ANÁLISE DAS SEQUÊNCIAS ARGUMENTATIVAS PROTOTÍPICAS PRODUZIDAS POR ALUNOS DO ENSINO MÉDIO

Eleone Ferraz de Assis, Fernanda Martins da Costa Gomes

Resumo


Este artigo apresenta uma análise das sequências textuais prototípicas dos gêneros argumentativos produzidos pelos alunos do 3º ano do Ensino Médio na disciplina de Língua Portuguesa. Verifica-se como as sequências argumentativas prototípicas estão organizadas nos textos dos alunos que estão concluindo a educação básica. Para tanto, o estudo fundamenta-se nos apontamentos teóricos de Bakhtin (2010 [1992]), Adam (2005, 2008), Bezerra (2009), Marcuschi (2002, 2008), Rojo (2005), Motta-Roth (MOTTA-ROTH; HEBERLE, 2005), Bonini (2005), Brait (2000), Rodrigues (2005), PCN (BRASIL, 2000) e PCN+ (BRASIL, 2002). Em uma investigação mais ampla, em curso, propõe-se analisar os gêneros textuais e descrever as sequências textuais argumentativas prototípicas, com o intuito de preencher lacunas existentes, sobretudo no estudo dos gêneros textuais argumentativos, e apontar caminhos teórico-metodológicos para o ensino de produção textual. 


Palavras-chave


Língua Portuguesa; Produção Textual; Sequências Argumentativas Prototípicas; Educação Básica.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/cadsem.2018.33836

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 1414-4298 | e-ISSN: 1806-9142

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.