INTERVENÇÕES EM SALA DE AULA: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.12957/riae.2024.76163

Palavras-chave:

Investigação-Formação-Ação, Ensino de Química, Ensino de Ciências, Escrita Reflexiva, Pesquisa.

Resumo

O presente relato apresenta atividades realizadas no Estágio Curricular Supervisionado: Pesquisa no Ensino de Ciências, de um curso de Química Licenciatura de uma Universidade Federal do interior do Estado do Rio Grande do Sul (RS), que foram acompanhadas pela via da Investigação-Formação-Ação. A prática foi acompanhada por meio da escrita reflexiva em Diário de Formação, em que foram sendo descritas as atividades e vivências dos licenciandos durante a realização das práticas e os resultados apresentados foram construídos por meio da análise qualitativa dessas escritas. O desenvolvimento da prática de ensino acompanhada pela escrita, planejamento, leituras e diálogos coletivos possibilitou um movimento de reflexão, na, para e sobre a prática, qualificando assim a constituição dos licenciandos como professores pesquisadores. O Diário de Formação mostrou-se uma importante ferramenta de constituição da prática do professor, pois possibilitou expandir os olhares sobre a perspectiva de formação docente e aproximando de maneira significativa do contexto escolar.

Biografia do Autor

Giordane Miguel Schnorr, Universidade Federal da Fronteira Sul

Graduando em Química Licenciatura na Universidade Federal da Fronteira Sul campus Cerro Largo/RS, bolsista do Programa de Educação Tutorial (PETCiências/SESu/MEC/FNDE).

Letícia Gabrielhi Rocha, Universidade Federal da Fronteira Sul

Graduanda em Química Licenciatura na Universidade Federal da Fronteira Sul campus Cerro Largo/RS, bolsista de Iniciação Científica.

Catarina Caetano Soares Prestes, Universidade Federal da Fronteira Sul

Graduanda em Química Licenciatura na Universidade Federal da Fronteira Sul campus Cerro Largo/RS, bolsista PIBID.

Judite Scherer Wenzel, Universidade Federal da Fronteira Sul

Doutora em Educação, Professora Adjunta da Universidade Federal da Fronteira Sul - Campus Cerro Largo, Professora Permanente do PPGEC e integrante do GEPECIEM.

Referências

ALARCÃO, Isabel. Professores reflexivos em uma escola reflexiva. 8. ed. São Paulo: Cortez, 2011.

BREMM, Daniele. Os filmes e jogos didáticos no trabalho educativo com reeducação alimentar. Revista Insignare Scientia –RIS. v. 2, n. 3, p. 92-102, 2019. Disponível em: https://periodicos.uffs.edu.br/index.php/RIS/article/view/11186. Acesso em: 30 ago. 2022.

CHAVES, Sílvia Nogueira. Receita de bom professor: todo mundo tem a sua, eu também tenho a minha!. In: DALBEN, Ângela; DINIZ, Júlio; LEAL, Leiva; SANTOS, Lucíola (Orgs). Convergências e tensões no campo da formação e do trabalho docente. Belo Horizonte: Autêntica, 2010. p. 200-216.

GÜLLICH, Roque Ismael da Costa. Investigação-formação-ação em Ciências: um caminho para reconstruir a relação entre livro didático, o professor e o ensino. Curitiba: Prismas, 2013.

KAMINSKI, Márcia Regina; SILVA, Denis Antônio; BOSCARIOLI, Clodis Integrando educomunicação e gamificação como estratégia para ensinoar sustentabilidade e alimentação saudável no 5º ano do ensino fundamental. Revista Prática Docente. v. 3, n. 2, p. 595-609, 2018. Disponível em: https://periodicos.cfs.ifmt.edu.br/periodicos/index.php/rpd/article/view/259. Acesso em: 30 ago. 2022.

KIEREPKA, Janice Silvana Novakowski; BREMM, Daniele; GÜLLICH, Roque Ismael da Costa. O processo investigativo-reflexivo como propulsor da constituição docente. Revista Prática Docente. v. 4, n. 2, p. 791-809, 2019. Disponível em: https://core.ac.uk/download/pdf/287211975.pdf. Acesso em: 23 mar. 2023.

LEITE, Fabiane de Andrade; RADETZKE, Franciele Siqueira. Prepara, chegou a hora de ser professora!. Horizontes-Revista de Educação, v. 5, n. 9, p. 146-158, 2017. Disponível em: http://ojs.ufgd.edu.br/index.php/horizontes/article/view/7501. Acesso em: 25 ago. 2022.

MALDANER, Otavio Aloisio. A Formação Inicial e Continuada de Professores de Química: Professores/Pesquisadores. Ijuí: Ed. UNIJUÍ, 2000. 424p.

MATTOS, Alex Pires de; WENZEL, Judite Scherer. A Importância do uso da Linguagem Química no Ensino Fundamental. In: VI Encontro Regional Sul de Ensino de Biologia (EREBIO-SUL). ANAIS. Santo Ângelo, 2013. Disponível em: https://san.uri.br/sites/anais/erebio2013/comunicacao/13381_84_Alex_Pires_de_Mattos.pdf. Acesso em: 30 ago. 2022.

MORAES, Roque; GALIAZZI, Maria do Carmo; RAMOS, Maurivan Güntzel. Pesquisa em Sala de Aula: fundamentos e pressupostos. In: MORAES, Roque; LIMA, Valderez Marina do Rosário (Orgs.). Pesquisa em Sala de aula: tendências para a educação em novos tempos, Porto Alegre: EDIPUCRS, v. 3, 2002. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/327117716_Pesquisa_em_sala_de_aula_Fundamentos_e_pressupostos. Acesso em: 22 abr. 2023.

MORTIMER, Eduardo Fleury; VIEIRA, Ana Clara F. R. Letramento Científico em aulas de química para o ensino médio: diálogo entre linguagem científica e linguagem cotidiana. In: DALBEN, Ângela; DINIZ, Júlio; LEAL, Leiva; SANTOS, Lucíola (Orgs). Conversão Didática e Práticas de Ensino. Belo Horizonte: Autêntica, 2010, p. 301-326.

NÓVOA, Antonio. Formação de Professores e profissão docente. In: Nóvoa, A (Org). Os professores e a sua formação. 2 ed. Lisboa: Publicações Dom Quixote, 1995. p. 15 -33.

UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL, Projeto Pedagógico do curso de Química Licenciatura, Cerro Largo-RS, 2018, Disponível em: https://www.uffs.edu.br/atos-normativos/ppc/ccqlcl/2018-0002. Acesso em: 02 mar. 2023.

WENZEL, Judite Scherer; COLPO, Camila Carolina. A leitura de Textos de Divulgação Científica como modo de qualificar o uso da Linguagem Química no Ensino Médio. Experiências em Ensino de Ciências v.13, n.4, p. 134-143, 2018. Disponível em: https://fisica.ufmt.br/eenciojs/index.php/eenci/article/view/64. Acesso em: 25 ago. 2022.

WENZEL, Judite Scherer; MALDANER, Otávio Aloísio. A Prática da Escrita e Reescrita em Aulas de Química como Potencializadora do Aprender Química. Quím. nova esc. v. 36, n. 4, p. 314-320, 2014. Disponível em: http://qnesc.sbq.org.br/online/qnesc36_4/11-EQF-93-13.pdf. Acesso em: 30 ago. 2022.

ZANON, Lenir Basso; UHMANN, Rosangela Ines Matos. O DESAFIO DE INSERIR A EXPERIMENTAÇÃO NO ENSINO DE CIÊNCIAS E ENTENDER A SUA FUNÇÃO PEGAGÓGICA. In: XVI ENEQ/X EDUQUI. ANAIS. Salvador, 2012. Disponível em: https://periodicos.ufba.br/index.php/anaiseneq2012/article/view/8011/5716. Acesso em: 30 ago. 2022.

ZANON, Lenir Basso. Interações de licenciandos, formadores e professores na elaboração conceitual de prática docente: Módulos triádicos na licenciatura de Química. 2003. Tese (Doutorado em Educação) - Faculdade de Ciências Humanas, Universidade Metodista de Piracicaba, Piracicaba, 2003.

Downloads

Publicado

09-01-2024

Como Citar

SCHNORR, Giordane Miguel; ROCHA, Letícia Gabrielhi; CAETANO SOARES PRESTES, Catarina; SCHERER WENZEL, Judite. INTERVENÇÕES EM SALA DE AULA: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA. Revista Interinstitucional Artes de Educar, [S. l.], v. 10, n. 1, p. 508–520, 2024. DOI: 10.12957/riae.2024.76163. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/riae/article/view/76163. Acesso em: 17 jul. 2024.