Modelos de atenção à saúde e sua relação com a gestão de enfermagem hospitalar [Health care models and their relationship with hospital nursing management] [Modelos de atención de la salud y su relación con la gestión de enfermería hospitalaria]

Laura Andrian Leal, Silvia Helena Henriques, Lana Jocasta de Souza Brito, Lázaro Clarindo Celestino, Daniela Sarreta Ignácio, Aline Teixeira Silva

Resumo


Objetivo: refletir sobre os modelos de atenção e suas relações com o trabalho em enfermagem hospitalar. Método: estudo reflexivo realizado em junho de 2019, a partir do aprofundamento das leituras, discussão dos dados e experiência das autoras, conduzido por duas correntes: Considerações históricas sobre o hospital e Modelo de atenção e enfermagem hospitalar. Resultados: verificou-se que o modelo tradicional de gestão ainda está arraigado à vida institucional, contudo, considerar suas limitações é essencial, fazendo-se necessária a transposição para um modelo que agregue o coletivo de trabalhadores, de modo que se sintam engajados e motivados por se considerarem corresponsáveis e fundamentais no processo de trabalho. Conclusão: é necessário a incorporação de um modelo de gestão mais participativo, com o envolvimento da equipe multiprofissional na tomada de decisão e resolução dos problemas, bem como na elaboração de propostas de melhorias.

ABSTRACT

Objective: to think about care models and their relationship to working in hospital nursing. Method: this reflective study was conducted in June 2019 on the basis of the authors’ in-depth reading, discussions of data and experience, guided by two approaches: historical considerations about the hospital, and the model of hospital care and nursing. Results: the traditional management model was found to be still deeply rooted in institutional life, although it is essential to consider its limitations, and necessary to move on to a model that aggregates the workers into a whole, so that they feel engaged and motivated by feeling co-responsible in, and fundamental to, the work process. Conclusion: it is necessary to introduce a more participatory management model, involving multi-professional teams in decision making and problem solving, as well as in formulating proposals for improvement.

RESUMEN

Objetivo: reflexionar sobre los modelos de atención y su relación con el trabajo en enfermería hospitalaria. Método: estudio reflexivo realizado en junio de 2019, basado en lecturas, la discusión de datos y la experiencia de las autoras, realizado por dos corrientes: Consideraciones históricas sobre el hospital y Modelo de atención y enfermería hospitalaria. Resultados: se verificó que el modelo de gestión tradicional todavía está enraizado en la vida institucional, sin embargo, tener en cuenta sus limitaciones es esencial, y se hace necesario transponerlo a un modelo que agregue al colectivo de trabajadores, para que se sientan comprometidos y motivados por considerarse corresponsables y fundamentales en proceso de trabajo. Conclusión: es necesario incorporar un modelo de gestión más participativo, con la implicación del equipo multiprofesional en la toma de decisiones y la resolución de problemas, así como en la elaboración de propuestas de mejora.


Palavras-chave


Enfermagem; Hospitais; Administração Hospitalar; Recursos Humanos

Texto completo:

PDF(POR) PDF(ENG) (English)


DOI: https://doi.org/10.12957/reuerj.2019.43769

Direitos autorais 2019 Laura Andrian Leal, Silvia Helena Henriques, Lana Jocasta de Souza Brito, Lázaro Clarindo Celestino, Daniela Sarreta Ignácio, Aline Teixeira Silva

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.