Análise da vacinação contra Covid-19 na população privada de liberdade: estudo ecológico

Autores

DOI:

https://doi.org/10.12957/reuerj.2024.76740

Palavras-chave:

COVID-19, Enfermagem, Prisões, Prisioneiros, Vacinas

Resumo

Objetivo: analisar o cenário de vacinação contra Covid-19 na população privada de liberdade em um estado do Nordeste brasileiro. Método: estudo do tipo observacional e ecológico, com os dados extraídos do Sistema de informações penitenciário brasileiro e dos boletins publicados pelo Conselho Nacional de Justiça, referentes a outubro de 2021 a junho de 2022, submetidos à análise estatística descritiva, por meio de frequências absolutas e relativas. Resultados: verificou-se que, entre 4.345 pessoas privadas de liberdade com a primeira dose de vacinação contra Covid-19, apenas 573 possuíam a segnda dose e nenhuma a terceira dose. Conclusão: evidenciou-se que, apesar da vacinação ser um benefício, ainda é um grande desafio para ser implementada para a população privada de liberdade, visto que, mesmo sendo considerados grupos prioritários, o acesso a esse direito foi prejudicado para esses indivíduos.

Biografia do Autor

Ana Carolyna da Silva Rocha, Universidade Federal de Alagoas

Acadêmica do Curso de Graduação em Enfermagem da Universidade Federal de Alagoas. Maceió, AL, Brasil.

Amuzza Aylla Pereira dos Santos, Universidade Federal de Alagoas

Enfermeira. Doutora em Ciências da saúde. Docente da Escola de Enfermagem da Universidade Federal de Alagoas. Maceió, AL, Brasil.

Tâmara Silva de Lucena, Universidade Federal de Alagoas

Enfermeira. Mestre em Enfermagem. Universidade Federal de Alagoas. Maceió, AL, Brasil.

Wanderlei Barbosa dos Santos, Universidade Federal de Alagoas

Enfermeiro. Mestre em Ciências Farmacêuticas. Universidade Federal de Alagoas. Maceió, AL, Brasil.

Núbia Vanessa da Silva Tavares, Universidade Federal de Alagoas

Enfermeira. Especialista. Mestranda pelo Programa de Pós-graduação em Enfermagem da Universidade Federal de Alagoas. Maceió, AL, Brasil.

Marianny Medeiros de Moraes, Universidade Federal de Alagoas

Enfermeira. Especialista. Mestranda pelo Programa de Pós-graduação em Enfermagem. Universidade Federal de Alagoas. Maceió, AL, Brasil.

Referências

Silva TMR, Lima MG. (org.). Estratégias de vacinação contra a Covid-19 no Brasil: capacitação de profissionais e discentes de enfermagem. 129 p. Brasilia, DF: Editora ABEn, 2021. [cited 2023 Jan 12]. Available from: https://sbim.org.br/images/books/estrategias-vacinacao-Covid19-brasil-sbimaben.pdf.

Conselho Nacional de Justiça (org.). Orientação conjunta sobre a atualização dos protocolos de prevenção da Covid-19 em espaços de privação de liberdade. 2021. [cited 2022 Nov 15]. Available from: https://www.cnj.jus.br/wp-content/uploads/2021/12/orientacaotecnica-protocolosCovid19-1312.pdf.

Barros BW. O sistema prisional em 2020-2021: entre a Covid-19, o atraso na vacinação e a continuidade dos problemas estruturais. 2021. [cited 2023 Feb 23]. Available from: https://forumseguranca.org.br/wp-content/uploads/2021/07/11-o-sistema-prisional-em-2020-2021-entre-a-Covid-19-o-atraso-na-vacinacao-e-a-continuidade-dos-problemas-estruturais.pdf

Ferreira MCAS, Fernandes RAQ. Incarcerated women of Recife- PE: Health and quality of life. Esc. Anna Nery. 2020 [cited 2023 Jan 15]; 24(4):e20200062. DOI: https://doi.org/10.1590/2177-9465-ean-2020-0062.

Gil AC. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2008.

Seltiz C, Wrightsman L S, Cook SW. Métodos de pesquisa das relações sociais. São Paulo: Herder, 1965.

Fonseca JJS. Metodologia da pesquisa científica. Fortaleza: UEC, 2002.

Lordello SR, Silva IM. Resolução nº 510/2016 do Conselho Nacional de Saúde: um panorama geral. Rev. SPAGESP. 2017 [cited 2023 Jan 17]; 18(2):06-15. Available from: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1677-29702017000200002&lng=pt.

Secretaria do estado de ressocialização e inclusão social. Estado de Alagoas. Mapa diário da população carcerária. Chefia de pesquisa e estatística. 2022 [cited 2023 Feb 20]; Available from: http://acervo.seris.al.gov.br/populacao-carceraria/MAPA%2019_31.10.2022%20A%2001.11.2022.pdf.

Sistema de informações do departamento penitenciário. Dados estatísticos do sistema penitenciário. 2022 [cited 2023 Mar 04]; Available from: https://www.gov.br/depen/pt-br/servicos/sisdepen.

Conselho Nacional de Justiça (org.). Boletim Mensal CNJ de Monitoramento Covid-19. 2022. [cited 2022 Nov 15]; Available from: https://www.cnj.jus.br/wp-content/uploads/2022/07/boletim-Covid-19-junho2022.pdf.

Ministério da Saúde (Br). Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra Covid-19. Brasília, 2020.

Simas L, Larouze B, Diuana V, Sánchez Al. For an equitable Covid-19 vaccination strategy for the population deprived of liberty. Cad saúde pública. 2021 [cited 2023 Mar 01]; 37(4):e00068221. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/0102-311x00068221.

Sánchez A, Simas L, Diuana V, Larouze B. Covid-19 in prisons: an impossible challenge for public health? Cad Saúde Pública. 2020 [cited 2023 Mar 10]; 36(5):e00083520. DOI: https://doi.org/10.1590/0102-311X00083520

Benetti SAW, Bugs DG, Pretto CR, Andolhe R, Ammar M, Stumm EMF, et al. Coping strategies for Covid-19 in prisons: a report on experience. Rev. bras. saúde ocup. 2021 [cited 2023 Mar 15]; 46(30):e30. DOI: https://doi.org/10.1590/2317-6369000031020.

Kinner SA, Young JT, Snow K, Southalan L, Lopez-Acuña D, Ferreira-Borges C. Prisons and custodial settings are part of a comprehensive response to Covid-19. Lancet J. 2020 [cited 2023 Apr 05]; 5:188-9. DOI: https://doi.org/10.1016/S2468-2667(20)30058-X.

Silva AI, Maciel ELN, Duque CLC, Gomes CC, Bianchi EN, Cardoso OA, et al. Prevalence of Covid-19 infection in the prison system in Espírito Santo/Brazil: persons deprived of liberty and justice workers. Rev. bras. epidemiol. 2021 [cited 2023 Apr 20]; 24(E210053):e210053. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/1980-549720210053.

Publicado

29.05.2024

Como Citar

Rocha, A. C. da S., Santos, A. A. P. dos, Lucena, T. S. de, Santos, W. B. dos, Tavares, N. V. da S., & Moraes, M. M. de. (2024). Análise da vacinação contra Covid-19 na população privada de liberdade: estudo ecológico. Revista Enfermagem UERJ, 32(1). https://doi.org/10.12957/reuerj.2024.76740

Edição

Seção

Artigos de Pesquisa