionais e políticas curriculares. Em especial, evidencia-se o conceito de recontextualização do discurso (teoria do dispositivo pedagógico) e suas contribuições para as pesquisa desses referidos campos. O artigo apresenta alguns exemplos de pesquisas que se baseiam na teoria de Bernstein e argumenta que essa teoria possui uma estrutura conceitual forte e uma linguagem de descrição que oferece relevantes e consistentes contribuições para as pesquisas sobre políticas educacionais e curriculares.

Palavras-chave: Basil Bernstein; Políticas educacionais; Políticas curriculares; Teoria do dispositivo pedagógico.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1518-5370 [impresso] • 1982-0305 [eletrônico]
Teias, uma publicação eletrônica do Programa de Pós-Graduação em Educação – ProPEd/UERJ
Qualis/Capes - A2 (2017/2018) 
DOI: 10.12957/teias

 

Licença Creative Commons

Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional