ESTIMATIVA DO PADRÃO ALIMENTAR DE ESTUDANTES DE NUTRIÇÃO DE UMA UNIVERSIDADE ESTADUAL NO RIO DE JANEIRO, BRASIL

Haydée Serrão Lanzillotti, Maria Elisa Barros, Leticia da Silva Jesus, Rebeca Regly Marchitto, Emilson Souza Portella, Eliane Abreu Soares

Resumo


Objetivo: verificar o padrão alimentar de um grupo específico de acadêmicas de Nutrição pautado nos pressupostos de uma alimentação saudável. Métodos: Análise documental utilizando registros alimentares de acadêmicos de Nutrição, período 1994-2009. Mineração dos dados e aplicação do método para estimativa da contribuição energética. A normalidade foi testada por Shapiro-Wilk. A determinação do valor energético foi realizada utilizando tabelas de composição nutricional e rotulagem de alimentos. Classificação dos alimentos/bebidas foi determinada em ordem decrescente nos percentis 75, 50 e 25. O padrão alimentar foi sustentado pela classificação da NOVA. Resultados: Participaram 671 acadêmicas, totalizando 1.342 registros, tendo sido declarados 240 alimentos/bebidas. A maioria das porções alimentares não apresentou comportamento gaussiano. A mediana representou a quantidade consumida. Padrão alimentar desenhado com alimentos/bebidas estimados por contribuição energética percentual (³ P 75, 0,0588%), captando-se 62 no total. Conclusão: O consumo alimentar das acadêmicas de Nutrição está centrado em alimentos in natura/minimamente processados, à exceção da ausência de hortaliças, sem deixar de abrir espaço para o consumo de processados e ultraprocessados.

DOI: 10.12957/demetra.2019.35717


Palavras-chave


Consumo de alimentos. Dieta saudável. Ingestão de energia.

Texto completo:

PDF-PORT PDF-ENG (English)


DOI: https://doi.org/10.12957/demetra.2019.35717