INDICADORES EDUCACIONAIS DO USO DAS TECNOLOGIAS COMO ESTRATÉGIAS NAS AULAS NÃO PRESENCIAIS NA PANDEMIA DO COVID-19 EM NOVA IGUAÇU/RJ

Autores

DOI:

https://doi.org/10.12957/riae.2022.69263

Palavras-chave:

Covid-19, Ensino Remoto, Indicadores Educacionais, Tecnologias.

Resumo

Este trabalho aborda um estudo em dados obtidos do censo escolar realizado pelo Instituto Nacional de Estudos Educacionais Anísio Teixeira (INEP) para resposta educacional à pandemia do Covid-19 no Brasil. A compreensão dos termos censo e indicadores veio a partir de Jannuzzi (2001) e Sass (2012). Sendo assim, os indicadores sociais apontam para o papel da escola em orquestrar a dimensão multilateral como rede de apoio que se dá tanto no âmbito privado/micro com a família quanto ao ambiente mesmo da própria escola, quanto na esfera pública e macro das ações intersetoriais entre saúde e educação. Selecionamos Nova Iguaçu, região metropolitana do Rio de Janeiro para sabermos como as políticas públicas desse município se organizaram na promoção das aulas remotas a fim de colhermos dados sobre o uso de tecnologias durante esse período. Através de análise qualitativa dos dados segundo Bardin (2016), realizamos a investigação utilizando os recursos de filtro do Microsoft Excel, aplicativo em que a base de dados foi disponibilizada, para chegarmos as informações desejadas. Ao concluirmos, ficou claro a importância do acesso livre das bases de dados sobre o tema, das ferramentas digitais e computacionais para as aulas remotas, assim como para a realização desses estudos.

Biografia do Autor

ALINE PIMENTA BAZILIO TOMAZ, FUNDAÇÃO DE APOIO AS ESCOLAS TÉCNICAS/ PROFESSORA

PROFESSORA 1 DE INFORMÁTICA DA FUNDAÇÃO DE APOIO ÀS ESCOLAS TÉCNICAS (FAETEC), MESTRE EM HUMANIDADES DIGITAIS E PESQUISADORA DO OBSERVATÓRIO DE EDUCAÇÃO ESPECIAL E INCLUSÃO EDUCACIONAL (OBEE) - UFRRJ

ALBA VALÉRIA VARGAS RODRIGUES, CENTRO EDUCACIONAL DE REALENGO UNIVERSIDADE CASTELO BRANCO

PROFESSORA NOS CURSOS DE GRADUAÇÃO EM COMUNICAÇÃO SOCIAL (JORNALISMO, PUBLICIDADE E PROPAGANDA), DESIGN E MARKETING; PROFESSORA DO ENSINO MÉDIO TÉCNICO EM PUBLICIDADE , MESTRANDA EM HUMANIDADES DIGITAIS PELA UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO E PESQUISADORA DO OBSERVATÓRIO DE EDUCAÇÃO ESPECIAL E INCLUSÃO EDUCACIONAL (OBEE) - UFRRJ

SIMONE FERNANDES GONÇALVES, FUNDAÇÃO CENTRO DE CIÊNCIAS E EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO / PROFESSORA

COORDENADORA PEDAGÓGICA DO PROJETO APROVA/RJ DA FUNDAÇÃO CICIERJ, PROFESSORA DO INSTITUTO DE CULTURA TÉCNICA, MESTRANDA EM HUMANIDADES DIGITAIS PELA UNIVESIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO (UFRRJ) E PESQUISADORA DO GRUPO DE PESQUISA OBSERBATÓRIO DE EDUCAÇÃO ESPECIAL E INCLUSÃO EDUCACIONAL (0bEE) - UFRRJ

VANIA DAS GRAÇAS SILVA MACHADO VIANA, PREFEITURA MUNICIPAL DO RIO DE JANEIRO E INSTITUTO BENJAMIN CONSTANT / PROFESSORA ADJUNTA DE EDUCAÇÃO INFANTIL E PROFESSORA SUBSTITUTA DO ENSINO TÉCNICO

MESTRE EM HUMANIDADES DIGITAIS, PESQUISADORA DO GRUPO DE PESQUISA OBSERBATÓRIO DE EDUCAÇÃO ESPECIAL E INCLUSÃO EDUCACIONAL (0bEE) - UFRRJ , PROFESSORA ADJUNTA DE EDUCAÇÃO INFANTIL E PROFESSORA SUBSTITURA DE ENSINO TÉCNICO E TECNOLÓGICO

Referências

BARBOSA, Marina da Silva; JÚNIOR, Mário Abel Bressan. Engajamento e interatividade no ensino remoto: a sala de aula digital em tempos de pandemia. Revista Linguagem, Ensino e Educação, Criciúma, v. 5, n. 2, jul. dez. 2020

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. São Paulo, SP: Edições 70, 2016.

BRASIL. Constituição Federal Brasileira. 1988. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.htm. Acesso em: 14 mai. 2019. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.htm>

Acesso em: jun. 2022

_________. Portaria nº 343 de 17 de março de 2020. Dispõe sobre a substituição das aulas presenciais por aulas em meios digitais enquanto durar a situação de pandemia do Novo Coronavírus - COVID-19. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Portaria/PRT/Portaria%20nº%20343-20-mec.htm> Acesso em: jun. 2022.

JANNUZZI, Paulo de Martino. Indicadores sociais no Brasil. Campinas, SP: Alínea, 2001.

JANNUZZI, Paulo de Martino. Indicadores para diagnóstico, monitoramento e avaliação de programas sociais no Brasil. Revista do Serviço Público, Brasília, DF, v. 56, n. 2, p. 137-159, 2005.

JOYE, Cassandra Ribeiro; MOREIRA, Marília Maya; ROCHA, Sinara Socorro Duarte. Educação a Distância ou Atividade Educacional Remota Emergencial: em busca do elo perdido da educação escolar em tempos de COVID-19. Research, Society and Development, v. 9, n. 7, p. e521974299, 24 maio 2020.

MINAYO, Maria Cecília de Souza (Org.). Pesquisa Social: teoria, método e criatividade. 28.ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2009.

___________; Sanches Odécio. Quantitativo-Qualitativo: Oposição ou Complementaridade? Cad. Saúde Públ., Rio de Janeiro, jul./set., 1993.

PIMENTA, Ricardo Medeiros. Os objetos técnicos e seus papéis no horizonte das humanidades digitais: um caso para a ciência da informação. Revista Conhecimento em Ação, Rio de Janeiro, v. 1, n. 2, jul./dez. 2016.

PLETSCH, Márcia Denise; OLIVEIRA, Mariana Corrêa Pitanga de; COLACIQUE, Raquel Capucho. APRESENTAÇÃO - Inclusão digital e acessibilidade: desafios da educação contemporânea. Revista Docência e Cibercultura, v. 4, n. 1, p. 13–23, 30 abr. 2020

REBELO, Andressa Santos; KASSAR, Mônica de Carvalho Magalhães. Indicadores educacionais de matrículas de alunos com deficiência no Brasil (1974-2014). Est. Aval. Educ., São Paulo, v. 29, n. 70, p. 276-307, jan./abr. 2018.

RONDINI, Carina Alexandra; PEDRO, Ketilin Mayra; DUARTE, Cláudia dos Santos. Pandemia da Covid-19 e o ensino remoto emergencial: mudanças na prática pedagógica. Interfaces Científicas, Aracaju, v.10, n.1, p. 41 – 57, 2020.

SANTAGARDA, Salvatore. Indicadores sociais: uma primeira abordagem social e histórica. Pensamento Plural Pelotas, v.1, p. 113 - 142, jul. 2007.

SASS, Odair. Sobre os conceitos de censo e amostragem em educação no Brasil. Estatística e Sociedade, Porto Alegre, v. 2, p. 128-141, nov. 2012.

SILVA, Amós Coêlho da; MONTAGNER, Airto Ceolin. Dicionário Latino-Português. Rio de Janeiro: Vozes, 2012.

Downloads

Publicado

07-12-2022

Como Citar

TOMAZ, ALINE PIMENTA BAZILIO; RODRIGUES, ALBA VALÉRIA VARGAS; GONÇALVES, SIMONE FERNANDES; VIANA, VANIA DAS GRAÇAS SILVA MACHADO. INDICADORES EDUCACIONAIS DO USO DAS TECNOLOGIAS COMO ESTRATÉGIAS NAS AULAS NÃO PRESENCIAIS NA PANDEMIA DO COVID-19 EM NOVA IGUAÇU/RJ. Revista Interinstitucional Artes de Educar, [S. l.], v. 8, n. 3, p. 704–722, 2022. DOI: 10.12957/riae.2022.69263. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/riae/article/view/69263. Acesso em: 13 jun. 2024.