O PROJETO EDUCATIVO DO MERCOSUL: NOTAS SOBRE A PROBLEMÁTICA INTERNACIONAL

Roberto Alfredo Miranda

Resumo


Neste trabalho são analisados os aspetos mais importantes do que é o setor educativo do Mercosul, dando especial prioridade às conseqüências internacionais. Se formula a hipótese que a educação não pode ser a encarregada de fortalecer a integração, porque não há um intercâmbio e uma transação política destinada a apoiar o projeto educativo do Mercosul. Partindo deste princípio, se discutem os modelos de administração aplicados e que representam a tentativa de relacionar o setor educativo com o processo de integração. Simultaneamente, se evidenciam as causas, os assuntos em debate e os problemas que obstaculizam aos Ministérios de Educação dos Países sócios aproveitarem esta oportunidade política, como é a de poder contar com um âmbito internacional específico para fazer frente à complexidade dos laços intersociais e às relações transnacionais.

Palavras-chave


relações interculturais; regime internacional educativo do Mercosul; função educativa

Texto completo:

Texto completo [PDF]

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1518-5370 [impresso] • 1982-0305 [eletrônico]
Teias, uma publicação eletrônica do Programa de Pós-Graduação em Educação – ProPEd/UERJ
Qualis/Capes - A2 (2017/2018) 
DOI: 10.12957/teias

 

Licença Creative Commons

Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional