Capacidade para o trabalho e intenção de saída da profissão na enfermagem de São Paulo [Work ability and intending to leave the nursing profession in São Paulo] [Capacidad de trabajo e intención de dejar la profesión en enfermería en São Paulo]

Maria Carmen Martinez, Maria do Rosário Dias de Oliveira Latorre, Frida Marina Fischer

Resumo


Objetivo: identificar o perfil de capacidade para o trabalho e intenção de saída da profissão na enfermagem. Método: um estudo transversal junto a 3051 profissionais do estado de São Paulo, com coleta de dados realizada por meio da internet avaliando características pessoais, ocupacionais, condições de trabalho, capacidade para o trabalho e ISP. Foi feita análise descritiva dos dados e associações verificadas por meio do teste qui-quadrado. Resultados: entre os profissionais, 55,4% tinham capacidade para o trabalho comprometida e 33,5% tinham intenção de saída presente. A intenção de saída aumentava na medida em que aumentava o comprometimento da capacidade para o trabalho (p<0,001). Foram identificadas condições físicas e psicossociais inadequadas de trabalho. Conclusão: o comprometimento da capacidade para o trabalho e a presença de intenção de saída da profissão a foram frequentes entre os profissionais de enfermagem, sendo que condições laborais inadequadas estão presentes no trabalho desse contingente profissional.

ABSTRACT

Objective: to identify the profile of work ability and intention to leave the nursing profession. Method: in this cross-sectional study of 3051 nurses in São Paulo state, data on personal and occupational characteristics, working conditions, work ability and intention to leave were collected through the Internet. Descriptive analysis was performed and associations were identified using the chi-square test. Results: 55.4% of the nurses’ work ability was impaired and 33.5% intended to leave. Intention to leave increased as impairment of fitness for work increased (p < 0.001). Inadequate physical and psychosocial work conditions were identified. Conclusion: impaired work ability and the intention to leave the profession were frequent among professional nurses, and their work was found to suffer from inadequate labour conditions.

RESUMEN

Objetivo: identificar el perfil de capacidad para el trabajo e intención de dejar la profesión en enfermería. Método: estudio transversal junto a 3051 profesionales del estado de São Paulo, con recolección de datos realizada a través de internet, evaluando características personales y ocupacionales, condiciones de trabajo, capacidad para el trabajo e intención de abandonarlo. Se realizó un análisis descriptivo de los datos y asociaciones verificadas mediante la prueba de chi-cuadrado. Resultados: Entre los profesionales, el 55,4% tenía capacidad de trabajo comprometida y el 33,5% tenía presente intención de dejarlo. La intención de abandonarlo crecía a medida que aumentaba la discapacidad para el trabajo (p<0,001). Se identificaron condiciones de trabajo físicas y psicosociales inadecuadas. Conclusión: la disminución de capacidad para el trabajo y la presencia de intención de dejar la profesión fueron frecuentes entre los profesionales de enfermería; se presentan también condiciones de trabajo inadecuadas en el trabajo de este contingente profesional.


Palavras-chave


Saúde do Trabalhador; Trabalhador da Saúde; Avaliação da Capacidade de Trabalho; Condições de Trabalho.

Texto completo:

PDF(POR) PDF(ENG) (English)


DOI: https://doi.org/10.12957/reuerj.2021.57941

Direitos autorais 2021 Maria Carmen Martinez, Maria do Rosário Dias de Oliveira Latorre, Frida Marina Fischer

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.