EXPERIÊNCIAS NO ESTÁGIO SUPERVISIONADO NA EJA EM TEMPOS DE PANDEMIA: PERCURSO E REFLEXÕES SOBRE A FORMAÇÃO DOCENTE

Autores

DOI:

https://doi.org/10.12957/riae.2021.53877

Palavras-chave:

Educação de Jovens e Adultos. Estágio. Pandemia

Resumo

O presente artigo, intitulado “Experiências no Estágio Supervisionado na EJA em tempos de pandemia: percurso e reflexões sobre a formação docente”, se circunscreve à apreensão de como se deu a experiência de Estágio Supervisionado III e IV. Considera os reflexos da pandemia da Covid-19, e tem por objetivo geral contribuir para a discussão sobre a experiência de Estágio Supervisionado na Educação de Jovens e Adultos (EJA). A metodologia é pautada pela pesquisa bibliográfica e os principais autores utilizados são Arroyo (2007), Freire (2017), Libâneo (2010; 2001) e Pimenta & Lima (2004). Diante disso, conclui que o cenário das aulas remotas tem intensificado as desigualdades sociais.

Biografia do Autor

Luiza Rodrigues dos Santos, PUC Goiás

Pedagoga pela Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC Goiás). Pesquisadora-colaboradora do Projeto de Pesquisa “Concepções de diferentes agentes sociais sobre finalidades educativas escolares no século XXI – um estudo no estado de Goiás” sob a coordenação do Pós-Doc José Carlos Libâneo. 

Débora Europeu Ferreira, PUC Goiás

Pedagoga pela Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC Goiás). Pesquisadora-colaboradora do Projeto de Pesquisa “Concepções de diferentes agentes sociais sobre finalidades educativas escolares no século XXI – um estudo no estado de Goiás” sob a coordenação do Pós-Doc José Carlos Libâneo. 

Ana Priscila Fernandes, PUC Goiás

Pedagoga pela Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC Goiás). Professora do Centro de Ensino e Aprendizagem Brincando e Aprendendo (CEABA). 

Daniella Couto Lôbo, PUC Goiás

Doutora em Educação pela Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC Goiás). Professora da Escola de Formação de Professores e Humanidades, no curso de graduação de Pedagogia (PUC Goiás). Docente Permanente no Programa de Pós-Graduação em Educação /Mestrado Acadêmico da Faculdade de Inhumas (FacMais) - Linha 1: Educação, Instituições e Políticas Educacionais – EIPE. 

Referências

APPLE, Michael. Para além da lógica do mercado: compreendendo e opondo-se ao neoliberalismo. Rio de Janeiro: DP&A Editora, 2005.

ARROYO, Miguel González. Educação de jovens: adultos: um campo de direitos e de responsabilidade pública. In: SOARES, L. (Org.). Diálogos na educação de jovens e adultos. Belo Horizonte: Autêntica, 2007.

FONSECA, J. J. S. Metodologia da pesquisa científica. Fortaleza: UEC, 2002.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2017.

GOIÂNIA. Proposta Político-pedagógica da Educação de Adolescentes, Jovens e Adultos. Secretaria Municipal de Educação e Esporte. Versão preliminar. s/d.

LIBÂNEO, José Carlos. O campo do conhecimento pedagógico e a identidade profissional do pedagogo. In: ______. Pedagogia e pedagogos, para quê? 12 ed. São Paulo: Cortez, 2010.

LIBÂNEO, José Carlos. Adeus professor, adeus professora? Novas exigências educacionais e profissão docente. 5 ed. São Paulo: Cortez, 2001.

PAIVA, Vanilda Pereira. Educação popular e educação de jovens e adultos. Rio de Janeiro: Edições Loyola, 1973.

PIMENTA, Selma Garrido; LIMA, Maria Socorro Lucena. Estágio: diferentes concepções. In: ______. Estágio e docência. São Paulo: Cortez, 2004. (Coleção docência em formação. Série saberes pedagógicos).

PUC GOIÁS. Diretrizes do Estágio Supervisionado no Curso de Pedagogia da PUC Goiás. Goiânia: PUC Goiás, 2014.

PUC GOIÁS. Portaria nº 11/2020 – GR. Disponível em: https://coronavirus.pucgoias.edu.br/wp-content/uploads/2020/04/Portaria-11_19mar.pdf> Acesso em: 20 jun. 2020.

ROSA, Carolina Schenatto da. Toda a idade é certa se a educação é ao longo da vida: horizontes de(s)coloniais para política de educação de jovens e adultos na América Latina. 2017. 139f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade La Salle, Canoas, 2017. Disponível em: <https://doi.org/10.24115/s2446-6220201621118p.36-50> Acesso em: 01 jun. 2020.

Downloads

Publicado

20-12-2021

Como Citar

SANTOS, Luiza Rodrigues dos; FERREIRA, Débora Europeu; FERNANDES, Ana Priscila; LÔBO, Daniella Couto. EXPERIÊNCIAS NO ESTÁGIO SUPERVISIONADO NA EJA EM TEMPOS DE PANDEMIA: PERCURSO E REFLEXÕES SOBRE A FORMAÇÃO DOCENTE. Revista Interinstitucional Artes de Educar, [S. l.], v. 7, n. 3, p. 1593–1609, 2021. DOI: 10.12957/riae.2021.53877. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/riae/article/view/53877. Acesso em: 13 jun. 2024.