GÊNEROS E FORMAÇÃO: REPRESENTAÇÕES DE PROFESSORES EM RELATOS DE EXPERIÊNCIA

Claudia Lopes PONTARA, Marileuza Ascencio MIQUELANTE, Vera Lucia Lopes CRISTOVAO

Resumo


Neste trabalho relatamos e discutimos como se deu o processo de produção coletiva de material didático de Língua Inglesa para o Centro de Línguas Estrangeiras Modernas do Estado do Paraná – CELEM. Tal produção foi feita por professoras da Rede Estadual de Educação, sob a orientação de professoras de duas universidades brasileiras.  Para tanto, partindo dos pressupostos teóricos sobre aprendizagem no viés vigotskiano e gêneros na perspectiva do Interacionismo sociodiscursivo,  os relatos de experiência das professoras participantes desse processo, são analisados em relação a) ao contexto; b) ao plano textual global; c) à identificação de segmentos de orientação temática (BRONCKART, 2008); e d) a discussão de um dos segmentos identificados. Nosso objetivo é discutir representações construídas pelas professoras participantes em relação ao segmento de orientação temática aprendizagem (conhecimento prévio  e  conhecimento adquirido).  Assim, este estudo se justifica ao possibilitar o (re)pensar e/ou (re)discutir a formação continuada de professores, com base em gêneros, evidenciando a dimensão da aprendizagem.


Palavras-chave


Gêneros textuais. Aprendizagem. Formação continuada

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/pr.2013.8662

Pensares em Revista no Diadorim Pensares em Revista na BASE Pensares em Revista no Diadorim Pensares em Revista no Google Scholar Pensares em Revista no Latindex Pensares em Revista no Livre Logo do Periódicos CAPES

 

R. Dr. Francisco Portela, 1470 - Patronato, São Gonçalo - RJ, CEP: 24435-005