CONCEITOS CIENTÍFICOS EM SALA DE AULA: MULTIPLICIDADE DE SINAIS EM LIBRAS E POSSÍVEIS DIFICULDADES NA APRENDIZAGEM

Frederico Alan de Oliveira Cruz, Ana Carla Ziner Nogueira, Sergio Manuel Serra da Cruz

Resumo


A busca por uma educação de qualidade e inclusiva é pauta emergente nas discussões sobre a necessidade de criar uma sociedade mais justa e igualitária, assim as escolas devem ser um ambiente que possa contribuir na formação de alunos com e sem necessidades educacionais especiais (NEE). A questão é que o atualmente os modelos de ensino não são capazes de atender a heterogeneidade da sala de aula, como no caso dos estudantes surdos que tem seu desenvolvimento afetado pela falta de padronização de termos ou conceitos científicos apresentados ao longo das aulas. Isso ocorre pela falta do uso de elementos visuais ou mesmo da existência de sinais adequados as grandezas e termos científicos das diversas disciplinas e que produz impacto direto aprendizagem do que está sendo estudado. Neste trabalho apresentamos uma discussão de como este cenário pode intensificar a exclusão desses alunos e quais os possíveis caminhos são necessários para melhorar a formação de indivíduos nessa condição.


Palavras-chave


ensino de ciências; nee; grandezas físicas

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/e-mosaicos.2020.43578


ISSN: 2316-9303 | Indexada em: