O TRANSTORNO DO ESPECTRO AUTISTA: AS PRODUÇÕES DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO NAS UNIVERSIDADES FEDERAIS NO NORTE DO BRASIL (2016 – 2020)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.12957/riae.2022.69279

Palavras-chave:

Transtorno do Espectro Autista, Pós-Graduação em Educação, Estado do conhecimento, Inclusão Escolar.

Resumo

A presente pesquisa teve como objetivo apresentar o estado do conhecimento sobre o tema Transtorno do Espectro Autista (TEA) em dissertações e teses oriundas dos Programas de Pós-Graduação em Educação das Universidades Federais no Norte do Brasil, no período de 2016 a 2020, e como objetivos específicos: compreender o cenário das produções nas teses e dissertações; examinar os objetos de estudo que vem sendo privilegiados nas pesquisas sobre o tema; identificar os aportes teóricos e escolhas metodológicas adotadas. Quanto aos procedimentos metodológicos, se ancora na abordagem qualitativa, é uma pesquisa bibliográfica do tipo estado do conhecimento. Os resultados obtidos demonstraram que as práticas direcionadas aos alunos com TEA normalmente apresentam seus referenciais teóricos embasados na perspectiva histórico-cultural (Vygotsky) ou no behaviorismo (Skinner). Outro dado, é que as produções ainda se apresentam em número incipiente, normalmente direcionadas as etapas iniciais da Educação Básica, revelando lacunas nas produções relativas aos anos finais e ensino superior, bem como, a ausência de pesquisas que apresentem ênfase na acessibilidade e inovação tecnológica, além de fragilidades metodológicas e conceituais. 

Biografia do Autor

RENATA ANDRADE SOBRAL, UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ

Doutoranda no Programa de Pós-graduação em Educação na Amazônia - PGEDA pela Universidade Federal do Pará. Atualmente ocupa o cargo de Professora do Magistério do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico. É vice-líder do Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Aprendizagens e Práticas Pedagógicas Inclusivas- GEPAPPI e participa como pesquisadora do Grupo de Estudos e Pesquisa sobre Currículo e Formação de Professores na perspectiva da Inclusão-INCLUDERE. Possui experiência na área de Educação, com ênfase na educação especial e inclusiva.

GENYLTON ODILON ROCHA, UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ

Doutor em Geografia (Geografia Física) pela Universidade de São Paulo (2001). Realizou estágio de pós-doutoramento no Institut National de Recherche Pédagogique da França (INRP). Professor Titular da Universidade Federal do Pará, exercendo atividades no Programa de Pós-Graduação em Currículo e Gestão da Escola Básica (Mestrado) e no Programa de Pós-Graduação em Educação na Amazônia (Doutorado). É Diretor Geral do Núcleo de Estudos Transdisciplinares em Educação Básica da UFPA; Secretário Regional da SBPC (Biênio 2017-2019 e 2019-2021); Sócio do Instituto Histórico e Geográfico do Pará (IHGP); membro da Comissão Justiça e Paz (CNBB Norte II); e Tutor do Grupo PET Interdisciplinar Conexões de Saberes.

Referências

ANDRÉ, Marli de Souza. Estudo de caso em pesquisa e avaliação educacional. Série Pesquisa; vol. 13, Brasília: Líber Livro Editora, 2005.

ARAÓZ, Suzana. Maria. Mana. de. Inclusão de alunos com deficiência múltipla: análise de um programa de apoio. 2010. 185 f. Tese (Doutorado em Educação Especial) – UFSCAR, SP, 2010.

BRASIL. Constituição Federal Brasileira. Brasília, 1988.

______. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei nº 9394/96). Brasília, 1996.

______. Política Nacional de Educação Especial na perspectiva da Educação Inclusiva. Brasília, 2008.

______. Resolução n. 4, de 02/10/09. Institui Diretrizes Operacionais para o AEE na Ed. Básica, modalidade Educação Especial. Brasília, 25 ago. 2009.

______. Lei n. 13.146, de 6 de julho de 2015. Institui a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa

com Deficiência (Estatuto da Pessoa com Deficiência). Diário Oficial da União: Seção 1, Brasília, DF, n. 127, p. 2-11, 7 jul. 2015.

DENARI, Fátima Elizabeth. Deficiência múltipla: as técnicas Mapa e Caminho no apoio à inclusão (Prefácio). In: ARAÓZ, S. M. M.; COSTA, M. da P. R. da. Deficiência múltipla: as técnicas Mapa e Caminho no apoio à inclusão. Jundiaí, Paco Editorial, 2015.

GLAT, Rosana; NOGUEIRA, Mário Lúcio de Lima. Políticas educacionais e a formação de professores para a educação inclusiva no Brasil. Revista Integração, Brasília (MEC/SEESP), ano 14, v. 24, 2002. Disponível em: https://www.metodista.br/revistas/revistas-unimep/index.php/comunicacoes/article/view/1647/1055 Acesso em: 15 ago. 2022.

GLAT, Rosana; PLETSCH, Márcia Denise. Inclusão escolar de alunos com necessidades educacionais especiais. Série Pesquisa em Educação. Editora EduERJ, RJ, 2012.

KASSAR, Mônica de Carvalho Magalhães. Deficiência múltipla e educação no Brasil-discurso e silêncio na história dos sujeitos. Campinas: Autores Associados, 1999.

JÚNIOR, Pedro Carlos das Neves; MASSARO, Munique. A formação para a educação especial na perspectiva da educação inclusiva em cursos de pedagogia. In: Anais do IX Congresso Brasileiro de Educação Especial. 1 a 13 de novembro de 2021. Disponível em: https://cbee2021.faiufscar.com/anais#/trabalho/5198 Acesso em: 15 ago. 2022.

MOLON, Suzana. Inês. Questões metodológicas de pesquisa na abordagem sócio-histórica. In: Informática na educação: teoria & prática ISSN digital 1982 1654/ISSN impresso 1516-084X Porto Alegre, v.11, n.1, jan./jun. 2008. Disponível em http://repositorio.furg.br/handle/1/1128 Acesso em: jan de 2022.

MORI, Neli Nonato Ribeiro. Psicologia e educação inclusiva: ensino, aprendizagem e desenvolvimento de alunos com transtornos. Acta Scientiarum. Education [online]. 2016, vol.38, n.1, pp. 51-59. ISSN 2178-5201, 2016. Disponível em: http://dx.doi.org/10.4025/actascieduc.v38i1.26236. Acesso em: jan de 2022

NUNES, Isabel Matos. Política de educação especial para alunos com diagnóstico de deficiência múltipla: contornos e tensões. 240f. Tese (Doutorado em Educação), Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2016.

PLETSCH, Marcia Denise. Deficiência múltipla: formação de professores e processos de ensino aprendizagem. In: Revista Cadernos de Pesquisa. v.45 nº. 155. SP, jan./mar. 2015. Disponível em: https://www.scielo.br/j/cp/a/yRQGbhH4LDXnn8SQcZZVpdp/?format=pdf&lang=pt#:~:text=Historicamente%2C%20os%20alunos%20com%20defici%C3%AAncia,acesso%20a%20qualquer%20interven%C3%A7%C3%A3o%20educacional. Acesso em: 15 ago. 2022.

______. O que há de especial na educação especial brasileira? Momento: diálogos em educação, E-ISSN 2316-3110, v. 29, n. 1, p. 57-70, jan./abr., 2020. Disponível em: https://periodicos.furg.br/momento/article/view/9357/7600 Acesso em: 15 ago. 2022.

PLETSCH; Marcia Denise; SOUZA, Flavia Faissal de. Fórum Permanente de Educação Especial da Baixada Fluminense: pesquisa e extensão na formação de professores. Inc.Soc., Brasília, DF, v.11 n.1, p.46-55, jul./dez. 2017. Disponível em: https://revista.ibict.br/inclusao/article/view/4078 Acesso em: 15 ago. 2022.

PLETSCH; Marcia Denise; ARAUJO, Patrícia Cardoso Macedo do Amaral; SOUZA, Maíra Gomes de. A importância de ações intersetoriais como estratégia para a promoção da escolarização de crianças com a síndrome congênita do Zika Vírus (SCZV). Educação em foco, Juiz de Fora, v. 25, n. 3, p. 193-210,set. / dez 2020. Disponível em: https://periodicos.ufjf.br/index.php/edufoco/article/view/32924/22084 Acesso em: 15 ago. 2022.

PLETSCH; Marcia Denise; ROCHA, Maíra Gomes de Souza da; OLIVEIRA, Mariana Corrêa Pitanga de. Propostas pedagógicas para alunos com deficiência intelectual e múltipla: análises de cenas do cotidiano escolar. Revista de Educação, Ciência e Cultura (ISSN22236-6377). Canoas, v. 25, n. 1, 2020. Disponível em: https://revistas.unilasalle.edu.br/index.php/Educacao/article/view/6271/pdf Acesso em: 15 ago. 2022.

PLETSCH; Marcia Denise; SÁ, Miriam Ribeiro Calheiros de; ROCHA, Maíra Gomes de Souza da. Tecnologias assistivas para a comunicação e a participação de crianças com a síndrome congênita do Zika Vírus. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 16, n. esp. 4, p. 2971-2989, dez. 2021. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/16062/11990 Acesso em: 15 ago. 2022.

ROCHA, Maíra Gomes de Souza da. Processos de ensino e aprendizagem de alunos com múltiplas deficiências no AEE à luz da teoria histórico-cultural. 2014. 233 p. Dissertação (Mestrado em Educação) Instituto de Educação / Instituto Multidisciplinar / PPGEduc / Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Nova Iguaçu, RJ. 2014.

______. Os sentidos e significados da escolarização de sujeitos com múltiplas deficiências. 2018. 308 p. Tese (Doutorado em Educação) Instituto de Educação / Instituto Multidisciplinar / PPGEduc / Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Nova Iguaçu, RJ. 2018.

ROCHA, Maíra Gomes de Souza da; PLETSCH, Marcia Denise. Deficiência múltipla: disputas conceituais e políticas educacionais no Brasil. In: Revista Cadernos de Pesquisa. v. 22, n. 1, São Luís, MA, jan./abr. 2015. Disponível em: http://periodicoseletronicos.ufma.br/index.php/cadernosdepesquisa/article/view/3077/1447 Acesso em: 15 ago. 2022.

______. Deficiência múltipla, sistemas de apoio e processos de escolarização. Horizontes, v. 36, n. 3, p. 99-110, set./dez. 2018. Disponível em: https://revistahorizontes.usf.edu.br/horizontes/article/view/700 Acesso em: 15 ago. 2022.

SANTOS, Jociane Marthendal Oliveira; LIMA, Paulo Gomes. A formação de professores e a educação inclusiva: discussão acerca do tema. Revista Docent Discunt, Engenheiro Coelho, SP, volume 01, número 1, p. 63-70, 2º semestre de 2020. Disponível em: https://revistas.unasp.edu.br/rdd/article/view/1315/1192 Acesso em: 15 ago. 2022.

SOUZA, Flavia Faissal de. Políticas de Educação Inclusiva: análise das condições de desenvolvimento dos alunos com deficiência na instituição escolar. (Tese de Doutorado em Educação). 297 p. UNICAMP, Campinas, 2013.

SOUZA, Flavia Faissal de; DAINEZ, Debora. Condições e modos de participação de um aluno com deficiência múltipla no cotidiano escolar do ensino fundamental. In: Cadernos de Pesquisa. v. 23, n. 2, mai./ago. São Luís. MA, 2016. Disponível em: http://www.periodicoseletronicos.ufma.br/index.php/cadernosdepesquisa/article/view/4 Acessado em: abril de 2022.

VIGOTSKI, Lev Semionovitch. Fundamentos da defectologia (Obras escogidas) volume V. Visor. Madrid, 1997.

Downloads

Publicado

07-12-2022

Como Citar

SOBRAL, RENATA ANDRADE; ROCHA, GENYLTON ODILON. O TRANSTORNO DO ESPECTRO AUTISTA: AS PRODUÇÕES DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO NAS UNIVERSIDADES FEDERAIS NO NORTE DO BRASIL (2016 – 2020). Revista Interinstitucional Artes de Educar, [S. l.], v. 8, n. 3, p. 756–773, 2022. DOI: 10.12957/riae.2022.69279. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/riae/article/view/69279. Acesso em: 16 jun. 2024.