O LUGAR DE NEGRAS E NEGROS NO ENSINO DE LINGUAGENS: UMA ANÁLISE DA BNCC E DO PROJETO PEDAGÓGICO DAS LICENCIATURAS EM LETRAS DE UMA UNIVERSIDADE PÚBLICA BRASILEIRA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.12957/riae.2024.73770

Palavras-chave:

Lei 10.639/03, BNCC, Educação Básica, Formação de Professores de Linguagens.

Resumo

A presente pesquisa, financiada pelo Programa de Bolsas de Licenciatura (PROLICEN), parte da inquietação com os resultados obtidos em duas pesquisas anteriores deste Programa. As questões obtidas com esses estudos sobre como vem sendo efetivada a Lei nº 10.639/03 no ensino superior e o lugar de negros e negras em livros didáticos foram nossas motivações para pesquisarmos como essa Lei, embora seja um documento oficial, não garante sua aplicação na perspectiva antirracista. Dessarte, nossas problematizações indicam que, para termos resultados efetivos na Educação Básica, a Lei nº 10.639/03 e a valorização das relações étnico-raciais precisam ser contempladas em documentos normativos, como a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), e estar presentes na formação inicial de professores e na prática docente do Ensino Superior. É sob este viés que elaboramos esta pesquisa, de cunho bibliográfico, analisando a BNCC para a área de Linguagens, o Estatuto e os Projetos Pedagógicos dos Cursos (PPCs) de Licenciatura em Letras da UFCat. Observamos que a aplicação da Lei nº 10.639/03 não é o foco da BNCC, e que os cursos de Letras, em uma análise de suas disciplinas, não contemplam de maneira significativa uma reeducação das relações étnico-raciais por meio do ensino dos conteúdos previstos pela Lei citada e pelo estatuto da UFCat. Desta forma, através das análises temos evidências de que negras e negros continuam a sofrer os impactos do racismo estrutural e institucional na legislação que pretende ser uma base nacional para os currículos brasileiros.

Biografia do Autor

Mariana do Amaral Brust, UFCAT - Universidade Federal de Catalão

Mestranda no Programa de Pós-Graduação em Estudos da Linguagem - UFCAT - GO

Maria Helena de Paula, UFCAT - Universidade Federal de Catalão

Docente do Programa de Pós-Graduação em Estudos da Linguagem - UFCAT

Carolina Faleiros Felício, UFCAT

Mestranda no Programa de Pós-Graduação em Estudos da Linguagem - UFCAT - GO

Referências

ABRAMOVICH, Fanny. Literatura infantil: gostosuras e bobices. São Paulo, S.P.: Scipione, 1997.

BORBA, Francisco da Silva. Léxico e herança social. In: MARCHEZAN, Renata; CORTINA, Arnaldo. Os fatos da linguagem, esse conjunto heteróclito. Araraquara: FCL-UNESP Laboratório Editorial; São Paulo: Cultura Acadêmica, 2006.

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Educação é a Base. Brasília, MEC/CONSED/UNDIME, 2017.

BRASIL. Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação das Relações Étnico-Raciais e para o Ensino de História e Cultura Afro-Brasileira e Africana. Brasília: Conselho Nacional de Educação, 2004. Disponível em: http://www.acaoeducativa.org.br/fdh/wpcontent/uploads /2012/10/DCN-s-Educacao-das-Relacoes-Etnico-Raciais.pdf. Acesso em: 20 jan. 2023.

BRASIL. Lei 10.639 (LEI ORDINÁRIA) 09/01/2003. Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/2003/L10.639.htm. Acesso em: 30 jun de 2022.

BRASIL. Plano Nacional de Implementação das Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação das Relações Étnico-Raciais e para o Ensino de História e Cultura Afro-brasileira e Africana. Ministério da Educação. Conselho Nacional de Educação. Brasília, 2013. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=18 52-diretrizes-curriculares-pdf&category_slug=novembro-2009-pdf&Itemid=30192. Acesso em: 20 jan. 2023.

AUTORA. Glossário para a Educação Étnico-Racial: uma proposta para o Ensino Fundamental II da Educação Básica. PROLICEN, 2020-2021. UFCAT. PRPI/PROGRAD, 2021.

CARMO, Monalisa Aparecida do; RODRIGUES, Lillian Ferreira. Diálogos e Divergências entre a Lei 10.639 e a BNCC. In: Dossiê Educação para as Relações Étnico-Raciais: construções teóricas, currículo e práticas pedagógicas. Revista África e Africanidades, Ano XIII – n. 36, nov. 2020, p.116-131.

COELHO, Nelly. A literatura infantil: história, teoria, análise. São Paulo: Ática, 2000.

AUTORAS. Os impactos da lei 10.639/03 nos cursos de Licenciatura em Letras da Universidade Federal de Catalão. Em tempos de história, v. 36, p. 348-369, 2020. Disponível em: <https://periodicos.unb.br/index.php/emtempos/article/ view/31783>. Acesso em: 20 jan. 2023.

AUTORA. Ensino da cultura afro-brasileira e os impactos da lei 10.639/03 nos cursos de Licenciatura em Letras da UFG/Regional Catalão. PROLICEN, 2018-2019. UFG.PRPI/PROGRAD, 2019.

MACEDO, Isabel de Lourdes; MARTINS, Rosangela Novaes. Formação De Professores: Diversos Olhares Sobre A História Da África Na BNCC, Currículo Paulista e PNLD. Educação Básica Online, vol.1, is.1, Jan./Apr., 2021, p.15-27.

MOREIRA, Ana Vitória Gonçalves. Negros e negras têm lugar nos livros didáticos de língua portuguesa usados no Brasil?. PROLICEN, 2019-2020. UFG.PRPI/PROGRAD, 2020.

MULLER, Tânia. M. P; COELHO, Wilma. N. B. Relações Étnico-raciais e Diversidade. Niterói: Editora Alternativa, 2013.

NASCIMENTO, Gabriel. Racismo Linguístico: os subterrâneos da linguagem e do racismo. Belo Horizonte: Letramento, 2019 [Versão Kindle].

OLIVEIRA, Juliana Augusta Nonato de. Estudantes negros ingressantes na

universidade por meio de reserva de vagas: um estudo sobre processos

educativos de construção de identidade negra e pertencimento étnico-racial no

ensino superior. São Carlos: UFSCar, 2013.

RIBEIRO, Djamila. Pequeno Manual Antirracista. São Paulo: Companhia das Letras, 2019 [Versão Kindle].

SANT’ANA, Antônio. O. História e conceitos básicos sobre racismo e seus derivados. In: MUNANGA, Kabengele. Superando o racismo na escola. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade, 2005.

SANTOS, Edson. Plano Nacional de Implementação das Diretrizes Curriculares Nacionais par a Educação das Relações Étnico-raciais e para o ensino de História e Cultura Afrobrasileira e Africana. Brasília-DF, 2004.

SILVA, Paulo Vinicius da. Racismo em livros didáticos: estudo sobre negros e brancos em livros de Língua Portuguesa. Editora: Autêntica. Belo Horizonte, 2008.

UNIVERSIDADE FERAL DE CATALÃO (UFCAT). Estatuto. Catalão-GO, 2021.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS – REGIONAL CATALÃO (UFG/RC). Projeto Pedagógico do curso de Letras: Letras Português e Inglês. Catalão: UFG/RC, 2011a. Disponível em: https://letras.catalao.ufg.br/. Acesso em: 18 jun. 2022.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS – REGIONAL CATALÃO (UFG/RC). Projeto Pedagógico do curso de Letras: Letras Português. Catalão: UAELL, 2011b. Disponível em: https://letras.catalao.ufg.br/ Acesso em: 18 jun. 2022.

Downloads

Publicado

16-01-2024

Como Citar

BRUST, Mariana do Amaral; DE PAULA, Maria Helena; FELÍCIO, Carolina Faleiros. O LUGAR DE NEGRAS E NEGROS NO ENSINO DE LINGUAGENS: UMA ANÁLISE DA BNCC E DO PROJETO PEDAGÓGICO DAS LICENCIATURAS EM LETRAS DE UMA UNIVERSIDADE PÚBLICA BRASILEIRA. Revista Interinstitucional Artes de Educar, [S. l.], v. 10, n. 1, p. 447–467, 2024. DOI: 10.12957/riae.2024.73770. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/riae/article/view/73770. Acesso em: 14 jul. 2024.

Edição

Seção

DOSSIÊ - 20 ANOS DA LEI 10.639: CONVERSAS CURRICULARES ENTRE SABERES, PRÁTICAS E POLÍTICAS ANTIRRACISTAS