Roda na saia: história, costura e educação de mulheres negras professora

Autores

DOI:

https://doi.org/10.12957/riae.2021.63441

Palavras-chave:

história de mulheres negras, costura, educação profissional feminina

Resumo

A escrita deste texto é oriunda dos desdobramentos da pesquisa de Doutorado que a autora tem realizado no Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade Federal Fluminense – UFF, em que pesquisa com mulheres negras professoras, articulando educação e os movimentos da costura. Traz como proposta desta escrita pensar como os trabalhos manuais da agulha possuem uma larga identificação com as mulheres negras e com o tipo de educação que recebem em Escolas Femininas até 1961. A opção teórico-metodológica é a pesquisa-formação, a partir de uma perspectiva autobiográfica. (JOSSO, 2007). Uma história particular que se entrecruza a muitas outras histórias de mulheres negras, incluindo as de sua família, experimentando os saberes da costura e do magistério em percursos de vida-formação.

Referências

AGABEM, Giorgio. O que é um dispositivo? Ilha, Santa Catarina, 2° sem., 2005.

ADICHIE, Chimamanda Ngozi. O perigo de uma única história. Tradução Julia Romeu. São Paulo: Companhia das Letras, 2019.

BENJAMIN, Walter. Magia e técnica, a arte e política: ensaios sobre literatura e história da cultura. 7ª edição, São Paulo: Brasiliense, 1985.

BIROLI, Flávia. Gênero e desigualdades:limites da democracia no Brasil. São Paulo, SP: Boitempo, 2018.

BUTLER, Judith. Relatar a si mesmo: crítica da violência ética. Trad. Rogério Bettoni. 1ª ed; 3ª reimp. Belo Horizonte: Autêntica, 2017.

CAPUTO, Stela Guedes. Educação nos terreiros e como a escola se relaciona com crianças de candomblé. Rio de Janeiro: Pallas, 2012.

CERTEAU, Michael de. A invenção do cotidiano - artes de fazer. Petrópolis, RJ: Editora Vozes, 2014.

COLLINS, Patrícia Hill. Se perdeu na tradução? Feminismo negro, interseccionalidade e política emancipatória. Parágrafo, [S.l.], v. 5, n. 1, p. 6-17, jun. 2017.

DAVIS, Ângela. Mulheres, raça e classe. Tradução de Heci Regina Candiani. São Paulo: Boitempo, 2016, 244p.

DEL PRIORE, M. História das Mulheres no Brasil. Coordenação de Textos de Carla Bassanezi, 10 ed. 6ª reimpressão. São Paulo: Contexto, 2018.

DUTRA, Vivian Machado. De Nilo Peçanha a Aurelino Leal: conflitos inter-oligárquicos em torno da Escola Profissional Feminina de Niterói (Primeira República). Centro de Filosofia e Ciências Humanas Faculdade de Educação Programa de Pós-Graduação em Educação. Rio de janeiro, 2013.

FERREIRA, Andres Teresa Brito. A mulher e o magistério: razões da supremacia feminina (a profissão docente em uma perspectiva histórica. Tópicos Educacionais, [S.l.], v. 16, n. 1-3, abr. 2017. ISSN 2448-0215. Disponível em: <https://periodicos.ufpe.br/revistas/topicoseducacionais/article/view/22455>. Acesso em: 4 maio 2021. doi:https://doi.org/10.51359/2448-0215.1998.22455.

FONSECA, Cláudia. Ser mulher, mãe e pobre. In: DEL PRIORE, M. História das Mulheres no Brasil. Coordenação de Textos de Carla Bassanezi. 10 ed. 6ª reimpressão. São Paulo: Contexto, 2018.

FOUCAULT, Michel. A ordem do discurso: aula inaugural no Collège de France, pronunciada em 2 de dezembro de 1970. Tradução de Laura Fraga de Almeida Sampaio. São Paulo: Edições Loyola, 2012.

HOOKS, Bell. Ensinando a transgredir: a educação como prática da liberdade. São Paulo Martins Fontes, 2013.

JOSSO, Marie Christine. A transformação de si a partir da narração de histórias de vida. Revista Eletrônica PUCRS, Porto Alegre/RS, ano XXX, n. 3 (63), p. 413-438, set./dez. 2007. Disponível em: <https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/faced/article/view/2741/2088>. Acesso em: 10 abr. 2021.

JOSSO, Marie Christine. Histórias de vida e formação: suas funcionalidades em pesquisa, formação e práticas sociais. Revista Brasileira de Pesquisa (Auto)biográfica, v. 5, n. 13, p. 40-54, 28 jun. 2020.

LOURO, Guacira Lopes. Mulheres na sala de aula. In: DEL PRIORE, M. História das Mulheres no Brasil. Coordenação de Textos de Carla Bassanezi, 10 ed. 6ª reimpressão. São Paulo: Contexto, 2018.

MIRANDA, Ana Paula Mendes de. Motivo presumido: sentimento, identidade religiosa e estigmatização escolar no Rio de Janeiro. Dilemas-Revista de Estudos de Conflito e Controle Social, Rio de Janeiro, n. 1, p. 139-164, 2015. Edição Especial.

RAGO, Margareth. Trabalho feminino e sexualidade. In: DEL PRIORE, M. História das Mulheres no Brasil. Coordenação de Textos de Carla Bassanezi, 10 ed. 6ª reimpressão. São Paulo: Contexto, 2018.

RIBEIRO, Djamila. O que é lugar de fala? Belo Horizonte: Grupo Editorial Letramento: Justificando, 2017.

ROMAO, Tito Lívio Cruz. Sincretismo religioso como estratégia de sobrevivência transnacional e translacional: divindades africanas e santos católicos em tradução. Trab. linguist. apl., Campinas, v. 57, n. 1, p. 353-381, Apr. 2018. Available from <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-18132018000100353&lng=en&nrm=iso>. access on 04 May 2021.

SENNETT, Richard. O artífice. Tradução de Clóvis Marques. – 6ª Ed. – Rio de Janeiro: Record, 2019.

SKLIAR, Carlos. Elogio à conversa (em forma de convite à leitura). In: RIBEIRO, T; SOUZA, R. SAMPAIO, C. S. (Org.) Conversa como metodologia de pesquisa: por que não? . Rio de Janeiro: Ayvu, 2018.

SILVA, Márcia Alves da. Discutindo gênero através do trabalho artesanal. IX Anped Sul. Seminário de Pesquisa em Educação da Região Sul. 2012. Disponível em: <http://www.ucs.br/etc/conferencias/index.php/anpedsul/9anpedsul/paper/viewFile/439/810>. Acesso em: 10 abr. 2021.

SOUZA, Elisabete Gonçalves de. Arquivos históricos escolares: uma proposta de organização dos fundos das escolas do trabalho de Niterói, RJ. Disponível em: <https://www.encontro2018.rj.anpuh.org/resources/anais/8/1529727803_ARQUIVO_Arquivoshistoricosescolaresartigo18-6-18.pdf>. Acesso em: 17 abr. 2021.

Downloads

Publicado

17-11-2021

Como Citar

MACEDO, Rejane Lucia Amarante de. Roda na saia: história, costura e educação de mulheres negras professora. Revista Interinstitucional Artes de Educar, [S. l.], v. 7, n. 2, p. 965–982, 2021. DOI: 10.12957/riae.2021.63441. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/riae/article/view/63441. Acesso em: 20 abr. 2024.