CARACTERÍSTICAS DOS PROGRAMAS DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR DO BRASIL E DE PORTUGAL

Margareth Xavier da Silva, Margarida Liz Martins, Anna Paola Trindade Rocha Pierucci, Cristiana Pedrosa, Ada Rocha

Resumo


Os programas de alimentação escolar em países desenvolvidos e em desenvolvimento foram criados para oferecer refeições durante o horário em que a criança permanece na escola. Brasil e Portugal possuem programas para promoção da alimentação saudável, a fim de melhorar as condições de saúde e o aprendizado de crianças e jovens. O objetivo deste trabalho é realçar as principais características dos programas implementados nos dois países, por sua grande importância social, com intuito de contribuir com sugestões de melhoria a partir das diferenças e fragilidades que apresentam. O Programa Nacional de Alimentação Escolar está implementado no Brasil desde 1955. Todas as escolas públicas devem oferecer merenda escolar (ME) aos alunos da educação básica e satisfazer entre 20% e 70% das necessidades nutricionais diárias. Os cardápios devem ser planejados por um nutricionista, respeitando-se os hábitos alimentares e a tradição alimentar da localidade. A transferência de verba para financiar esses programas é feita pelo Governo Federal para os municípios. Portugal possui o Programa de Generalização das Refeições Escolares desde 2005, direcionado aos alunos do 1.º Ciclo do Ensino Fundamental. Promove o acesso generalizado dos alunos a uma refeição equilibrada, que deve fornecer 30 a 35% da ingestão energética. Os Programas de Alimentação Escolar no Brasil e em Portugal têm grande importância na satisfação de necessidades nutricionais e para a educação alimentar e nutricional dos alunos.

DOI: 10.12957/demetra.2016.18776


Palavras-chave


Programas de Nutrição; Alimentação Escolar; Brasil; Portugal.

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: https://doi.org/10.12957/demetra.2016.18776

e-ISSN: 2238-913X


Esta revista está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.