Representações sociais sobre o planejamento reprodutivo entre mulheres em gravidez não planejada

Autores

DOI:

https://doi.org/10.12957/reuerj.2024.79100

Palavras-chave:

Saúde da Mulher, Estratégia Saúde da Família, Planejamento Familiar, Anticoncepção, Gravidez não Planejada

Resumo

Objetivo: conhecer as representações sociais sobre o planejamento reprodutivo entre mulheres em gravidez não planejada na Estratégia Saúde da Família. Método: estudo qualitativo, orientado pela Teoria das Representações Sociais, realizado com 15 gestantes, entre abril e maio de 2019. Utilizou-se a entrevista semiestruturada. Os dados foram organizados por meio do Discurso do Sujeito Coletivo, com auxílio do software DSCsoft©. Protocolo de pesquisa aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa. Resultados: as representações sociais das mulheres em gravidez não planejada evidenciadas pelo Discurso do Sujeito Coletivo foram representadas por oito ideias centrais, a saber: “eu não me preveni, nem ele”, “nós nos prevenimos”, “eu comprava”, “pegava no posto”, “construir uma família”, “ter esse acesso”, “estou por fora” e “eu sei que é disponível”. Conclusão: as representações sociais nos discursos das mulheres em gravidez não planejada estavam pautadas no desconhecimento acerca do planejamento reprodutivo, dos anticoncepcionais disponíveis e seu uso correto.

Biografia do Autor

Amanda Alcantara de Sousa, Universidade Regional do Cariri

Enfermeira. Especialista em Saúde da Mulher. Mestranda em Enfermagem no Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da Universidade Regional do Cariri. Crato, CE, Brasil.

Dayanne Rakelly de Oliveira, Universidade Regional do Cariri

Enfermeira obstetra, Doula e Educadora Perinatal. Mestre em Bioprospecção Molecular. Doutora em Ciências Biológicas: Bioquímica Toxicológica. Professora Adjunta do Departamento de Enfermagem da Universidade Regional do Cariri. Crato, CE, Brasil.

Simone Soares Damasceno, Universidade Regional do Cariri

Enfermeira. Mestre em Enfermagem. Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da Universidade Federal do Ceará. Professora Assistente do Departamento de Enfermagem da Universidade Regional do Cariri. Crato, CE, Brasil.

Glauberto da Silva Quirino, Universidade Regional do Cariri

Enfermeiro. Mestre em Bioprospecção Molecular. Doutor em Educação em Ciências: Química da Vida e Saúde. Professor Adjunto do Departamento de Enfermagem da Universidade Regional do Cariri. Crato, CE, Brasil.

Antonio Germane Alves Pinto, Universidade Regional do Cariri

Enfermeiro. Especialista em Saúde da Família, em Educação Profissional na Área de Saúde e Saúde Mental e Atenção Psicossocial . Mestre em Cuidados Clínicos em Saúde. Doutor em Saúde Coletiva. Professor Adjunto da Universidade Regional do Cariri. Crato, CE, Brasil.

Rachel de Sá Barreto Luna Callou Cruz, Universidade Regional do Cariri

Enfemeira. Mestre e Doutora em Saúde Materno Infantil. Professora Adjunta da Universidade Regional do Cariri. Crato, CE, Brasil.

Referências

Canario MASS, Gonçalves MF, Teixeira EMB, Silva AFAQS, Ferrari RAP, Pelloso SM, et al. Reproductive planning and vulnerability after childbirth: a cohort from southern BrazilBrazil. Rev Enferm UFSM. 2020 [cited 2023 Aug 02]; 10:1-20. DOI: https://doi.org/10.5902/2179769240659.

Ministério da Saúde (Br). Saúde sexual e saúde reprodutiva. 2013. Brasília: Ministério da Saúde, 2013. [cited 2023 Aug 02]. Available from: https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/saude_sexual_saude_reprodutiva.pdf.

Santos KSS, Paixão GPN, Brito PMC, Jerônimo AS, Oliveira EHSA. A experiência de mulheres no pós-parto sobre o planejamento familiar. Saúde Pesqui. 2019 [cited 2023 Aug 02]; 12(1):177-85. DOI: https://doi.org/10.17765/2176-9206.2019v12n1p177-185.

Morges Y, Worku SA, Niguse A, Kelkay B. Factors associated with the unplanned pregnancy at Suhul General Hospital, Northern Ethiopia, 2018. J Pregnancy. 2020. [cited 2023 Aug 02]. DOI: https://doi.org/10.1155/2020/2926097.

Sully EA, Biddlecom A, Darroch JE, Riley T, Ashford LS, Lince-Deroche N, et al. Adding It Up: Investing in Sexual and Reproductive Health 2019. Guttmacher Institute. 2020. [cited 2023 Aug 02]. Available from: https://www.guttmacher.org/report/adding-it-up-investing-in-sexual-reproductive-health-2019.

Bellizzi S, Mannava P, Nagai M, Sobel HL. Reasons for discontinuation of contraception among women with a current unintended pregnancy in 36 low and middle-income countries. Contraception. 2019 [cited 2023 Aug 02]; 101(1):26-33. DOI: https://doi.org/10.1016/j.contraception.2019.09.006.

Reis AC, Galdino CV, Balbino CM, Silvino ZR, Santos LM, Joaquim FL. Planejamento Familiar: o conhecimento da mulher atendida no Sistema Único de Saúde sobre a saúde reprodutiva. Res Soc Dev. 2020 [cited 2023 Aug 02]; 9(8):1-17. DOI: https://doi.org/10.33448/rsd-v9i8.5450.

Trindade RE, Siqueira BB, Paula TF, Felisbino-Mendes MS. Contraception use and family planning inequalities among Brazilian women. Cienc Saude Colet. 2021 [cited 2023 Aug 02]; 26(Supl. 2):3493-504. DOI: https://doi.org/10.1590/1413-81232021269.2.24332019.

Silva IFS, Rodrigues ILA, Nogueira LMV, Silva HP, Palmeira IP. Representações sociais do cuidado em saúde por mulheres quilombolas. Esc Anna Nery. 2022 [cited 2023 Aug 02]; 26:e20210289. DOI: https://doi.org/10.1590/2177-9465-EAN-2021-0289.

Pinheiro MGC, Rodrigues IDCV, Dias GA, Marcolino EC, Gomes BRS, Miranda FAN. Contextual analysis of the social representations theory in the perspective of qualitative research in nursing. Rev Enferm Cent-Oeste Min. 2019 [cited 2023 Aug 02]; 8:e2722. DOI: https://doi.org/10.19175/recom.v9i0.2722.

Zermiani TC, Freitas RS, Ditterich RG, Giordani RCF. Discurso do Sujeito Coletivo e Análise de Conteúdo na abordagem qualitativa em saúde. Res Soc Dev. 2021 [cited 2023 Aug 02]; 10(1):1-11. DOI: https://doi.org/10.33448/rsd-v10i1.12098.

Lefevre F, Lefevre AMC. Discourse of the collective subject: social representations and communication interventions. Texto Contexto Enferm. 2014 [cited 2023 Aug 02]; 23(2):502-7. DOI: https://doi.org/10.1590/0104-07072014000000014.

Spindola T, Oliveira CSR, Costa DM, André NLNO, Motta CVV, Melo LD. Uso e negociação de preservativos por acadêmicos de enfermagem. Rev Recien. 2020 [cited 2023 Aug 02]; 10(32):81-91. DOI: https://doi.org/10.24276/rrecien2020.10.32.81-91.

Silva DDM, Anjos ECV, Diniz MB. Efeitos adversos e a descontinuação do uso de anticoncepcionais orais. Revista Interdisciplinar Ciências Médicas. 2022 [cited 2023 Aug 02]; 6(2): 22-7. Available from: https://revista.fcmmg.br/index.php/RICM/article/view/152.

Pedrosa EN, Corrêa MSM, Ferreira LCG, Sousa CES, Silva RA, Souza AI. Contracepção e planejamento reprodutivo na percepção de mulheres com doença falciforme. Rev Gaúcha Enferm. 2021 [cited 2023 Aug 02]; 42:e20200109. DOI: https://doi.org/10.1590/1983-1447.2021.20200109.

Ruivo ACO, Facchini LA, Tomasi E, Wachs LS, Fassa AG. Disponibilidade de insumos para o planejamento reprodutivo nos três ciclos do Programa de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica: 2012, 2014 e 2018. Cad Saúde Pública. 2021 [cited 2023 Aug 02]; 37(6):e00123220. DOI: https://doi.org/10.1590/0102-311X00123220.

Monçalves KLM, Wilhelm LA, Silveira A, Ferreira CLL, Silva SC, Soliz PP, et al. Choice of hormonal contraception by women assisted in primary care: limiting factors and fear. Cienc Cuid saude. 2023 [cited 2023 Aug 02]; 22:e65836. Available from: https://periodicos.uem.br/ojs/index.php/CiencCuidSaude/article/download/65836/751375155808/.

Brandão ER. Métodos contraceptivos reversíveis de longa duração no Sistema Único de Saúde: o debate sobre a (in)disciplina da mulher. Ciênc Saúde Colet. 2019 [cited 2023 Aug 02]; 24(3):875-9. DOI: https://doi.org/10.1590/1413-81232018243.10932017.

Silva RM, Araújo KNC, Bastos LAC, Moura ERF. Planejamento familiar: significado para mulheres em idade reprodutiva. Ciênc. Saúde Colet. 2011 [cited 2023 Aug 02]; 16(5):2415-24. DOI: https://doi.org/10.1590/S1413-81232011000500010.

Paixão TT, Wall ML, Aldrighi JD, Benedet DCF, Trigueiro TH. Cuidados de enfermagem em saúde reprodutiva à mulher na Atenção Primária à Saúde: revisão integrativa. Rev Fam, Ciclos Vida Saúde Contexto Soc. 2022 [cited 2024 Abr 06]; 10(4):812-24. DOI: https://doi.org/10.18554/refacs.v10i4.6083.

Justino GBS, Stofel NS, Gervasio MG, Teixeira IMC, Salim NR. Educação sexual e reprodutiva no puerpério: questões de gênero e atenção à saúde das mulheres no contexto da Atenção Primária à Saúde. Interface (Botucatu). 2021 [cited 2024 Abr 06]; 25. DOI: https://doi.org/10.1590/interface.200711.

Franze AMAK, Benedet DCF, Wall ML, Trigueiro TH, Souza SRRK. Reproductive planning in health guidelines: an integrative review. Rev Fam Ciclos Vida Saúde Contexto Soc. 2019 [cited 2023 Aug 02]; 7(3):366-77. DOI: https://doi.org/10.18554/refacs.v7i3.3759.

Costa ACM, Oliveira BLCA, Alves MTSSB. Prevalência e fatores associados à gravidez não planejada em uma capital do Nordeste Brasileiro. Rev. Bras. Saúde Mater. Infant. 2021 [cited 2024 Abr 06]; 21 (2): 473-83. DOI: https://doi.org/10.1590/1806-93042021000200007.

Vieira KJ, Barbosa NG, Monteiro JCS, Dionízio LA, Gomes-Sponholz FA. Adolescents’ knowledge about contraceptive methods and sexually Transmitted infections. Rev. baiana enferm. 2021. [cited 2023 Aug 02]; 35. DOI: https://doi.org/10.18471/rbe.v35.39015.

Publicado

29.05.2024

Como Citar

Sousa, A. A. de, Oliveira, D. R. de, Damasceno, S. S., Quirino, G. da S., Pinto, A. G. A., & Cruz, R. de S. B. L. C. (2024). Representações sociais sobre o planejamento reprodutivo entre mulheres em gravidez não planejada. Revista Enfermagem UERJ, 32(1). https://doi.org/10.12957/reuerj.2024.79100

Edição

Seção

Artigos de Pesquisa