Representações sociais sobre famílias em situação de vulnerabilidade: uma revisão da literatura [Social representations of families in vulnerable conditions: a literature review]

Joana Iabrudi Carinhanha, Lucia Helena Garcia Penna, Denize Cristina de Oliveira

Resumo


A família é influenciada por fatores de ordem social, cultural, econômica, política, determinando transformações em sua configuração e dinâmica. A desigualdade socioeconômica coloca muitas famílias brasileiras em situação de vulnerabilidade, requisitando novas formas de compreender esse grupo social. Para análise desse núcleo, a Teoria das Representações Sociais fornece referencial necessário, objetivando-se neste estudo analisar as produções científicas sobre as representações sociais de família em contexto de vulnerabilidade. Os elementos centrais destas representações por diversos grupos sociais parecem ser o modelo ideal de família, pobreza/desemprego e relações familiares fragilizadas, aos quais se associam novas configu­rações familiares, condições precárias de vida, violência intrafamiliar, comprometimento do desenvolvimento biopsicossocial, valores morais e culturais. Concluindo, as representações de família em situação de vulnerabilidade contêm elementos das representações hegemônicas e elementos da realidade vivida, indicando transformação destas representações e a necessidade de aprofundamento nesse campo de estudos para melhor compreensão das famílias e qualificação das intervenções.

 

ABSTRACT

The family is affected by social, cultural, economic, and political factors, which change its configuration and dy­namics. Social and economic inequality accounts for vulnerable conditions many families face and new ways of understanding that social group are required. For analysis of that core, this study is based on the Social Representations Theory framework. It aims at analyzing the scientific production on social representations of the family in vulnerable contexts. Central elements in those social representations by several groups point to the ideal family model, poverty/unemployment and fragile family relationships, associated to new family configurations, poor living conditions, family violence, impairment of bio psychosocial development, moral and cultural values. Conclusions show that representations of family in vulnerable conditions contain both elements of hegemonic representations and elements of reality, signaling a change in those representations, which call for further studies to enhance understanding of families and qualification of interventions.

 

RESUMEN

La familia es influenciada por factores sociales, culturales, económicos, políticos, determinando cambios en su configuración y dinámica. La desigualdad socioeconómica pone muchas familias en situación de vulnerabilidad, lo que requiere nuevas formas de entender este grupo social. Para el análisis de este núcleo, la Teoría de las Representaciones Sociales es eficaz. El objetivo de este estudio es analizar la producción científica sobre las representaciones sociales de la familia en el contexto de vulnerabilidad. Los elementos centrales de estas representaciones sociales parecen ser el modelo ideal de familia, la pobreza/desempleo y las relaciones familiares frágiles, que están asociados con las nuevas configuraciones familiares, malas condiciones de vida, violencia familiar, comprometimiento del desarrollo biopsicosocial, valores morales y culturales. Así, las representaciones de la familia contienen elementos de las representaciones hegemónicas y elementos de la realidad, indicando una transformación de estas representaciones y la necesidad de realizar más estudios en este campo.


Palavras-chave


Família; vulnerabilidade e saúde; condições sociais; representação social [Family; health vulnerability; social conditions; social representation] [Familia; vulnerabilidad y salud; condiciones sociales; representación social]

Texto completo:

PDF(Por) HTML(Eng)