Linguagem audiovisual e uso didático de recursos digitais na formação de professores e ciências

Autores

DOI:

https://doi.org/10.12957/riae.2021.63468

Palavras-chave:

formação de professores, tecnologias na educação, professor designer, ensino a distância

Resumo

A partir de oficinas de videoaulas docentes em formação desenvolveram uma produção audiovisual utilizando ferramentas tecnológicas cotidianas acessíveis e de baixo custo como um meio de interação ensino e aprendizagem. A implementação de uma atividade, ministrada remotamente, através de ações práticas e enfoques metodológicos ativos, em duas disciplinas de uma licenciatura de ciências biológicas, em uma universidade pública do Estado do Rio de Janeiro, embasando-se em múltiplas referências, proporcionou uma vivência didática por meio de metodologias pautadas em tecnologias e atenta a cuidados a considerar ao utilizar tais ferramentas, sempre renovadas a partir do avanço tecnológico e demandas da sociedade.

Referências

BARCELOS, Alessandra da C. et al. As aves através da janela: produção de vídeos sobre ornitologia para uso educacional. Boletim Informativo Sociedade Brasileira de Zoologia. Curitiba, Ano XXXVI – Número 111 pág. 10 e 11, 2014. Disponível em: <http://sbzoologia.org.br/uploads/1461609876-111.pdf>. Acesso em: 28 abr. 2021.

BASTOS, W.; REZENDE Filho, L. A. C.; PASTOR Junior, A. A Produção de Vídeo Educativo por Licenciandos: um estudo sobre recepção fílmica e modos de leitura. Ensaio em Ciências (Online), Belo Horizonte – MG, v. 17, p. 39-58 2015. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1983-21172015000100039&lng=pt&nrm=iso&tlng=en>. Acesso em: 10 set. 2021.

BAUER, Martin W; GASKELL George (editores). Pesquisa qualitativa com texto: imagem e som: um manual prático - tradução de Pedrinho A. Guareschi (Título original: Qualitative Researching with Text, Image and Sound: a Practical Handbook.) Petrópolis-RJ: Vozes, 2002.

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Brasília, MEC/CONSED/UNDIME, 2017. Disponível em: <http://basenacionalcomum.mec.gov.br>. Acesso em: 1 abr. 2021.

CANCLINI, Néstor G. Consumidores e cidadãos. Rio de Janeiro: Ed. UFRJ –– 2010.

CARDOSO, Rafael. Design para um mundo complexo. São Paulo: Cosac Naify, 2013.

CAVALCANTI, Carolina Costa; FILATRO, Andrea Cristina. Metodologias capacidade de obter uma compreensão intuitiva precisa e profunda de uma pessoa ou coisa. São Paulo: Saraiva UNI, 2018.

CUNHA, Pedro de Almeida. Oficina de produção de videoaulas na Formação de professores de biologia: Linguagem audiovisual e uso didático de recursos digitais/ Tese Mestrado, Rio de Janeiro: Mestrado Profissional em Novas Tecnologias Digitais na Educação do Centro Universitário Carioca, 2019.

FILATRO, Andrea; PICONEZ, Stela. Contribuições do design instrucional e do learning design para a organização do trabalho pedagógico. In: J. Sánchez (Ed.). Nuevas Ideas en Informática Educativa, Santiago de Chile, Volumen 4, pp. 81-88, 2008. Disponível em: <http://www.tise.cl/volumen4/TISE2008/Documento11.pdf>. Acesso em: 3 maio 2021.

FLEMING, N. D. Teaching and learning styles: VARK strategies. Christchurch, New Zealand, 2001. VARK, A Guide to Learning Styles, Springfield, MO.,2017. Disponível em: <http://www.vark-learn.com>. Acesso em: 21 de abr. 2021.

MARTINS, Bianca Maria Rêgo. O Professor-Designer de experiências de aprendizagem: tecendo uma epistemologia para a inserção do design na Escola/

Tese doutorado. Rio de Janeiro: Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Departamento de Artes e Design, 2016.

MARTINS, Bianca Maria Rêgo; NOLASCO-SILVA, Leonardo. O professor-designer de experiências de aprendizagem: autoria docente e uso de recursos lúdicos na formação de professores. Revista Carioca de Ciência, Tecnologia e Educação (online). Rio de Janeiro, v. 2 | n. 1, 2017. Disponível em: <https://recite.unicarioca.edu.br/rccte/index.php/rccte/article/view/17/65>. Acesso em: 18 abr. 2021.

MARTINS, Bianca Maria Rêgo; COUTO, Rita. Discursos orientadores do uso do design em práticas educativas. Revista Carioca de Ciência, Tecnologia e Educação (online), Rio de Janeiro, v. 3 | n. 1. 2018. Disponível em: <https://recite.unicarioca.edu.br/rccte/index.php/rccte/article/view/36>. Acesso em: 18 abr. 2021.

SANTAELLA, Lucia. Navegar no Ciberespaço. São Paulo: Paulus, 2004.

SILVA, Fabiana Adão et al. O modelo ead e estilos de aprendizagem: um estudo de caso no Colégio Pedro II. EAD em Foco, Rio de Janeiro, v. 9, n. 1, set. 2019. Disponível em:

<http://eademfoco.cecierj.edu.br/index.php/Revista/article/view/770/373doi:https://doi.org/10.18264/eadf.v9i1.770>. Acesso em: 21 abr. 2021.

SOUZA FILHO et al. Uso de recursos tecnológicos no ensino de ciências: produção de videoaulas didáticos - experimentais pelos futuros professores. Nuances: Estudos sobre Educação, UNESP, São Paulo v.28, n.3, 2017. Disponível em <https://revista.fct.unesp.br/index.php/Nuances/article/view/41496>. Acesso em: 21 abr. 2021.

WERTHEIN, Jorge; CUNHA, Célio. Fundamentos da nova educação. Brasília: Cadernos UNESCO. Série: Educação, v. 5. 2005. Disponível em: <http://unesdoc.unesco.org/images/0012/001297/129766por.pdf>. Acesso em: 30 abr. 2020.

Downloads

Publicado

17-11-2021

Como Citar

CUNHA, Pedro de Almeida; MARTINS, Bianca Maria Rêgo; SANTORI, Ricardo Tadeu; ALMEIDA, Veronica Eloi de. Linguagem audiovisual e uso didático de recursos digitais na formação de professores e ciências. Revista Interinstitucional Artes de Educar, [S. l.], v. 7, n. 2, p. 1288–1299, 2021. DOI: 10.12957/riae.2021.63468. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/riae/article/view/63468. Acesso em: 27 fev. 2024.