20 ANOS DAS DIRETRIZES CURRICULARES NACIONAIS PARA A EJA: INTERLOCUÇÕES ONTEM E HOJE

Adriana Pereira da Silva, Jarina Rodrigues Fernandes, Valéria Aparecida Viera Velis

Resumo


O artigo objetiva identificar concepções subjacentes às Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação de Jovens e Adultos (DCNEJA), promulgadas pelo Conselho Nacional de Educação em 2000, capazes de oferecer sustentação a políticas e práticas para a modalidade ontem e hoje. Para tanto, foi realizada uma pesquisa qualitativa de caráter documental, tendo contribuições bakhtinianas como aportes teóricos-metodológicos As análises permitiram o reconhecimento de interlocuções das DCNEJA com a concepção crítico-libertadora de Paulo Freire e com a racionalidade do direito sob a ética humana de Enrique Dussel, sob a lente dos conceitos de perenidade e transformação. Pode-se vislumbrar o potencial das DCNEJA para dar suporte a políticas, práticas e movimentos de resistência no campo da EJA, no cenário atual de descompromisso do Estado.



Palavras-chave


Educação de jovens e adultos; Políticas públicas; Direito à educação; Diretrizes curriculares; Concepção crítico-libertadora

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/e-mosaicos.2021.57815

Direitos autorais 2021 Adriana Pereira da Silva, Jarina Rodrigues Fernandes, Valéria Aparecida Viera Velis


ISSN: 2316-9303 | Indexada em: