ESTADO NUTRICIONAL, SINAIS CLÍNICOS DE CARÊNCIAS NUTRICIONAIS E VULNERABILIDADE SOCIAL ENTRE CRIANÇAS DO SEMIÁRIDO PARAIBANO

José Lucas Braga Santos, Poliana de Araújo Palmeira, Vanille Valério Barbosa Pessoa Cardoso, Marília Ferreira Frazão

Resumo


Objetivo: analisar o estado nutricional antropométrico e sinais clínicos de carências nutricionais segundo condições socioeconômicas de crianças com idade entre 0 e 9 anos matriculadas em creches e escolas públicas municipais de Cuité, Paraíba. Metodologia: Estudo transversal com amostra por conveniência composta por 629 crianças. Coletou-se informações sociais da família,  classificadas segundo linha da pobreza. Foram aferidas medidas antropométricas e realizada semiologia nutricional, para determinação do estado nutricional. Resultados: O excesso de peso prevaleceu sobre o baixo peso em ambos os grupos de renda. Verificou-se a presença de 3 a 5 sinais de alterações clínicas relacionadas às carências nutricionais em cerca de 20% das crianças que conviviam com famílias acima e abaixo da linha da pobreza. Entretanto, entre as crianças que apresentaram de 3 a 5 sinais carenciais e estavam inclusas em famílias abaixo da linha da pobreza, observou-se maior percentual de déficit de peso (19,5%) do que de excesso (15,6%). Para as crianças de famílias acima da linha da pobreza com as mesmas alterações clínicas, a prevalência de excesso de peso (20%) revelou-se expressivamente maior que a de baixo peso (8,9%), mostrando a presença de sinais de carências nutricionais em crianças com características de peso opostas. Conclusão: Assim, para condições distintas de vulnerabilidade social pôde-se perceber a presença de uma dupla carga de doenças com origem na alimentação: o excesso de peso e carência de nutrientes específicos, o que é típico do processo de transição nutricional.

DOI: 10.12957/demetra.2016.20064

 


Palavras-chave


Estado nutricional. Deficiências Nutricionais. Crianças. Pobreza.

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: https://doi.org/10.12957/demetra.2016.20064

e-ISSN: 2238-913X


Esta revista está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.