MINHA SALA DE AULA É MEU LUGAR DE FALA? DESAFIOS EM TORNO DO CUMPRIMENTO DA LEI 10.639/03 EM TURMAS DE JOVENS E ADULTOS

Autores

DOI:

https://doi.org/10.12957/riae.2021.53441

Palavras-chave:

educação de jovens e adultos, letramento, lei 10639/03

Resumo

Publicada há mais de quinze anos, a lei que estabelece a obrigatoriedade de trabalhar a temática “história e cultura afro-brasileira” na educação básica ainda encontra dificuldades para ser implementada em muitas rotinas escolares. Embora tenha uma importância inquestionável, nem sempre é fácil por em prática sua orientação, ainda mais quando muito antes de pensar ‘como fazer’ há a dúvida sobre ‘o que fazer’. Partindo de recentes experiências docentes, esse texto inicia apresentando uma breve contextualização histórica do surgimento da Lei 10639/03 e, em seguida, propõe indagações sobre qual o verdadeiro poder de agência do professor diante da organização dos conteúdos escolares, quais questionamentos atravessam a condução de um projeto pedagógico em torno do tema indicado pela Lei em discussão e como as expectativas docentes em todo esse processo precisam ser constantemente reelaboradas em diálogo com as demandas e repertórios dos alunos.

Referências

ALMEIDA, M.A.B e SANCHEZ L. P. Implementação da Lei 10.639/2003 – competências, habilidades e pesquisas para a transformação social in Pro.posições v. 28, N.1 (82) jan./abr. 2017.

BAKHTIN, M. Estética da criação verbal. 3ª ed. São Paulo: Martins Fontes, 1997.

FREIRE, P. Pedagogia do Oprimido [1968]. São Paulo: Paz e Terra, 2013. Versão digital.

FREIRE, P. Educação como prática da liberdade [1968]. São Paulo: Paz e Terra, 2014. Versão digital.

RAJAGOPALAN, K. "Reforma curricular e ensino". In: AMORIM, M. A. de; GERHARDT, A. F. L. M. (Orgs.) A BNCC e o ensino de línguas e literaturas. Campinas: Pontes, 2019. No prelo

ROCHA, S. e SILVA, J.A.N. À luz da lei 10.639/03, avanços e desafios: movimentos sociais negros, legislação educacional e experiências pedagógicas in Revista da ABPN, v. 5, n. 11, jul – out. 2013. p. 55-82

SANTANA, C. C. S. Memórias da disciplina 'introdução aos estudos africanos': a experiência da Bahia na década de 1980 recontada a partir da História Oral. in X Encontro Regional Nordeste de História Oral. Salvador, 2015. Fonte: http://www.nordeste2015.historiaoral.org.br/resources/anais/11/1438964341_ARQUIVO_MemoriasdaDisciplinaIntroducaoaosEstudosAfricanos_CRISTIANESANTANA.pdf

SILVA, T. T. Documentos de identidade: uma introdução às teorias do currículo [1999]. 3ª ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2011. Versão digital.

SOARES. M. Linguagem e escola: uma perspectiva social. São Paulo: Contexto, 2017.

SOUZA, A. L.S. Letramentos de reexistência: poesia, grafite, música, dança: hip hop. 1. ed. São Paulo: Parábola Editorial, 2011.

Downloads

Publicado

20-12-2021

Como Citar

DOMINGUES, Diego. MINHA SALA DE AULA É MEU LUGAR DE FALA? DESAFIOS EM TORNO DO CUMPRIMENTO DA LEI 10.639/03 EM TURMAS DE JOVENS E ADULTOS. Revista Interinstitucional Artes de Educar, [S. l.], v. 7, n. 3, p. 1434–1452, 2021. DOI: 10.12957/riae.2021.53441. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/riae/article/view/53441. Acesso em: 13 jun. 2024.