MÚSICA E AFETIVIDADE: ELABORAÇÃO DE ATIVIDADES COMO AUXÍLIO NA APRENDIZAGEM MUSICAL DE CRIANÇAS AUTISTAS

Autores

DOI:

https://doi.org/10.12957/riae.2022.69663

Palavras-chave:

Afetividade, Aprendizagem musical, Educação Musical Inclusiva, Autismo.

Resumo

O objetivo principal deste artigo foi investigar a relevância dos laços afetivos na educação musical de crianças autistas. Em vista disso, serão apresentadas três atividades musicais no decorrer deste trabalho denominadas “Jogo de imitações”, “Jogo da memória” e “Paisagem sonora”. Essas atividades foram elaboradas para enfatizar claramente os laços afetivos desenvolvidos entre a professora e as crianças com Transtorno do Espectro Autista (TEA). A partir do esboço e da discussão em torno dessas três atividades musicais, foi possível perceber que os laços afetivos entre a professora e as crianças foram importantes durante a mediação das atividades, e que a relação afetiva auxiliou na aprendizagem musical das crianças autistas. Enfatizamos a importância da elaboração e realização de atividades musicais baseadas no afeto, assim como a atenção às particularidades das crianças dentro do espectro autista, podendo assim colaborar para uma aprendizagem adaptada incentivando o desenvolvimento musical e uma educação musical mais inclusiva. Além disso, esperamos incentivar os professores de música e de outras áreas a desenvolver práticas inclusivas com crianças que apresentam necessidades específicas por meio de atividades baseadas no afeto.

Biografia do Autor

Michelle Batista Santos, Universidade Federal do Ceará (UFC)

Licenciada em música pela universidade Federal do Ceará (UFC), campus de Sobral, Brasil.

Área de interesse: educação musical inclusiva e cognição.

Adeline Stervinou, Universidade Federal do Ceará (UFC)

Universidade Federal do Ceará (UFC), campus de Sobral, Brasil.

música licenciatura

Área: cognição

Referências

ALEXANDRE, Leandra Tonsach. A importância da afetividade nas relações pedagógicas da Educação Infantil. Revista Eventos Pedagógicos, v. 7, n. 2, p. 19, 2016.

ALMEIDA, Laurinda; MAHONEY, Abigail. Afetividade e Aprendizagem: Contribuições de Henri Wallon. São Paulo: Edições Loyola, 2007.

ASNIS, Valéria Peres; ARANTES, Ana; ELIAS, Nassim Chamel. Ensino de habilidades rítmicas para meninos com Transtorno do Espectro do Autismo. Revista Educação Especial, v. 32, p. 1-21, 2019.

BERTOLUCHI, Maiara A. Autismo, Musicalização e Musicoterapia. CEDAP, Centro de Estudos e Desenvolvimento do Autismo e Patologias. Brasil, 2011.

BRASIL, MEC. Política nacional de educação especial na perspectiva da educação inclusiva. Inclusão: revista da educação especial, v. 4, n. 1, p. 7-17, 2008.

CUNHA, Eugênio. Autismo e Inclusão: psicopedagogia e práticas educativas na escola e na família. 7° edição ed. Rio de Janeiro: WAK Editora, 2017.

DE SOUZA, Cristiano Clemente. A importância da música para o autista. Revista SL Educacional, v. 24, n. 1, p. 107, 2021.

FARIA, Vivienne Gois Ferreira. Reflexão sobre as práticas de educação inclusiva. 2022.

HECK, Giomar Maria Poletto; BATTISTI, Aline Vasconcelos. A inclusão escolar de crianças com autismo na educação básica: teoria e prática. 2015.

LOURO, Viviane dos Santos. As características que norteiam a educação musical inclusiva de portadores de deficiência. In: Revista nacional de reabilitação. Maio/Junho de 2003, Ano VI, n. 32, p. 2-3.

LOURO, Viviane. Música e Educação: série diálogos com o som. vol.2. Barbacena, Minas Gerais: EdUEMG - Editora da Universidade do Estado de Minas Gerais, 2015.

DA COSTA MAFRA, Josiane et al. Afetividade: aproximações e implicações no processo de aprendizagem do aluno com deficiência intelectual na Educação Infantil. Cadernos da FUCAMP, v. 18, n. 36, 2019. Disponível em: <http://www.fucamp.edu.br/editora/index.php/cadernos/article/view/2043>. Acesso em: 12 ago. 2020.

NASCIMENTO, Maria Inês Corrêa et al. Manual diagnóstico e estatístico de transtornos mentais: DSM-5. Associação Brasileira de Psiquiatria. Porto Alegre: Artmed, 2014.

ORRÚ, S. E. Aprendizes com Autismo: aprendizagem por eixos de interesse em espaços não excludentes. Petrópolis, Rio de Janeiro: Editora Vozes Ltda, 2016.

PENDEZA, Daniele Pincolini. A educação musical como instrumento psicopedagógico no atendimento de crianças com transtorno do espectro do autismo. DAPesquisa, v. 10, n. 13, p. 156-170, 2015.

PIAGET, Jean. A psicologia da inteligência. Editora Vozes Limitada, 2013.

PIECZARKA, Thiciane; VALDIVIESO, Tiago Veiga. Vínculo afetivo, aprendizagem e autismo: reflexões sobre a relação professor-aluno. Revista Cógnito, v. 3, n. 1, p. 59-77, 2021.

RIBEIRO, Maria Lopes; JUTRAS, France; LOUIS, Roland. Análise das representações sociais de afetividade na relação educativa. Psicologia da educação, n. 20, 2005.

RIESGO, Rudimar; ROTTA, Newra Tellechea; OHLWEILLER, Lygia. Transtornos da aprendizagem: abordagem neurobiológica e multidisciplinar. 2. ed. Brasil: Artmed, 2015. p.512.

SANTOS, Claudia Eboli. Desenvolvimento de habilidades musicais em crianças autistas. Revista NUPEART, n. 14, p. 74-90, 2015.

SANTOS, Maria Michelle Batista dos. Os Benefícios da afetividade na aprendizagem musical de crianças com transtorno do espectro autista. 2022. Universidade Federal do Ceará, Sobral, 2022.

SARMIENTO, Edward Leonel Prada et al. Emoção e Memória: inter-relações psicobiológicas. Brasília médica, Brasília, v. 44, p. 24-39. 2007.

SOUZA, Leticia Caroline; SAMPAIO, Renato Tocantins. A Educação musical inclusiva no Brasil: uma revisão de literatura. Olhares: Revista do Departamento de Educação da Unifesp, v. 7, n. 2, p. 113-128, 2019.

STRAUSS, Anselm L; CORBIN, Juliet. Pesquisa qualitativa: técnicas e procedimentos para o desenvolvimento de teoria fundamentada. Artmed, 2008.

TASSONI, Elvira Cristina Martins. Afetividade e aprendizagem: a relação professor-aluno. Anais da XXIII Reunião Anual da ANPEd. Caxambu, MG, 2000.

TIMO, Alberto Luiz Rodrigues; MAIA, Natália Valadares Roquette; RIBEIRO, Paulo de Carvalho. Déficit de imitação e autismo: Uma revisão. Psicologia USP, v. 22, p. 833-850, 2011.

Downloads

Publicado

07-12-2022

Como Citar

SANTOS, Michelle Batista; STERVINOU, Adeline. MÚSICA E AFETIVIDADE: ELABORAÇÃO DE ATIVIDADES COMO AUXÍLIO NA APRENDIZAGEM MUSICAL DE CRIANÇAS AUTISTAS. Revista Interinstitucional Artes de Educar, [S. l.], v. 8, n. 3, p. 865–883, 2022. DOI: 10.12957/riae.2022.69663. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/riae/article/view/69663. Acesso em: 13 jun. 2024.