LEITURA E A ESCRITA NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES

Cristina Carvalho

Resumo


O texto traz algumas reflexões de um estudo realizado em uma escola de formação de professores – particular e religiosa – localizada na zona sul da cidade do Rio de Janeiro, que teve por objetivo conhecer as relações e práticas de leitura e escrita de futuros professores no cotidiano da escola e as influências de tais práticas em sua formação. Ao final, algumas questões relativas às práticas de leitura e escrita observadas e ao contexto escolar são destacadas, procurando, assim, contribuir para se repensar uma política de formação de professores aliada a uma política de leitura e escrita.

Palavras-chave


formação de professores; leitura e escrita; cotidiano escolar.

Texto completo:

TEXTO COMPLETO [PDF]

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1518-5370 [impresso] • 1982-0305 [eletrônico]
Teias, uma publicação eletrônica do Programa de Pós-Graduação em Educação – ProPEd/UERJ
Qualis/Capes - A2 (2017/2018) 
DOI: 10.12957/teias

 

Licença Creative Commons

Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional