Saúde e serviços: relações estabelecidas com os usuários à luz das representações sociais da cidadania [Health and services: established relationships with users in the perspective of social representations of the citizenship]

Raquel Coutinho Veloso, Márcia de Assunção Ferreira

Resumo


Objetivou-se identificar as relações que usuários estabelecem com a saúde e os serviços de saúde à luz de suas representações sociais da cidadania. Pesquisa qualitativa com aplicação da Teoria das Representações Sociais. Realizou-se entrevista semiestruturada com 20 usuários de uma policlínica, na cidade de Niterói, de março a abril de 2006. A análise de conteúdo temática evidenciou que as representações sociais da saúde se expressam na atividade e bem-estar físico; e a da cidadania, entendida nas suas dimensões valorativa (bondade e respeito entre outros) e normativa (direitos e deveres) se manifesta em comportamentos e práticas solidárias. O atendimento de qualidade nos serviços se expressa pelo diálogo e entendimento das informações que lhes possibilitam discutir suas situações de saúde, capacitando-os a decidirem sobre a melhor opção de assistência. Concluiu-se que esta representação não se articula ao discurso autoritário da saúde, possibilitando-lhes melhores condições para o exercício da cidadania.

 

ABSTRACT

It was objective to identify the relationships that users establish with the health and the health services in the perspective of the social representations of the citizenship. Qualitative research with application of the Social Representations Theory. The semi-structured interview was c arried out with twenty users of a Policlinic in Niterói, Brazil, from March to April, 2006. The thematic content analysis showed that the social representations of health are expressed in the activity and physical well-being, and of the citizenship understood in the valorative (kindness and respect among others) and normative (rights and duties) dimensions are expressed in solidarity behaviors and practices. The quality health care are expressed by dialogue and understanding of information that enable them to take decisions on the best option of the assistance. It was concluded that this representation is not articulated to the authoritative discourse of the health, enabling them to the better conditions for the exercise of the citizenship.

 

RESUMEN

Se objetivó identificar las relaciones que los usuarios establecen con la salud y los servicios de salud a la luz de sus representaciones sociales de la ciudadanía. Investigación cualitativa con aplicación de la Teoría de las Representaciones Sociales. Se realizó entrevista semi-estructurada con 20 usuarios de una Policlínica, en la ciudad de Niterói-Rio de Janeiro-Brasil, de marzo a abril de 2006. El análisis de contenido temático evidenció que las representaciones sociales de la salud se expresan en la actividad y en el bienestar físico; y a de la ciudadanía, entendida en sus dimensiones valorativa (bondad y respecto entre otros) y normativa (derechos y deberes) se expresan en comportamientos y prácticas solidarias. La atención de calidad en los servicios se expresa por el dialogo y por el entendimiento de las informaciones que les posibilitan discutir SUS situaciones de salud, los capacitando a decidir sobre la mejor opción de atención. Se concluyó que esta representación no se articula al discurso autoritario de la salud, les posibilitando mejores condiciones para el ejercicio de la ciudadanía.


Palavras-chave


Direitos humanos; ética; saúde; enfermagem [Human rights; ethics; health; nursing] [Derechos humanos; ética; salud; enfermería]

Texto completo:

PDF(Por) HTML(Eng)