Mas não sou formado em música...e agora? Possibilidades Musicais na educação infantil

Autores

  • Lidiane Cristina Loiola Souza Emei papa João Paulo II

DOI:

https://doi.org/10.12957/riae.2015.11116

Palavras-chave:

música, educação infantil, professor

Resumo

Doi: 10.12957/riae.2015.11116

Esta pesquisa teve como objetivo contribuir para ampliar as possibilidades musicais em sala de aula, especificamente na Educação Infantil, etapa em que leciono, pensando em um professor que não tem formação específica em música. Neste sentido, em primeiro lugar, houve a pretensão de apontar para a importância da música na Educação Infantil e para o professor que, apesar não ter a formação específica, busca conhecer, aprender e trazer a música até a criança. Por fim, foram apresentadas algumas atividades que realizei em uma escola pública, com a intenção de viabilizar esse contato, através da exploração de um ambiente sonoro rico, que ofereceu às crianças a oportunidade de criar e de fazer música, explorando diferentes sons e ritmos.

PALAVRAS CHAVE: Música, Educação Infantil, professor generalista, formação musical.

Referências

BRASIL, Referencial Curricular nacional para a Educação Infantil: Introdução. Brasília: MEC/SEF, 1998, vol. 1.

BRITO, Teca Alencar. Música na Educação Infantil: propostas para a formação integral da criança. São Paulo: Peirópolis, 2003.

FONTERRADA, Marisa Trench de Oliveira. De tramas e fios: Um ensaio sobre a música e educação. 2 ed. Editora UNESP, 2008.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia saberes necessário à pratica educativa. 36 ed. São Paulo: Paz Terra, 2007.

HERNANDEZ, Fernando. Cultura Visual, mudança educativa e projeto de trabalho. Porto Alegre: Artes Médicas, 2000.

KOELLREUTTER, Hans-Joachim. Prefácio In ALFAYA, Mônica & PAREJO, Enny. Musicalizar: Uma proposta para vivência dos elementos musicais. São Paulo: Musimed, 1987.

SALLES, Pedro Paulo. A reinvenção da música pela criança: implicações pedagógicas da criação musical. Tese de Doutorado apresentada a Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo-FEUSP. São Paulo, 2002.

SCHAFER, Murray. O ouvido pensante. 2ª ed. São Paulo: Unesp, 2011.

Webgrafia

PACHECO, Eduardo Guedes. Pedacursão: uma experiência de formação em Educação Musical na pedagogia. Cadernos de Educação | FaE/PPGE/UFPe - Pelotas [29]: 89 - 104, julho/dezembro 2007 em http://www.ufpel.edu.br/fae/caduc/downloads/n29/05.pdf, , acessado em 18 de Janeiro de 2013.

Downloads

Publicado

18-03-2015

Como Citar

LOIOLA SOUZA, Lidiane Cristina. Mas não sou formado em música...e agora? Possibilidades Musicais na educação infantil. Revista Interinstitucional Artes de Educar, [S. l.], v. 1, n. 1, p. 161–175, 2015. DOI: 10.12957/riae.2015.11116. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/riae/article/view/11116. Acesso em: 13 jul. 2024.

Edição

Seção

Relatos de experiências