Tecnologia educativa sobre cuidados domiciliares com o recém-nascido de baixo risco [Educational technology on home care for low-risk newborns] [Tecnología educativa sobre atención domiciliaria para recién nacidos de bajo riesgo]

Andressa Silva Torres dos Santos, Fernanda Garcia Bezerra Góes, Beatriz Cabral Ledo, Liliane Faria da Silva, Mayara Pacheco da Conceição Bastos, Maria da Anunciação Silva

Resumo


Objetivos: identificar dúvidas de puérperas e familiares sobre cuidados domiciliares com o recém-nascido de baixo risco e analisar a roda de conversa, mediada por simulador realístico de baixa fidelidade, como uma tecnologia educativa para o preparo de famílias no processo de alta da maternidade. Método: pesquisa qualitativa, incluindo dezenove familiares de recém-nascidos de baixo risco em um hospital municipal de Rio das Ostras, Rio de Janeiro, de maio a outubro de 2018, por entrevista semiestruturada. Dados submetidos à Análise Temática. Resultados: as dúvidas dos familiares versaram sobre cuidados com higiene, alimentação, ambiente, afeto, saúde, sono e doenças. A roda de conversa com simulador de baixa fidelidade foi considerada uma estratégia positiva para mediar o aprendizado. Conclusão: a tecnologia educativa revelou-se útil na instrumentalização de famílias no processo de alta da maternidade, visto que o cuidador fortalece suas potencialidades, retira dúvidas e troca informações e experiências no grupo.


Palavras-chave


recém-nascido; família; alta do paciente; tecnologia educacional

Texto completo:

PDF(POR) PDF(ENG) (English)


DOI: https://doi.org/10.12957/reuerj.2020.44488