Grupo de encontro comunitário como estratégia de Promoção da Saúde e construção compartilhada do saber: uma experiência de Extensão à luz da Educação Popular

Pedro Cruz, Renan Soares Araújo

Resumo


O Programa “Práticas Integrais de Promoção da Saúde e Nutrição na Atenção Básica (PINAB)” constitui uma experiência de Extensão Universitária orientada pela Educação Popular e organiza suas ações a partir de Grupos Operativos, dentre eles os grupos “Horta” e “Saúde na Comunidade”. Enquanto o primeiro priorizou a construção de uma horta comunitária na comunidade Boa Esperança em João Pessoa-PB, o segundo desenvolveu encontros para problematização de questões do ambiente e da realidade local, com temas relativos à promoção da saúde, à qualidade de vida, ao meio ambiente e sustentabilidade, dentre outros. As reuniões do “Saúde na Comunidade” ocorreram de maneira integrada às atividades de limpeza, preservação e plantio de espécies de hortaliças, legumes e ervas medicinais. Foram utilizadas estratégias para propiciar debates sobre a questão ambiental e o contexto territorial da saúde. Tais estratégias foram empregadas através de atividades participativas e dialógicas, através de rodas de conversas, de dinâmicas criativas e da configuração de cartazes e outros materiais para expressão da cultura popular local, de maneira articulada à importância do cuidado com o outro e com a natureza. Essa experiência propiciou a integração dos indivíduos para que o encontro comunitário se configurasse de maneira crítica, solidária, humanizada e participativa; acima de tudo, compreendendo a horta como um espaço de aprendizagem pelo trabalho, onde se exercitou aspectos como união, acolhimento, diálogo e construção compartilhada de saberes, constituindo oportunidades locais para um fazer emancipatório.


Palavras-chave


Promoção da Saúde; Educação Popular; Saúde Coletiva

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/interag.2017.25107

ISSN: 1519-8847 | E-ISSN: 2236-4447
Depext-SR3/UERJ