BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR DE CIÊNCIAS: INTERSEÇÕES ENTRE CURRÍCULO, DOCÊNCIA E FORMAÇÃO DE PROFESSORES

Autores

DOI:

https://doi.org/10.12957/riae.2021.55064

Palavras-chave:

extensão, política curricular, BNCC, BNCFP, ensino de Ciências.

Resumo

Este texto é produto de um projeto de extensão desenvolvido pelo Colégio de Aplicação da UFRJ e vinculado ao Complexo de Formação de Professores da universidade. Situamos o projeto como uma iniciativa que fomenta o debate teórico-prático do ensino de Ciências e Biologia e a coletividade docente e relatamos nossa ação de 2019, voltada à discussão dos impactos da Base Nacional Comum Curricular e realizada em parceria com uma escola municipal vinculada ao Complexo. Em seguida, apontamos o aspecto regulatório da Base Nacional Comum da Formação de Professores da Educação Básica. Argumentamos que uma forma de adaptação crítica a esse contexto consiste em fomentar a identificação dos licenciandos como futuros agentes de refração curricular, autores cotidianos dos conhecimentos escolares.

Biografia do Autor

Franco Gomes Biondo, Rede Municipal de Educação de Maricá (RJ)

Doutorando e Mestre em Educação (UFF). Graduado em Ciências Biológicas – Licenciatura e Bacharelado em Biologia Marinha (UFRJ). Professor de Ciências e Biologia na rede privada de Niterói (RJ) e na rede municipal de Maricá (RJ). Professor substituto da área de Ensino de Ciências na Faculdade de Formação de Professores da UERJ.

Maria Cordeiro de Farias Gouveia Matos, Colégio de Aplicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro

Doutora em Educação (PUC-Rio). Mestre em Educação (UFRJ). Graduada em Ciências Biológicas – Licenciatura e Bacharelado em Biologia Marinha (UFRJ). Professora do Setor Curricular de Ciências Biológicas do Colégio de Aplicação da UFRJ.

Carla Mendes Maciel, Colégio de Aplicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro

Doutora em Ciências (Biofísica) (UFRJ). Graduada em Ciências Biológicas – Licenciatura e Bacharelado em Genética (UFRJ). Professora do Setor Curricular de Ciências Biológicas do Colégio de Aplicação da UFRJ.

Natalia Tavares Rios, Colégio de Aplicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro

Doutora em Educação (PUC-Rio). Mestre em Educação (UFRJ). Especialista em Análise Ambiental e Gestão do Território (IBGE). Graduada em Ciências Biológicas – Licenciatura e Bacharelado em Ecologia (UFRJ). Professora do Setor Curricular de Ciências Biológicas do Colégio de Aplicação da UFRJ.

Referências

BALL, Stephen John. Education Reform: A Critical and Post Structural Approach. Buckingham: Open University Press, 1994, 164 p.

BIONDO, Franco Gomes. Base Nacional Comum Curricular: contexto, significados e desalinhamentos cotidianos. e-Mosaicos, v. 8, n. 17, jan./abr. 2019, p. 19-33. Disponível em: . Acesso em 8 set. 2020.

BORBA, Rodrigo Cerqueira do Nascimento Borba; ANDRADE, Maria Carolina Pires de; SELLES, Sandra Escovedo. Ensino de Ciências e Biologia e o cenário de restauração conservadora no Brasil: inquietações e reflexões. Revista Interinstitucional Artes de Educar, v. 5, n. 2, mai./ago. 2019, p. 144-162. Disponível em: . Acesso em 8 set. 2020.

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular – Educação é a Base. MEC/CONSED/UNDIME, Brasília, 599p, 2018. Disponível em: . Acesso em 8 set. 2020.

BRASIL. Proposta para Base Nacional Comum da Formação de Professores da Educação Básica. MEC. Brasília, 2018. Disponível em: . Acesso em: 8 set. 2020.

BRASIL. Resolução CNE/CP 02/2015, de 1º de julho de 2015. Define as Diretrizes Curriculares Nacionais para a formação inicial em nível superior (cursos de licenciatura, cursos de formação pedagógica para graduados e cursos de segunda licenciatura) e para a formação continuada. Diário Oficial da União, Brasília, 2 de julho de 2015. Disponível em: . Acesso em 8 set. 2020.

CARMO, Edinaldo Medeiros; SELLES, Sandra Escovedo. “Modos de Fazer” Elaborados por Professores de Biologia como Produção de Conhecimento Escolar. Revista Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências, v. 18, n. 1, jan./abr. 2018, p. 269-299. Disponível em: . Acesso em 8 set. 2019.

CERTEAU, Michel de. A invenção do cotidiano: artes de fazer. 22ª Edição. Petrópolis: Vozes, 2014, p. 319.

DAL’IGNA, Maria Cláudia; SCHERER, Renata Porcher; SILVA, Miriã Zimmermmann da. Trabalho docente, gênero e políticas neoliberais e neoconservadoras: uma leitura crítica da Base Nacional Comum de formação de professores da Educação Básica. Práxis Educativa, v. 15, ago. 2020, p. 1-21. Disponível em: . Acesso em 8 set. 2020.

FARIAS, Isabel Maria Sabino de. O discurso curricular da proposta para BNC da formação de professores da educação básica. Retratos da Escola, Brasília, v. 13, n. 25, p. 155-168, jan./mai. 2019. Disponível em: . Acesso em 8 set. 2020.

GABRIEL, Carmen Teresa. Complexo de Formação de Professores: uma experiência (inter)institucional em curso. Revista de Currículum y Formación del Profesorado, v. 23, n. 3, set. 2019, p. 189-209. Disponível em: . Acesso em 30 set. 2020.

GEWANDSZNAJDER, Fernando; PACCA, Helena. Teláris Ciências, 6o ano: Ensino Fundamental, Anos Finais. 3a Edição. São Paulo: Ática, 2018, 256 p.

GOODSON, Ivor Frederick. Currículo, narrativa pessoal e futuro social. Campinas: Editora da Unicamp, 2019, 295 p.

LEHER, Roberto. Autonomia universitária e liberdade acadêmica. Revista Contemporânea de Educação, v. 14, n. 29, jan/abr. 2019, p. 208-226. Disponível em: . Acesso em 23 set. 2020.

LORDÊLO, José Albertino Carvalho; ROSA, Dora Leal; SANTANA, Lisa de Almeida. Avaliação processual da aprendizagem e regulação pedagógica no Brasil: implicações no cotidiano docente. FACED, n. 17, jan/jun. 2010 p. 13-33. Disponível em: . Acesso em 28 set. 2020.

MACEDO, Elizabeth. Base nacional curricular comum: novas formas de sociabilidade produzindo sentidos para educação. e-Curriculum, v. 12, n. 3, out./dez. 2014, p. 1530-1555. Disponível em: . Acesso em 8 set. 2020.

MAINARDES, Jefferson. Abordagem do ciclo de políticas: uma contribuição para a análise de políticas educacionais. Educação & Sociedade, v. 27, n. 94, jan./abr. 2006, p. 47-69. Disponível em: . Acesso em 8 set. 2020.

NÓVOA, António. Relatório Final: um novo modelo institucional para a formação de professores na Universidade Federal do Rio de Janeiro, 2017, 30 p. Disponível em: . Acesso em 23 set. 2020.

SANTOS, Lucíola Licínio de Castro Paixão; DINIZ-PEREIRA, Júlio Emílio. Tentativas de padronização do currículo e da formação de professores no Brasil. Caderno Cedes, v. 36, n. 100, 2016, p. 281-300. Disponível em: . Acesso em 8 set. 2020.

SAVIANI, Dermeval. Sistema Nacional de Educação e Plano Nacional de Educação: significados, controvérsias e perspectivas. Campinas: Autores Associados, 2014, 176 p.

SILVA, Silvana do Nascimento; LOUREIRO, Carlos Frederico. O sequestro da Educação Ambiental na BNCC (Educação Infantil - Ensino Fundamental): os temas Sustentabilidade/Sustentável a partir da Agenda 2030. In: Anais do XII Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências – XII ENPEC. Natal, jun. 2019, 7 p. Disponível em: . Acesso em 8 set. 2020.

SOUSA, Francisca Genifer Andrade de; FREIRE, Vitória Chérida Costa; BENVINDO DOS SANTOS, Francisca Mayane; FERNANDES, Francisca Risolene. Possíveis implicações da Base Nacional Comum Curricular para a formação dos professores da Educação Básica. Revista de Instrumentos, Modelos e Políticas em Avaliação Educacional, v. 1, n. 1, jan./abr. 2020, 15 p. Disponível em: . Acesso em 8 set. 2020.

TARDIF, Maurice. Saberes docentes e formação profissional. 7ª Edição. Petrópolis: Vozes, 2014, 328 p.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO, Conselho Universitário. Resolução 20/2018. Aprova o Regimento do Complexo de Formação de Professores da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Boletim da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2018, 6 p. Disponível em: . Acesso em 8 set. 2020.

VILELA, Mariana Lima; AYRES, Ana Cléa Moreira; SELLES, Sandra Escovedo. A constituição de coletividades docentes como possibilidade formativa na Prática de Ensino de Ciências Biológicas. In: Anais do XIII ENDIPE – Encontro Nacional de Didática e Prática de Ensino. Recife, UFPE, 2006.

Downloads

Publicado

20-12-2021

Como Citar

BIONDO, Franco Gomes; MATOS, Maria Cordeiro de Farias Gouveia; MACIEL, Carla Mendes; RIOS, Natalia Tavares. BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR DE CIÊNCIAS: INTERSEÇÕES ENTRE CURRÍCULO, DOCÊNCIA E FORMAÇÃO DE PROFESSORES. Revista Interinstitucional Artes de Educar, [S. l.], v. 7, n. 3, p. 1697–1712, 2021. DOI: 10.12957/riae.2021.55064. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/riae/article/view/55064. Acesso em: 13 jun. 2024.