O DIGITAL EM REDE E A FORMAÇÃO NA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA: VIABILIZANDO UMA COMUNIDADE VIRTUAL DE PRÁTICA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.12957/redoc.2023.74421

Palavras-chave:

cibercultura, comunidade virtual de prática, pandemia, comunidade de prática

Resumo

O presente estudo é parte de uma pesquisa de doutorado, de onde se recorta a organização dos recursos digitais em rede para dar suporte à manutenção de uma Comunidade Virtual de Práticas, ou Virtual Community of Practice - VCoP (LEAVE; WENGER, 1992). A partir de uma pesquisa-ação (GHEDIN; FRANCO, 2011) e por meio da observação participante, relata como uma instituição de ensino e seus membros esforçaram-se para manter a formação de professores para e durante a pandemia da COVID-19. A partir do conceito de cibercultura (LÉVY, 1999) e utilizando recursos disponíveis localmente, um grupo de professores ligados à educação a distância, utilizou os conhecimentos oriundos das suas práticas, ora discutidas na VCoP, para ofertar um curso aos seus pares e permitindo, assim, que a instituição ressignificasse o uso do digital em rede frente a um período de perdas de vidas e de muitas incertezas.

 

Biografia do Autor

Constantino Dias da Cruz Neto, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso

Professor de Ensino Básico, Técnico e Tecnológico do Instituto Federal de Mato Grosso  

Ana Maria Di Grado Hessel, PUC-SP

Doutora e mestre em Educação: Currículo pela PUC-SP, especialista em Informática pela UFPA. Professora do Departamento de Educação: formação docente, gestão e tecnologia da  PUC/SP. Credenciada no Programa de Estudos Pós-Graduados em Tecnologias da Inteligência e Design Digital  TIDD/PUC-SP,   vinculada à linha de pesquisa Mediações tecnológicas da aprendizagem de cognição.

Referências

BRASIL, Coronavírus Brasil: painel geral. Portal do COVID-19. Ministério da Saúde. Disponível em: https://covid.saude.gov.br/ Acesso em: 26 mar 2023.

CASTELLS, M. A sociedade em rede. 19ª edição. Rio de Janeiro/São Paulo: Paz e Terra, 2018.

CRUZ NETO, C. D. Comunidade Virtual de Prática (VCoP) como apoio à educação a distância no IFMT em tempos de pandemia: a narrativa reflexiva de um percurso. 2021. Tese (Doutorado em Tecnologias da Inteligência e Design Digital) – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2021.

GHEDIN, E.; FRANCO, M.A.S. Questões de método na construção da pesquisa em educação. 2ª ed. São Paulo: Cortez, 2011.

GUIA FÁCIL INFORMÁTICA. WhatsApp: guia completo para você dominar o aplicativo. Edição 36. : Editora On line, 2015.

HAFEEZ, K. et al. Knowledge sharing by entrepreneurs in a virtual community of practice (VCoP). Information Technology and People, v. 32(2), p. 405-429. 2019. Disponível em: https://doi.org/10.1108/ITP-09-2016-0202. Acesso em: 05 fev. 2019.

LEAVE, J.; WENGER, E. Situated Learning: legitimate peripheral participation. Nova York: Cambridge University Press, 1992. Edição do Kindle.

LÉVY, P. Cibercultura. São Paulo: Editora 34, 1999.

MACIEL, C. Ambientes Virtuais de Aprendizagem. In. MILL, D. Dicionário Crítico de Educação e Tecnologias da Educação a Distância. Campinas: Papirus, 2018.

RIBEIRO, M. E. M. Comunidades de prática na formação de professores: a compreensão do interesse dos estudantes por aulas de química. Joinville: Clube de Autores, 2019.

WENGER, E. Communities of Practice. Encyclopedia of the social sciences, v. 1, n. 5, 2002.

ZANOTTO, M. A. C.; MILL, D. Webconferência (II). In. MILL, D. Dicionário Crítico de Educação e Tecnologias da Educação a Distância. Campinas: Papirus, 2018.

Downloads

Publicado

2024-04-19

Como Citar

NETO, Constantino Dias da Cruz; ANA MARIA DI GRADO HESSEL. O DIGITAL EM REDE E A FORMAÇÃO NA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA: VIABILIZANDO UMA COMUNIDADE VIRTUAL DE PRÁTICA. Revista Docência e Cibercultura, [S. l.], v. 8, n. 3, p. 01–16, 2024. DOI: 10.12957/redoc.2023.74421. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/re-doc/article/view/74421. Acesso em: 13 jul. 2024.