UM EDUCADOR ITALIANO EM S. PAULO ENTREVISTA COM O DR. UGO PIZZOLI E COM O COMM. TIBURTINO MONDIN PESTANA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.12957/riae.2022.71558

Resumo

Em 1914, às vésperas da Primeira Guerra Mundial (1914-1918), a convite de autoridades do governo de São Paulo, Ugo Pizzoli (1863-1934) veio ao Brasil para ministrar cursos de Pedagogia e Psicologia Experimental. O objetivo era ensinar a professores, inspetores e diretores de escolas as modernas teorias e métodos em Antropologia, Fisiologia e Psicologia para que pudessem ser aplicados à solução de problemas pedagógicos.

Biografia do Autor

Hugo Leonardo Rocha Silva da Rosa, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Professor da Educação Básica, SEEDUC/RJ. Tem experiência na área de Formação de Professores dos Anos Iniciais do Ensino Fundamental e Ensino Superior (UNESA/UFRRJ) e curso de extensão (UFRRJ). Graduado em Matemática pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Curso de Especialização para Professores de Matemática pelo Projeto Fundão, UFRJ, e em Novas Tecnologias no Ensino da Matemática, LANTE, UFF. Mestre e Doutor em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação, Contextos Contemporâneos e Demandas Populares da UFRRJ (PPGEduc/UFRRJ).Desenvolve pesquisas na área de Educação Matemática, Tecnologia Digital Aplicada à Educação e Acessibilidade Digital. Interesse em temas como: semiótica, cognição corporificada e design de materiais pedagógicos. Diretor gerente e consultor executivo da Revista Ensaios e Pesquisas em Educação. Membro da equipe editorial do Boletim de Educação Especial e Inclusão Escolar, do Boletim GEPEM e da Revista Interinstitucional Artes de Educar. Integrante do Grupo de trabalho GT 6 (Educação Matemática: Tecnologias digitais e Educação a Distância) da Sociedade Brasileira de Educação Matemática (SBEM).

Downloads

Publicado

07-12-2022

Como Citar

ROSA, Hugo Leonardo Rocha Silva da. UM EDUCADOR ITALIANO EM S. PAULO ENTREVISTA COM O DR. UGO PIZZOLI E COM O COMM. TIBURTINO MONDIN PESTANA. Revista Interinstitucional Artes de Educar, [S. l.], v. 8, n. 3, p. 991–1010, 2022. DOI: 10.12957/riae.2022.71558. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/riae/article/view/71558. Acesso em: 13 jun. 2024.