Características individuais e clínicas de pessoas idosas com diabetes: investigação temática em oficina sociopoética [Individuals and clinics characteristics of elderly people with diabetes: thematic research in sociopoetic workshop]

Iraci dos Santos, Renata Gomes Guerra, Leandro Andrade da Silva

Resumo


Este trabalho teve como objetivo delinear o perfil sociodemográfico e clínico de pessoas idosas com diabetes, visando posterior orientação para o autocuidado. Método sociopoético, na etapa de investigação temática entre um grupo pesquisador composto por 10 sujeitos, realizado em 2012, no Rio de Janeiro-Brasil. Nos resultados predominam mulheres com mais de 70 anos, brancas, católicas, casadas, renda de 1 a 4 salários mínimos, com residência própria, filhos e escolaridade no nível fundamental e sem plano de saúde. Destaca-se, no perfil clínico, que os membros do grupo têm diversas comorbidades; praticam exercícios físicos e de lazer; não ingerem bebidas alcoólicas e não são tabagistas; restringem o açúcar e não o sal, apesar do predomínio da hipertensão entre as suas diversas comorbidades. Conclui-se haver necessidade de capacitação de profissionais de saúde, visando ensinar e aprender o autocuidado, com vistas ao viver com bem-estar, mesmo em situações limitantes devidas ao adoecimento.

 

ABSTRACT

This study aimed to delineate the sociodemographic and clinical profile of older people with diabetes, seeking further guidance for self-care. Sociopoetic method was applied in the thematic research step, on a research group composed of 10 people, held in 2012 in Rio de Janeiro, Brazil. In the results there is a dominance of women over 70, white, catholic, married, income from 1 to 4 minimum wages, with their own home, and sons with primary education and without health insurance. It highlights, in clinical profile, that the group members have several comorbidities, practice exercise and leisure, do not ingest alcoholic beverages and do not smoke; they restrict sugar but not salt, despite the prevalence of hypertension among its various comorbidities. It is concluded that there is need for training of health professionals in order to teach and learn self-care, in order to live with welfare, even in limiting situations due to illness.

 

RESUMEM

Este trabajo tuvo como objetivo delinear el perfil sociodemográfico y clínico de ancianos con diabetes, mirando posterior orientación para el autocuidado. Método sociopoético, en fase de investigación temática entre un grupo investigador compuesto por 10 sujetos, hecho en 2012, en Rio de Janeiro-Brasil. En los resultados predominan mujeres con más de 70 anos, blancas, católicas, casadas, renta de 1 a 4 salários mínimos, con residencia propia, hijos y escolaridad en nível fundamental y sin plan de salud. Se destaca, en el perfil clínico, que los miembros del grupo tienen diversas comorbilidades; practican ejercicios físicos e de lazer; no consomen bebidas alcohólicas; no son tabaquistas; restringen el azúcar e no el sal, apesar del predominio de la hipertensión entre sus diversas comorbilidades. Se concluye ser necesaria la capacitación de profesionales de salud para la enseñanza y aprendizaje del autocuidado, mirando el vivir con bienestar, mismo en situaciones limitantes debidas al adolecer.


Palavras-chave


Enfermagem; gerontologia; diabetes; cuidados de enfermagem [Nursing; gerontology; diabetes; nursing care] [Enfermería; gerontología; diabetes; cuidados de enfermería]

Texto completo:

PDF(Por) HTML(Eng)