CONCORDÂNCIA ENTRE EQUAÇÕES PARA ESTIMATIVA DO PESO CORPORAL EM HOMENS E MULHERES HOSPITALIZADOS

Lais Pessanha Leal, Marina Schmidt Mognhol, Naira Marceli Fraga Silva, Glenda Blaser Petarli, Patrícia Moraes Ferreira Nunes, Valdete Regina Guandalini

Resumo


Introdução: Pacientes hospitalizados necessitam de métodos alternativos para avaliação nutricional. Objetivo: Avaliar a concordância entre equações para estimativa do peso corporal e o uso das mesmas na determinação no índice de massa corporal em homens e mulheres hospitalizados. Métodos: Estudo transversal realizado em um hospital universitário. O peso estimado foi calculado a partir das equações de Chumlea et al., 1988, e Rabito et al., 2006. O índice de massa corporal foi determinado pelo peso real e pelos estimados. A concordância entre as medidas foi avaliada pelo coeficiente de correlação intraclasse e pela análise de Bland Altman. Adotou-se o nível de significância de p <0,05. Resultados: Foram identificadas diferenças nas mulheres entre as diferenças do peso real e o estimado pela equação de Chumlea et al. (p=0,00), o mesmo observado entre as diferenças do índice de massa corporal atual e o estimado (p=0,00). O coeficiente de correção linear entre peso atual e o estimado por Rabito et al. foi de 0,44 (p=0,00) em homens e 0,18 (p=0.03) em mulheres. Resultados similares foram obtidos entre o índice de massa corporal atual e o estimado em mulheres (0,19; p=0,02). Excelente concordância foi apresentada entre peso real e os pesos estimados e entre a determinação do índice de massa corporal. Conclusão: Os pesos obtidos pelas equações preditivas em comparação ao peso real são de excelente concordância e baixa variabilidade, o mesmo encontrado quando determinado o índice de massa corporal, o que indica o uso de ambas as equações, como alternativa, quando a medida real não for possível.

DOI: 10.12957/demetra.2017.25146


Palavras-chave


Peso Corporal. Índice de Massa Corporal. Técnicas de Estimativa. Pacientes Internados.

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: https://doi.org/10.12957/demetra.2017.25146

e-ISSN: 2238-913X


Esta revista está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.