BATUQUE DE UMBIGADA - OS DESAFIOS DE UMA EDUCAÇÃO INFANTIL ANTIRRACISTA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.12957/riae.2024.73778

Palavras-chave:

Educação Infantil. Antirracista. Batuque de Umbigada. Currículo.

Resumo

O presente artigo buscar apresentar os desafios de uma educação infantil antirracista a partir da compreensão de fontes documental produzido pela professora pesquisadora e autora deste trabalho, que realizou um projeto educativo que colaborou a organizar um currículo baseado nos saberes ancestrais do Batuque de Umbigada, que é uma manifestação cultural tradicional do oeste paulista e que foi entendido como relevante para ser trabalhado no cuidado e educação de crianças pequenas. Foi levado em consideração os fundamentos sistematizados e pesquisados sobre essa tradição para colaborar sobre os valores formativos de uma educação antirracista, em diálogo foi trabalhado a perspectiva teoricometodológica da pesquisa narrativa como forma de fazer produzir narrativamente uma reflexão e contribuições teóricas. Ao longo do texto as/os leitoras/es poderão acompanhar como o projeto educativo colaborou na construção de um currículo aberto e em movimento, e como os elementos simbólicos éticos e estéticos de cultura de matriz africana e afro-brasileira podem ensinar as crianças sobre diversidade, respeito e eliminação de ações racistas.

Referências

BRASIL. Ministério da Educação, 2009. Programa Currículo em Movimento. SEB

CLANDININ, D. J.; CONNELLY, F. M. Narrative inquiry: experience and story in qualitative research. San Francisco: Jossey-Bass, 2000.

Santos, Daiane dos, Ferreira Santos Guanãbens, Patricia. A Educação Infantil e a construção identitária das crianças negras: Práticas pedagógicas como forma de aplacar o racismo na Educação Infantil. Revista De Ciências Humanas, 2(21), 2021. Disponível em: https://periodicos.ufv.br/RCH/article/view/12913. Acesso em: mar. 2023.

MILLER, Jussara. A escuta do corpo: sistematização da técnica Klauss Vianna. São Paulo, Sammus, 2016.

PAULA JUNIOR, Antonio Felogênio de. Filosofia afro-brasileira: epistemologias, cultura e educação na caiumba paulista. Tese de doutorado em Educação. PPGE -UNIMEP, Piracicaba, 2019.

______________. A caiumba: ética e estética bantu no oeste paulista. Artefilosofia. Revista do Programa de Pós-Graduação em Filosofia da UFOP, v.15, n. 28, abril de 2020. pp 46-65. Disponível em: https://periodicos.ufop.br/raf/article/view/2160/3211. Acesso em: mar. 2023.

_____________. Ngoma Chamou!: batuques em terreiros paulistas. Alessandra Ribeiro, Antonio Filogenio de Paula Junior, Rosa Pires Sales (org.). Rio de Janeiro, Malê, 2021.

_____________. Saberes no pé do Tambu. Rio de Janeiro, Malê, 2022.

SALES DOS SANTOS, Sandro Vinicius. CURRÍCULO DA EDUCAÇÃO INFANTIL - CONSIDERAÇÕES A PARTIR DAS EXPERIÊNCIAS DAS CRIANÇAS. Educação e Revista,n. 34, 2018. Disponível em: https://www.scielo.br/j/edur/a/xchDQ9dsNn6DzRzBsgr3wmP/?format=pdf&lang=pt. Acesso em: mar. 2023.

Downloads

Publicado

09-01-2024

Como Citar

FERREIRA DE OLIVEIRA, Fernanda. BATUQUE DE UMBIGADA - OS DESAFIOS DE UMA EDUCAÇÃO INFANTIL ANTIRRACISTA. Revista Interinstitucional Artes de Educar, [S. l.], v. 10, n. 1, p. 47–62, 2024. DOI: 10.12957/riae.2024.73778. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/riae/article/view/73778. Acesso em: 25 jul. 2024.

Edição

Seção

DOSSIÊ - 20 ANOS DA LEI 10.639: CONVERSAS CURRICULARES ENTRE SABERES, PRÁTICAS E POLÍTICAS ANTIRRACISTAS