Tecnologias digitais e práticas docentes na pandemia: (re)inventando o estágio supervisionado em letras

Autores

  • Luciano Santos Xavier Universidade Federal da Bahia (UFBA) https://orcid.org/0000-0001-6919-7065
  • Crizeide Miranda Freire Universidade do Estado da Bahia (UNEB)
  • Antenor Rita Gomes Universidade do Estado da Bahia (UNEB)

DOI:

https://doi.org/10.12957/redoc.2021.61093

Palavras-chave:

Estágio Supervisionado. Prática Docente. Letras. Pandemia. Tecnologias Digitais.

Resumo

Este artigo localiza-se no contexto em que a pandemia da Covid-19 impactou inúmeras atividades em todo mundo, sobretudo as práticas de ensino e formação de professores nas licenciaturas. Aqui são abordas experiências docentes mediadas via tecnologia e consolidadas no curso livre “Escola em Cena”, realizado com vistas aos componentes curriculares dos Estágios Supervisionados e Práticas Pedagógicas do Curso de Letras, Língua Portuguesa e Literaturas, da Universidade do Estado da Bahia (UNEB) – DCH – Campus IV. Em função das limitações da perspectiva traçada na construção deste trabalho, nos atemos a um dos projetos executados no referido curso livre, a saber: “Literomusicalizando a Língua Portuguesa”.  Nossa metodologia é de abordagem qualitativa, por trazer os impactos e possibilidades pedagógicas construídas pelos discentes do curso de Letras, então autores dos espaços digitais, os quais denominamos “cenários educacionais”. Baseamo-nos em autores como Bates (2017), Moran (2012), Pinheiro (2018), entre outros, a fim de fundamentar as discussões sobre as tecnologias digitais e a imersão das práticas educacionais nesse contexto. Os resultados desembocam nas possibilidades de ensino e formação de professores via mediação tecnológica, assim como horizontaliza uma série de questões que envolve o trabalho em Letras e suas possibilidades com as tecnologias digitais.

Biografia do Autor

Luciano Santos Xavier, Universidade Federal da Bahia (UFBA)

Mestrando em Literatura e Cultura pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), pós-graduando em Literatura Contemporânea pela Faculdade de Educação São Luís (FESL) e graduado em Letras, Língua Portuguesa e Literaturas pela Universidade do Estado da Bahia (UNEB) – Campus IV. Integrante do Grupo de Pesquisa Linguagens, Estudos Culturais e Formação do Leitor (LEFOR).

Crizeide Miranda Freire, Universidade do Estado da Bahia (UNEB)

Doutoranda em Crítica Cultural, pela Universidade do Estado da Bahia (UNEB) - Campus II. Mestre em Educação e Contemporaneidade pela UNEB – Campus I. Docente do Departamento de Ciências Humanas da UNEB – Campus IV, Jacobina/BA.

Antenor Rita Gomes, Universidade do Estado da Bahia (UNEB)

Pós-doutor pela Universidade de Cádiz - Espanha e Doutor em Educação pela Universidade Federal da Bahia (UFBA). Professor Titular da Universidade do Estado da Bahia (UNEB) – Campus IV, na Graduação e no Programa de Pós-Graduação em Educação e Diversidade (PPED).

Referências

BACICH, Lilian; MORAN, José (Orgs.). Metodologias ativas para uma educação inovadora: uma abordagem teórico-prática. Porto Alegre: Penso, 2018.

BATES, Tony. educar na Era digital: design, ensino e aprendizagem. Trad. João Mattar. São Paulo: Artesanato Educacional, 2017.

DEMO, Pedro. Aprendizagem e novas tecnologias. Revista Brasileira de Docência, Ensino e Pesquisa em Educação Física - ISSN: 2175-8093. Vol. 1, n. 1, p.53-75, ago/2009. Disponível em: https://hugoribeiro.com.br/biblioteca-digital/Demo-Aprendizagens_novas_tecnologias.pdf. Acesso em: 03 fev. 2021.

FREIRE, Paulo. Educação como prática da Liberdade. 9. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1979.

MORAN, José Manuel; MASSETTO, Marcos T.; BEHRENS Marilda Aparecida. Novas tecnologias e mediações pedagógicas. Campinas, SP. Papirus, 2012.

PINHEIRO, Regina Cláudia. Conceitos e modelos de letramento digital: o que escolas de ensino fundamental adotam? Linguagem em (Dis)curso – LemD, Tubarão, SC, v. 18, n. 3, p. 603-622, set./dez. 2018.

ROJO, Roxane; ALMEIDA, Eduardo de Moura (Orgs.). Multiletramentos na escola. São Paulo: Parábola Editorial, 2012.

SANTAELLA, Lúcia. Desafios da ubiquidade para a educação. Revista Ensino Superior na UNICAMP. Disponível em:

https://www.revistaensinosuperior.gr.unicamp.br/edicoes/edicoes/ed09_abril2013/NMES_1.pdf. Acesso: 18 nov. 2020.

XAVIER, Antonio Carlos dos Santos. Processos de referenciação no hipertexto. Cadernos de Estudos Linguísticos, Campinas, SP, v. 41, p. 165-176, 2011.

Downloads

Publicado

2021-10-13

Como Citar

SANTOS XAVIER, Luciano; MIRANDA FREIRE, Crizeide; RITA GOMES, Antenor. Tecnologias digitais e práticas docentes na pandemia: (re)inventando o estágio supervisionado em letras. Revista Docência e Cibercultura, [S. l.], v. 5, n. 3, p. 276–292, 2021. DOI: 10.12957/redoc.2021.61093. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/re-doc/article/view/61093. Acesso em: 14 jun. 2024.