v. 10, n. 10 (2014)

Livros, Leitura, Poder e Cultura

Há alguns anos, debruçar-se sobre a história do livro e da leitura representa mais do que um simples inventário do que se lia ou do que se produzia em dada sociedade em  certo momento histórico.  Os estudos produzidos pela historiografia francesa, como pela anglo-saxã e a ibérica abriram inúmeras vias de pesquisa, possibilitando que a análise dos impressos e da leitura signifique, sobretudo, um meio de buscar opções diversificadas da pesquisa histórica para abordar práticas culturais e políticas.

Sumário

Expediente

 
PDF
01-05

Apresentação

Lucia Maria Bastos Pereira das Neves
PDF
08-09

Dossiê

Frédéric Barbier
PDF
10-24
Carlos Alberto González Sánchez
PDF
25-47
Cláudio DeNipoti, Magnus Roberto de Mello Pereira
PDF
48-63
Laura Moutinho Nery
PDF
64-77
Daniel Pinha Silva
PDF
78-92
Silvia Cristina Martins de Souza
PDF
93-107
Giselle Martins Venancio
PDF
108-119

Artigos

Camila Borges da Silva
PDF
120-139
Raimundo César de Oliveira Mattos
PDF
140-151

Resenhas

Rodrigo Elias
PDF
152-154
Lucia Maria Bastos Pereira das Neves
PDF
155-157